Cate Blanchett ataca a desigualdade salarial entre homens e mulheres

A atriz, ganhadora de dois Oscar e mãe de três filhos, critica “toda a indústria” do cinema por manter essa tendência

A atriz australiana Cate Blanchett, ganhadora de dois Oscar e mãe de três filhos, lançou nesta sexta-feira uma advertência pela igualdade de gênero na indústria do cinema, direto da sala de conferências do Festival de Cannes, onde apresentou Como Treinar o seu Dragão 2,longa fora de competição na localidade francesa.

“Seguimos em um mundo em que se continua sem pagar o mesmo a homens e mulheres, e não entendo isso”. “Não me refiro à Dreamworks, senão a toda a indústria”, disse a intérprete de 45 anos, habituada a ter de falar sobre sua condição de artista de sucesso e mãe de três crianças.

“É uma pergunta que só é feita a mulheres”, acrescentou a musa de Woody Allen, Alejandro González Iñárritu e Wes Anderson, que participou de quase 50 longas e se converteu em uma das profissionais mais aplaudidas do mundo do cinema. Blanchett, que dá voz nesse filme de animação a Valka, uma nova personagem para a tribo viking de Berk e seus dragões, sublinhou que “ainda é surpreendente que essas perguntas sejam feitas”.

No entanto, a atriz não se mostrou contrariada absolutamente ante os meios de comunicação, senão abertamente amável, muito irônica e divertida. A primeira questão sobre seus filhos foi driblada com elegância (Você está me perguntando se ainda tenho uma carreira em Hollywood?”) e abordou o assunto sobre as crianças e os Oscar com bom humor. “Todos os dias a mamãe senta em uma cadeira e as deixa acariciar durante quinze minutos a estatueta”, caçoou.

Fonte: El Pais 

+ sobre o tema

Edital Mulheres em Movimento 2020: solidariedade e confiança totais

Considerando a pandemia de covid-19 e a importância de...

8 jornalistas negras que você precisa conhecer

Neste dia de luta da população negra brasileira, lembramos...

Única, poderosa, absoluta

Espetacular! no HuffPost Brasil A incrível Simone Bailes, ouro na ginástica...

Crimes contra as mulheres são uma triste rotina na capital do país

Crimes cometidos contra as mulheres viraram uma lamentável rotina no Distrito...

para lembrar

Menos de 1% dos municípios do Brasil tem só mulheres na disputa pela prefeitura

Em 39 cidades brasileiras, os eleitores já sabem que...

Pesquisadora questiona abordagem a mulheres negras em livros didáticos

Segundo educadora, personagens são colocadas como vítimas e subalternas. Tese...

Denúncias de violência contra a mulher em São Luís batem recorde em 2018

"Não é necessariamente que a violência está aumentando, mas...
spot_imgspot_img

Machismo contribui para a remuneração das mulheres ser inferior à dos homens

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mulheres têm remuneração, em média, 17% menor que a dos homens e, até mesmo...

Aos 82, Benedita da Silva lembra trajetória de luta pelas minorias: “Ainda falta muito”

A deputada federal Benedita da Silva (PT-RJ) afirmou que o cenário das minorias já melhorou bastante no Brasil, mas ainda há muito a ser...

Mulheres são assassinadas mesmo com medidas protetivas; polícia prendeu 96 por descumprimento

Casos recentes de mulheres mortas após conseguirem medidas protetivas contra ex-companheiros mostram que o assunto ainda é um desafio no combate à violência contra...
-+=