Casal Obama esbanja charme durante a festa de posse

O presidente americano, Barack Obama, e sua mulher, Michelle, encerraram a sua festa de posse com um baile ao ritmo do “soul” e cheio de piscadelas de cumplicidade entre os dois, em uma jornada que, segundo o líder, demonstra “a majestade da nossa democracia”.

O baile inaugural no Centro de Convenções de Washington, repleto de mulheres em vestidos de noite e homens de fraque, culminou com o casal presidencial abraçado ao ritmo de Let’s Stay Together, interpretado ao vivo pela cantora Jennifer Hudson.

O presidente e a primeira-dama sussurraram um ao ouvido do outro alguns trechos da canção, uma das favoritas de Obama, frente a uma multidão de fãs que aguardou durante horas para poder assistir ao momento mais esperado da noite.

O baile de posse concentrou em um gigantesco salão do Centro de Convenções de Washington milhares de convidados, que previamente assistiram a apresentações da banda mexicana Maná, da cantora Alicia Keys e do grupo Fun.

Obama, que já confessou não ser um bom dançarino, cedeu a liderança na pista a sua mulher, que improvisou passos em várias ocasiões, apesar de deixar-se levar por seu marido nos compassos mais melódicos da música.

Com um vestido de veludo no tom vermelho rubi, aberto nas costas e desenhado pelo estilista Jason Wu, e sapatos de salto criados por Jimmy Choo, Michelle foi o centro dos olhares, com uma combinação de vestuário e joias que, como é tradição, acabará no Arquivo Nacional dos EUA. Tal qual em 2009, Jason Wu vestiu Michelle, que desta vez abriu mão do branco por um chamativo tom de vermelho.

Milhares de telefones celulares e câmeras fotográficas registraram o baile de um casal que demonstra uma confiança que deslumbra os americanos. Apesar do cansaço dos presentes, a multidão dançou ao ritmo de Alicia Keys, que parafraseou uma de suas canções para garantir: “Obama is on fire” (Obama está quente). Já os mexicanos do Maná lembraram que Obama é a “esperança para a América Latina”.

Muitos dos que compartilharam a festa que marcou o início do segundo e último mandato de Obama são doadores do presidente, voluntários ou trabalhadores de sua campanha e políticos influentes do Partido Democrata.

Antes de sua saída ao palco, o presidente e sua mulher participaram, no próprio Centro de Convenções, de uma festa com membros do Exército na qual o presidente aproveitou para agradecer a quem serve ao país.

O presidente americano voltou a lembrar que graças aos homens e às mulheres das Forças Armadas a Guerra do Iraque chegou ao fim, “foi feita justiça com Osama bin Laden” e “os afegãos ganharam a possibilidade de determinar seu destino”. “Vamos em frente e seguiremos mantendo a nossa força militar como a melhor força de luta que o mundo jamais conheceu”, ressaltou.

Obama participou de uma videoconferência com militares americanos desdobrados no Afeganistão, a quem agradeceu em frente ao público por seus sacrifícios e sua luta diária.

O presidente disse que este longo dia de festividades pelo início de um novo mandato permite “experimentar a majestade da nossa democracia, um ritual só possível na forma de um governo pelo e para o povo”.

 Leia também

Michelle Obama em 23 momentos de Primeira Dama

Fonte: Terra

+ sobre o tema

Detenção de Mano Brown exemplifica a mensagem de Cores e Valores

Pedro Paulo Soares Pereira, 44 anos, também conhecido como...

A inteligência de cada um

Estudos mostram que a genética é crucial. Outros fatores...

Últimas tropas de combate dos EUA deixam o Iraque

Segundo redes americanas, tropas deixam o país em direção...

Manifestações livres sobre qualquer assunto

Por Leno F. Silva De novo, mais uma...

para lembrar

Douglas Belchior: por que estar nas ruas contra o golpe

Professor, ativista social e militante do Movimento Negro fala sobre...

Gastrofascismo

A doença infantil do antipetismo criou, no Brasil, a...

Cerca de 40% dos europeus sofrem de algum transtorno mental, mostra estudo

Os europeus têm sido mais afetados pelo transtorno mental...

Jesus ou Barrabás

essa semana, santa, comemoramos o martírio de um líder...

Fim da saída temporária apenas favorece facções

Relatado por Flávio Bolsonaro (PL-RJ), o Senado Federal aprovou projeto de lei que põe fim à saída temporária de presos em datas comemorativas. O líder do governo na Casa, Jaques Wagner (PT-BA),...

Barack Obama elege seus filmes favoritos de 2023; veja lista

Tradicionalmente, o ex-presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, escolhe seus filmes, músicas e livros favoritos do ano. Nesta quarta-feira (27), Obama compartilhou em suas...

Morre o político Luiz Alberto, sem ver o PT priorizar o combate ao racismo

Morreu na manhã desta quarta (13) o ex-deputado federal Luiz Alberto (PT-BA), 70. Ele teve um infarto. Passou mal na madrugada e chegou a ser...
-+=