terça-feira, julho 7, 2020

    Tag: atriz negra

    Laura Harrier é Camille em 'Hollywood' Imagem: Divulgação/Netflix

    Laura Harrier, a atriz que virou primeira protagonista negra em ‘Hollywood’

    Em "Hollywood", a minissérie de Ryan Murphy que conta outra versão da história do cinema, cabe à atriz Camille Washington a missão de quebrar barreiras, se tornando a primeira protagonista negra de um blockbuster, bem na Era de Ouro do cinema americano. Camille é uma personagem fictícia, mas a atriz que a interpreta, Laura Harrier, teve uma inspiração bem real —e achou poderosa a experiência de poder quebrar tantas barreiras na história. Em uma conversa exclusiva com o UOL, Harrier (que pôde ser vista recentemente em "Infiltrado na Klan", de Spike Lee) falou sobre seus exemplos e inspirações, o poder da representatividade e como foi unir verdade e ficção na minissérie de Murphy, que coloca personagens como Camille ao lado de figuras bem reais como Rock Hudson. Inspiração Dorothy Dandridge no filme 'Carmen Jones' (1954) Imagem: 20th Century-Fox/Getty Images A maior inspiração de Laura para Camille ...

    Leia mais
    Atriz Erika Januza fala de racismo Foto: reprodução/vídeo / Fernando Lemos

    Erika Januza fala de racismo em relacionamentos: ‘Ficar escondido, pode; assumir são outros 500’

    Há quem questione o uso da palavra empoderamento, mas ela ainda é a que melhor dá conta de explicar a história que você está prestes a ler. É sobre uma mulher de 34 anos que temia cortar o cabelo e perder, com ele, a proteção que criara contra racismo, pressão estética, rejeição e tantas outras memórias infelizes que lhe foram impostas ao longo da vida. Até que, um dia, descobriu sua beleza em meio aos padrões e se apaixonou pelo que viu. Em relato ao EXTRA, a atriz Erika Januza conta como o processo de decisão de cortar o cabelo curtinho a ajudou a lidar com diversas questões. Por Carla Nascimento, do Extra Atriz Erika Januza fala de racismo (Foto: Reprodução/vídeo / Fernando Lemos) Ao adotar o corte 'Mariazinha', a mineira enfrentou uma série de fantasmas antiaceitação e, de quebra, encontrou a imagem perfeita para viver ...

    Leia mais
    blank

    Jodie Turner-Smith: a atriz que promete ser a nova sensação de Hollywood

    Saiba mais sobre essa atriz revelação que vai estrear como protagonista em filme roteirizado por Lena Waithe! Por Fernando Gomes, Da M de Mulher (Tibrina Hobson/WireImage/Getty Images - Arte: Thais Fernandes/MdeMulher) Guarde bem este nome: Jodie Turner-Smith tem tudo para virar queridinha de Hollywood em 2020. A atriz e modelo, que vem realizando alguns trabalhos na TV, agora vai estrear como protagonista no filme ‘Queen & Slim‘, que chega aos cinemas em janeiro e está recheado de estrelas no elenco e na produção. Em uma época em que surgem várias revelações no meio cinematográfico, Jodie pode ser uma daquelas que vale a pena ficar de olho. O filme em questão conta a história de um casal que é parado pela polícia numa rodovia. Os dois estavam voltando de seu primeiro encontro. A situação sai do controle e ganha proporções enormes – transformando ambos em fugitivos da ...

    Leia mais
    Viola Davis chega à cerimônia do Oscar 2015 (Foto: Jordan Strauss/Invision/AP)

    Viola Davis vai interpretar Michelle Obama em ‘First ladies’, série sobre primeiras-damas

    Produção do Showtime também vai contar histórias de Eleanor Roosevelt e Betty Ford. Do G1  Viola Davis na cerimônia do Oscar 2015 (Foto: Jordan Strauss/Invision/AP) Viola Davis vai interpretar Michelle Obama em "First Ladies", série da Showtime sobre três primeiras damas da história dos Estados Unidos. Além da mulher de Barack Obama, a primeira temporada vai focar também nas vidas de Eleanor Roosevelt (1884-1962), mulher de Franklin Delano Roosevelt (1882-1945), e de Betty Ford (1918-2011), mulher de Gerald Ford (1913-2006). "Estou orgulhosa de trazer aos holofotes essas mulheres corajosas e extraordinárias!", escreveu Davis em sua conta no Twitter. Atualmente, ela estrela a série "How to get away with murder", cuja sexta temporada estreia em setembro nos Estados Unidos. Ela também está produzindo adaptações da peça "O beijo no asfalto", do escritor brasileiro Nelson Rodrigues, para a Broadway e outras mídias americanas. Michelle ...

    Leia mais
    Velório do corpo da atriz Ruth de Souza no Theatro Municipal do Rio de Janeiro. (Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil)

    Emoção marca despedida de Ruth de Souza, no Rio

    Velório começou pela manhã, no Theatro Municipal do Rio de Janeiro Por  Akemi Nitahara, da Agência Brasil Velório do corpo da atriz Ruth de Souza no Theatro Municipal do Rio de Janeiro. (Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil) Com muita emoção e homenagens, foi velado na manhã de hoje (29) o corpo da atriz Ruth de Souza, no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, que fica na Cinelândia, centro da cidade. Chamada de primeira dama negra do teatro brasileiro, Ruth morreu ontem, aos 98 anos, no Hospital Copa D’Or, em Copacabana, zona sul do Rio de Janeiro, onde estava internada no Centro de Tratamento Intensivo desde a última segunda-feira (22) para tratar de uma pneumonia. A irmã de Ruth, Maria Pinto de Souza, de 94 anos, não conteve as lágrimas ao conversar com a imprensa. “Não tenho nem palavras. Perdi uma amiga, perdia uma irmã, perdi a metade ...

    Leia mais
    Richard Shotwell / Invision / Associated Press

    Cicely Tyson é a primeira mulher negra a receber um Oscar honorário

    Aos 93 anos, a atriz será homenageada durante o Governors Awards deste ano. Da  MARIE CLAIRE Foto: Richard Shotwell / Invision / Associated Press A entrega de prêmios do Oscar acontece há mais de 80 anos, mas ainda têm um longo caminho a percorrer quando o assunto é representatividade. Tanto que a lendária atriz Cicely Tyson será a primeira mulher negra a receber o prêmio honorário da Academia de Cinema. A People anunciou esta semana que a atriz irá receber, aos 93 anos, o Oscar honorário no dia 18 de novembro deste ano, durante o Governors Awards. Ela será a única atriz a receber a honraria na premiação em 2018. A carreira de Cicely no cinema tem mais de cinco décadas de dedicação. Ela começou no ramo como modelo e atriz de de teatro, mas fez o seu debut nas telonas em 1968, no filme "Por que tem que ser assim?", ...

    Leia mais
    (Frazer Harrison/Getty Images)

    Viola Davis faz desabafo tocante sobre a falta de aceitação do cabelo afro

    A atriz não precisou usar peruca em seu último filme e conta que isso foi libertador. Por Júlia Warken, do MdeMulher  Viola Davis (Frazer Harrison/Getty Images) Na estante de casa, Viola Davis tem ~apenas~ um Oscar, um Globo de Ouro, um Emmy e dois Tonys – o que faz dela uma das atrizes mais consagradas de sua geração. Mesmo com tanto prestígio, ela ainda se depara com uma dificuldade enfrentada por todas as mulheres negras: a de ter seu cabelo natural aceito. E Viola deixou isso muito claro em uma recém publicada entrevista à revista Variety. A atriz comemora o fato de que pode exibir seus cachos no mais novo filme que protagoniza: “As Viúvas”. Segundo ela, a experiência foi libertadora.”Como pessoas negras nós somos sempre ensinadas que não devemos gostar do nosso cabelo. Quanto mais crespo, mais feio ele é”. Viola Davis está belíssima na capa ...

    Leia mais
    blank

    Jéssica Ellen repete parceria com autora e estreará no horário nobre da Globo como grande aposta

    Afastada da TV desde a sua participação na série Filhos da Pátria, no ano passado, Jéssica Ellen já tem um novo trabalho em vista na Globo. A atriz de 26 anos foi escalada para o elenco de Troia, novela que está na fila para a faixa das 21h da emissora. Por Renan Santos, do tvfoco Foto: Marcos Serra Lima/ EGO Na trama, Jéssica vai repetir a parceria com a autora Manuela Dias, com quem trabalhou na minissérie Justiça (2016), que foi sucesso na Globo. De acordo com o colunista Fernando Oliveira, a atriz é considerada a grande aposta da autora. As duas farão sua estreia no horário nobre da emissora. Jéssica estreou na TV na temporada 2012/2013 de Malhação. E desde o seu lançamento, ela vem emendando uma boa sequência de trabalhos na emissora, onde também já fez Geração Brasil (2014) e Totalmente Demais (2015/2016). Manuela, por sua vez, também vem ...

    Leia mais
    blank

    Isabél Zuaa. “Ser mulher, ser preta e ser artista é como se estivesse no final da cadeia alimentar”

    A atriz portuguesa tem feito grande parte da carreira no Brasil e sonha em criar uma casa da cultura na periferia de Lisboa Por António Rodrigues, do Sol Foto: Mafalda Gomes Acabou de receber um prémio de atriz revelação no Brasil por causa do seu papel em “Joaquim”, de Marcelo Gomes, filme que passou pelo Festival de Berlim do ano passado, mas ainda não se estreou em Portugal. O que se estreou foi “As Boas Maneiras”, de Marco Dutra e Juliana Rojas - passou no IndieLisboa deste ano, teve estreia comercial fugaz e, entretanto, já se pode ver em DVD e nas plataformas de VOD. Pretexto para esta conversa com Isabél Zuaa ou, simplesmente, Isabel Martins. Numa entrevista ao “Estado de São Paulo”, aparece a dizer que para o filme “Joaquim” precisavam de alguém que falasse alguma língua africana e que...  Ele não anotou nem gravou a entrevista e trocou algumas ...

    Leia mais
    Ruth de Souza, primeira negra a atuar no teatro no Brasil Imagem: Gianne Carvalho/Folha Imagem

    Atriz negra e pioneira, Ruth de Souza volta à televisão aos 96 anos

    Aos 96 anos, Ruth de Souza voltou à dramaturgia da Globo após 8 anos afastada. A atriz veterana, pioneira na televisão brasileira, foi vista no primeiro episódio da nova temporada de "Mister Brau", nesta terça-feira (1). no UOL No Twitter, Lázaro Ramos comemorou o retorno da atriz, e postou um vídeo com os bastidores de uma gravação. "E no episódio de "Mister Brau" de hoje conseguimos realizar um sonho: ter Ruth de Souza nele! O episódio está muito muito muito emocionante!", escreveu o ator. Ruth de Souza é considerada pioneira na televisão brasileira, foi uma das primeiras atrizes negra a ganhar papel de destaque em uma novela ainda nos anos 1960. O seu último trabalho havia sido feito na série "Na Forma da Lei", em 2010, interpretando a Velha Oxalá. Em entrevista ao UOL, em 2016, Ruth Souza lamentou o fato de o racismo ainda ser uma questão em pleno século ...

    Leia mais
    Marvel Studios' BLACK PANTHER..L to R: Okoye (Danai Gurira), Nakia (Lupita Nyong'o) and Ayo (Florence Kasumba)..Photo: Matt Kennedy..©Marvel Studios 2018

    Lupita Nyong’o e Danai Gurira podem adaptar Americanah ,de Chimamanda, como série de TV

    O livro de Chimamanda Ngozi Adichie pode se tornar minissérie. Por Laysa Zanetti, do Adoro Cinema  Photo: Matt Kennedy..©Marvel Studios 2018 Há quatro anos, foi anunciado que Lupita Nyong'o adquiriu os direitos de adaptação de Americanah, livro da autora nigeriana Chimamanda Ngozi Adichie. Além de uma escalação de David Oyelowo, nada mais foi dito do projeto. Antigamente planejado para os cinemas, a novidade agora é que ele poderá ser uma minissérie, com Nyong'o e Danai Gurira na frente e por trás das câmeras. Segundo o site Konbini (via ScreenCrush), Nyong'o vai interpretar a protagonista Ifemelu, com Gurira responsável pelo roteiro. Ainda não se sabe se Danai também terá um papel no elenco. Americanah é ambientado na Nigéria durante a guerra, e acompanha o casal Ifemelu e Obinze, que decide abandonar o país rumo a uma vida melhor. Ela consegue ir para os Estados Unidos, forçada a lidar com o preconceito racial, e ele acaba precisando ir para ...

    Leia mais
    foto: Maurício Fidalgo/Glob

    Nova temporada de Mister Brau abordará racismo, refugiados e Lava-Jato

    Para Taís Araújo, comédia é útil para debater temas pesados. Série também vai abordar questões sobre feminismo e conflito familiar Do UAI foto: Maurício Fidalgo/Globo Uma cantora famosa internacionalmente é o destino de Michele, personagem de Taís Araújo, na quarta temporada de Mister Brau, com previsão de estreia em abril, na Globo. Com essa nova fase, Brau (LázaroRamos) e a própria estrutura familiar ficarão abalados. Para a atriz, abordar o empoderamento feminino na série era necessário, mas isso não significa que a história terá mais foco nela nos próximos episódios. “O Brau não perde o protagonismo! A gente está contando a trajetória desse cantor que fica sem a identidade artística de repente. Aí, quando ele fracassa, para ter um conflito, a sua mulher, que estava sempre na infraestrutura da carreira do marido, acontece. Ela bomba para que a gente possa discutir essa demanda toda da sociedade e também para se criar um confronto real dentro da casa”, adianta Taís. À medida ...

    Leia mais
    blank

    OUTROS DIAS DA MULHER: Ruth de Souza foi a primeira atriz negra a atuar no Municipal do Rio

    “ Riam de mim quando eu dizia que queria ser atriz.” Estas foram as palavras usadas por Ruth de Souza, a primeira atriz negra a encenar no Theatro Municipal do Rio, ao contar sua história de enfrentamento ao racismo durante a infância, na série “Damas da TV”, exibida pelo canal pago Globonews, em 2014. Por Luiz Carlos Ferreira Do Folha de São Paulo No programa, a atriz, hoje com 96 anos e cerca de uma centena de atuações no teatro, TV e cinema, contou que no primeiro ano de escola foi às lagrimas ao ver em seu livro escolar um capítulo sugerindo que o formato da cabeça do negro fazia com que ele fosse intelectualmente inferior aos demais seres humanos. Primogênita de dois irmãos, Ruth Pinto de Souza nasceu no Engenho de Dentro (Rio), em 12 de maio de 1921. Mudou-se ainda pequena com a família para um sítio no município de Porto ...

    Leia mais
    Foto: Sergio Zalis/Globo

    Taís Araújo sobre entrada no “Saia Justa”: “Deu medinho”

    Nova integrante do "Saia Justa", a atriz Taís Araújo falou ao site oficial do programa sobre a expectativa da estreia, em março, ao lado de Astrid Fontenelle e Mônica Martelli, além da quarta apresentadora do quarteto que será escolhida em breve. Do UOL Foto: Sergio Zalis/Globo "Estou um pouco apreensiva, dá um medinho. Mas é gostoso também, é um programa que eu gosto, que tem temas que me interessam. Vai ser uma experiência interessante", afirma a atriz de 38 anos, que já comandou o "Superbonita", no mesmo canal, em 2006. Atualmente em cartaz com a peça "O Topo da Montanha", ao lado do marido Lázaro Ramos, no Rio, Taís revela alguns temas que gostaria de discutir no programa: educação, saúde, maternidade, questões de gênero. "Todos já foram debatidos no 'Saia', porque ele já tem muitos anos , mas sempre que eu via sentia falta de uma pergunta, de um ponto ...

    Leia mais
    blank

    Bela Gil fala sobre bullying e diz como é ter crescido tímida em família de artistas: “Queria ser a Preta”

    Aos 27 anos, um programa inovador de culinária e um livro bestseller de receitas, Bela Gil diz não temer as críticas e conta como venceu o fardo de ser a "garota certinha" numa família fora dos padrões por Dolores Orosco Do Revista Marie Claire Com apenas 27 anos, um programa inovador de culinária natural e um livro de receitas, Bela Gil se tornou guru do estilo de vida saudável e virou bestseller. Também sofreu bullying por dar dicas improváveis, como churrasco de melancia e pó de cúrcuma para substituir a pasta de dente. Sétima filha de Gilberto Gil, diz que, se o ativismo do pai é na música, o dela é na comida – e é assim que pretende “mudar o mundo”. Determinada como a mãe, a empresária Flora Gil, venceu a timidez e o fardo de ter sido a “garota certinha” em uma família fora dos padrões. "Por ter ...

    Leia mais
    blank

    Camila Pitanga fez um dos melhores comentários sobre o racismo no Rio

    A atriz Camila Pitanga postou nesta tarde uma mensagem sobre a segregação racial do país em seu Instagram. no Buzzfeed Na legenda da imagem Camila comentou os recentes casos de racismo no país. “A divisão do Rio - e a do Brasil - perpetua o modelo escravocrata”, disse. “O assassinato de crianças pobres e negras por quem deveria cuida-los (a polícia), o impedimento de ir e vir dos jovens da periferia (principalmente quando o destino final é a zona sul), a redução da maioridade penal. Crimes cometidos pelo Estado e, muitas vezes, com a aprovação ou omissão do resto da sociedade”, disse. Camila disse que “a segregação, além de ferir os mais básicos direitos humanos, é burra, pois perde a chance de reconhecer a potência econômica, cultural e social da nossa periferia.” Leia o texto completo que a atriz postou em seu Instagram: O assassinato de crianças pobres e negras ...

    Leia mais
    blank

    Livro que aborda carreira e pioneirismo da atriz Ruth de Souza será lançado no Rio

    Livro aborda a trajetória e as memórias da atriz Ruth de Souza, cujas conquistas abriram as portas para muitos artistas negros no cenário artístico nacional Do Sopa Cultural Com mais de 70 anos de carreira, Ruth de Souza é um dos ícones da dramaturgia nacional. Mais do que isso: a trajetória marcante da atriz abriu portas para os artistas negros no cenário artístico brasileiro. E um pouco dessa história pode ser conferida no livro Uma Estrela Negra no Teatro Brasileiro: Relações Raciais e de Gênero nas Memórias de Ruth de Souza, de autoria de Julio Claudio da Silva, Doutor em História Social e professor adjunto da Universidade do Estado do Amazonas. A obra, publicada pela UEA Edições, será lançada na Livraria Cultura – Cine Vitória, no Rio de Janeiro, no dia 25 de setembro. Hoje com 94 anos, a carioca Ruth Pinto de Souza iniciou a carreira nos palcos. E foi ...

    Leia mais
    blank

    Quer ter o novo cabelo da Taís Araújo? Pode chegar a R$ 10 mil!

    Pronta para estrear na série 'Mister Brau', a global aposta em enchimentos, alongamentos e perucas. Cabeleireiro da diva entrega os segredos! Por Aline Nunes, do GShow Linda, poderosa, diva... Na web, os elogios para Taís Araújo, de volta ao trabalho em Mister Brau, na pele da bailarina Michele, são muitos. Principalmente por causa do novo look da atriz: um cabelo, como ela gosta de dizer, simplesmente incrível. "É o cabelo do poder! Zero trabalho para fazer e tudo de bom", explica a mulher de Lázaro Ramos, nos bastidores do Domingão do Faustão.   Preço para ter o cabelão de Taís Araújo pode chegar a R$ 10 mil (Foto: Carol Caminha / Gshow) Taís Araújo arrasa na pele da bailarina Michele, de 'Mister Brau' (Foto: Carol Caminha/TV Globo) A atriz está com o cabelo natural e usando alguns acessórios ...

    Leia mais
    blank

    Mariana Queen: Por que Brasil rejeitou filme negro?

    Nem a 38ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, nem o Festival do Rio e nem o 42º Festival de Cinema de Gramado. O curta-metragem O Dia de Jerusa, dirigido pela baiana e negra Viviane Ferreira, e protagonizado pelas atrizes, também negras, Léa Garcia (ilustríssima) e Débora Marçal, não foi selecionado para os festivais nacionais de cinema realizados neste ano. Por MARIANA QUEEN NWABASILI No entanto, o reconhecimento estrangeiro surpreende: a obra foi uma das que integrou a programação do "Short Film Corner" (mostra de curtas-metragens) da 7ª edição do Festival de Cannes, ocorrida em maio deste ano na França. Debate na USP Em um debate realizado neste mês na Faculdade de Direito da USP (Universidade de São Paulo), Viviane mencionou que entre as justificativas da recusa de filme pelos festivais brasileiros estava o estranhamento – ou seria descabimento? – com o fato de o elenco ser composto totalmente ...

    Leia mais
    Página 1 de 2 1 2

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Instagram

    Twitter

    Facebook

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist