terça-feira, dezembro 6, 2022
InícioÁfrica e sua diásporaEntretenimentoViola Davis é indicada ao Grammy 2023 e pode se tornar EGOT

Viola Davis é indicada ao Grammy 2023 e pode se tornar EGOT

A consagrada artista já possui o Emmy, Tony e Oscar

Viola Davis pode conquistar um grande marco em sua carreira. Após ser indicada ao Grammy 2023 nesta terça-feira (15), ela está prestes a se tornar EGOT. A artista, que é um dos grandes nomes da atualidade, já conquistou o Emmy, Oscar e Tony.

Nesta terça-feira (15), foram divulgados os artistas e obras indicados ao Grammy Awards 2023. Viola Davis concorre a categoria de “Best Audio Book, Narration & Storytelling Recording” (Melhor Gravação de Audiobook, Narração e Gravação) por “Finding Me”. Essa é a primeira vez que Viola é indicada à premiação e, se vencer, entrará para o seleto grupo de artistas EGOT.

A abreviação EGOT engloba os nomes dos maiores prêmios do entretenimento: Emmy, Grammy, Oscar e Tony. Apenas 18 artistas já alcançaram o título, são esses: Richard Rodgers (compositor), Helen Hayes (atriz), Rita Moreno (atriz), John Gielgud (ator), Audrey Hepburn (atriz), Marvin Hamlisch (compositor), Jonathan Tunick (maestro), Mel Brooks (roteirista, diretor e compositor), Mike Nichols (diretor), Whoopi Goldberg (atriz), Scott Rudin (produtor), Robert Lopez (compositor), John Legend (cantor e ator), Tim Rice (compositor), Andrews Lloyd Webber (compositor), Alan Menken (compositor) e Jennifer Hudson (atriz).

Aos 57 anos, Viola está prestes a alcançar esse marco. Ela já venceu duas vezes o Tony Awards, pelas obras “King Hedley II” (2001) e “Fences” (2010), o Emmy pela aclamada série “How to Get Away With Murder” (2015) e o Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante por “Um Limite Entre Nós”, em 2017.

A cerimônia de premiação do Grammy acontece em 5 de fevereiro de 2023.

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench