Candidata francesa é acusada de ir à baile de extrema-direita

A organização SOS Racismo denunciou neste domingo a presença de Marine Le Pen num “baile para nostálgicos do Terceiro Reich”, organizado na sexta-feira, em Viena, por organizações estudantis de extrema-direita.

A presidente da Frente Nacional francesa “foi a convidada de honra de Martin Graf, terceiro vice-presidente do Parlamento austríaco, para a festa de gala no Hofburg, o palácio de inverno dos Habsburgo”, promovida pelo grupo Olympia, divulgou a SOS Racismo em comunicado. A data do baile coincide “com o 67 anos de libertação do campo de Auschwitz”, diz a organização antirracista francesa”.

Marine Le Pen, candidata de seu partido às próximas eleições presidenciais francesas, viajou a Viena por insistência do líder do partido de extrema-direita FPO, Heinz-Christian Strache, como integrante da Aliança Europeia para a Liberdade (EAF), que reúne formações europeias populistas e da ultradireita.

Para A SOS Racismo, Martin Graf é “um dos representantes mais duros e violentos da extrema-direita europeia”. “O grupo Olympia, ideólogo da EAF, é uma corporação secreta, proibida a judeus e mulheres, e seus membros têm por missão veicular ideias neonazistas”, diz o comunicado.

O fundador da Frente Nacional e pai da candidata às eleições, Jean-Marie Le Pen, qualificou o baile de “magnífico acontecimento que reconstitui a Viena do século XIX. É Strauss sem Kahn, por assim dizer”, acrescentou, num jogo de palavras.

Na frase, Jean-Marie Le Pen associou o célebre compositor de valsas Johann Strauss, e o socialistas francês Dominique Strauss-Kahn, obrigado a deixar o cargo de diretor-gerente do FMI em maio passado, em meio a uma acusação de tentativa de estupro nos Estados Unidos, no momento em que liderava as pesquisas para as próximas eleições presidenciais francesas.

 

 

 

Fonte: Terra

+ sobre o tema

Brancos, vamos falar de cotas no serviço público?

Em junho expira o prazo da lei de cotas nos...

Em junho, Djavan fará sua estreia na Praia de Copacabana em show gratuito

O projeto TIM Music Rio, um dos mais conhecidos...

O precário e o próspero nas políticas sociais que alcançam a população negra

Começo a escrever enquanto espero o início do quarto...

Estado Brasileiro implementa políticas raciais há muito tempo

Neste momento, está em tramitação no Senado Federal o...

para lembrar

Mackenzie expulsa estudante que gravou vídeo armado e ameaçou matar negros

Pedro Baleotti, eleitor de Jair Bolsonaro, divulgou um vídeo...

Meninos vítimas de racismo em hipermercado reconhecem mais um segurança suspeito de agressão

Outro funcionário do Extra já havia sido reconhecido em...

Shopping de área nobre de SP quer apreender crianças de rua e entregar para PM

Estabelecimento no bairro de Higienópolis, uma das regiões mais...

Anulação de provas do Enem gera ataques de xenofobia

OAB-CE vai analisar os comentários para decidir sobre a...
spot_imgspot_img

Quanto custa a dignidade humana de vítimas em casos de racismo?

Quanto custa a dignidade de uma pessoa? E se essa pessoa for uma mulher jovem? E se for uma mulher idosa com 85 anos...

Unicamp abre grupo de trabalho para criar serviço de acolher e tratar sobre denúncias de racismo

A Unicamp abriu um grupo de trabalho que será responsável por criar um serviço para acolher e fazer tratativas institucionais sobre denúncias de racismo. A equipe...

Peraí, meu rei! Antirracismo também tem limite.

Vídeos de um comediante branco que fortalecem o desvalor humano e o achincalhamento da dignidade de pessoas historicamente discriminadas, violentadas e mortas, foram suspensos...
-+=