Canal Brasil homenageia Léa Garcia em seu aniversário de 90 anos

Serão exibidos dois filmes protagonizados pela atriz: "Um Dia com Jerusa", de Viviane Ferreira, e "Filhas do Vento", de Joel Zito Araújo

A atriz Léa Garcia completa 90 anos no próximo sábado, dia 11 de março, e o Canal Brasil preparou uma homenagem ao seu aniversário. Para comemorar a data especial, serão exibidos dois longas-metragens protagonizados pela atriz. “Um Dia com Jerusa” (2020), de Viviane Ferreira, poderá ser visto no sábado, às 14h, e “Filhas do Vento” (2005), de Joel Zito Araújo, na sequência, às 15h15. 

“Um Dia com Jerusa” é o terceiro longa-metragem de ficção realizado por uma cineasta negra no Brasil. Foi exibido na 44ª Mostra de Cinema de São Paulo e indicado ao AMAA – African Movie Academy Awards como melhor filme realizado em diáspora. A obra inicialmente seria um curta e chegou a ser exibida no Festival de Cannes nesse formato. O filme conta a história do encontro da jovem Silvia (Débora Marçal) com Jerusa, de 77 anos. A senhora, personagem de Léa Garcia, mora no bairro Bixiga, em São Paulo, e compartilha com Silvia suas experiências e lembranças vividas no lugar recheado de memórias ancestrais. 

“Filhas do Vento” é o primeiro filme de ficção de Joel Zito Araújo e foi vencedor de oito kikitos no Festival de Gramado, entre eles de melhor atriz, para Léa Garcia, e melhor filme pelo júri da crítica. Na Mostra de Tiradentes, o longa foi escolhido o melhor filme pelo júri popular e no Paratycine, venceu a categoria de melhor roteiro. A trama acompanha a relação de duas irmãs, Cida, personagem vivida por Taís Araújo na fase jovem e por Ruth de Souza na maturidade, e Ju, interpretada por Thalma de Freitas e Léa Garcia. As duas se separaram ainda jovens e se reencontram 45 anos depois, no enterro do pai (Mílton Gonçalves), com vidas totalmente diferentes. 

Ao longo de sua carreira, Léa tem trabalhos marcantes no teatro, na TV e no cinema. Sua estreia nos palcos foi em 1952, na peça “Rapsódia Negra”, de Abdias do Nascimento. Quatro anos depois, fez parte do elenco da montagem de “Orfeu da Conceição”, espetáculo que estreou no Teatro Municipal do Rio de Janeiro, com cenários de Oscar Niemeyer. A partir da peça, foi feito o filme “Orfeu Negro” (1959), de Marcel Camus, que marcou a estreia de Léa no cinema. O longa venceu o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro pela França, e a Palma de Ouro no Festival de Cannes. A atriz também foi indicada ao prêmio de melhor atriz no festival francês. Na TV, participou de sucessos como “Selva de Pedra” e “Escrava Isaura”, obra em que viveu a marcante vilã Rosa. 

Um Dia com Jerusa (2020) (73’)

Horário: sábado, 11/03, às 14h

Classificação: 14 anos

Direção: Viviane Ferreira

Sinopse: O encontro da sensitiva Silvia (Débora Marçal), uma jovem que enfrenta as agruras do subemprego, e de Jerusa (Léa Garcia), uma senhora de 77 anos, testemunha ocular do cotidiano no bairro do Bixiga, recheado de memórias ancestrais.

Filhas do Vento (2005) (85’) 

Horário: sábado, 11/03, às 15h15

Classificação: 14 anos

Direção: Joel Zito Araújo

Sinopse: Numa pequena cidade em Minas Gerais as irmãs Maria “Cida” Aparecida (Taís Araújo) e Maria “Ju” da Ajuda (Thalma de Freitas) se separaram ainda jovens. Elas se reencontram 45 anos depois, no enterro do pai (Mílton Gonçalves). Cida (Ruth de Souza) e Ju (Léa Garcia) colecionam mágoas e têm vidas totalmente diferentes.

+ sobre o tema

Reportagem HQ: A Liturgia da Intolerância

Com uma fusão entre jornalismo e quadrinhos, a reportagem...

Whoopi Goldberg vai estrelar filme sobre racismo e movimento LGBT

Conhecida pelo talento e versatilidade, a consagrada comediante, cantora,...

Herói de série da Netflix questiona racismo

As séries produzidas pela plataforma de streaming Netflix têm...

Alfabetização: memórias de um escritor leitor…

Entrevista - Alfabetização: memórias de um escritor leitor... {xtypo_quote}As...

para lembrar

Emicida critica racismo e afirma que funk é mais que ostentação

Paulistano encerra a última noite do festival Rec-Beat, no...

Consciência Negra programação Pará 2011

01 a 30/11 EXPOSIÇÃO VIRTUAL "ÁFRICA: OLHARES CURIOSOS" NO MÊS...

Ocupação Abdias Nascimento: Programação de 17/11 até 15/01/2017

O escritor, artista visual, teatrólogo, político e poeta Abdias...

Rapper Coolio, conhecido pelo hit “Gangsta’s Paradise”, morre aos 59 anos

O rapper Coolio, que iluminou as paradas musicais com sucessos...
spot_imgspot_img

Dia 21, Maurício Pazz se apresenta no Instrumental Sesc Brasil

Maurício Pazz, paulistano, nos convida a mergulhar nos diferentes sotaques oriundos das diásporas africanas no Brasil. No repertório, composições musicais do próprio artista, bem...

iAMO lança seu programa de residência artística audiovisual durante Festival de Cannes

O Instituto Audiovisual Mulheres de Odun (iAMO), presidido pela cineasta Viviane Ferreira, anuncia na sexta-feira, 17 de maio, o lançamento do seu Programa de...

Spcine marca presença no Festival de Cinema de Cannes 2024 com ações especiais

A Spcine participa Marché du Film, evento de mercado do Festival de Cinema de Cannes  2024 e um dos mais renomados e influentes da...
-+=