CEO da Starbucks pede desculpas pela detenção de dois homens negros

Empresa tem vindo a ser acusada de racismo e diversas manifestações têm ocorrido junto às lojas da marca depois de dois homens terem sido detidos

Do Notícias ao Minuto  

Foto© Reuters

O CEO da Starbucks, Kevin Johnson, pediu desculpas aos dois homens detidos numa das lojas da empresa em Filadélfia, nos EUA. O responsável citou um vídeo filmado por clientes que descrevia como “muito difícil de ver”, acrescentando que “as ações nele retratadas não representam os valores e a missão da Starbucks”.

Segundo a BBC, dois homens foram detidos pela polícia depois de terem entrado no estabelecimento e, sem nada pedirem, se terem sentado numa mesa, enquanto esperavam por um amigo.

Este caso levou a acusações de racismo, nas redes sociais, e também à realização de manifestações à porta de estabelecimentos da marca.

Melissa DePino publicou no Twitter um vídeo deste incidente filmado por um amigo que se encontrava no café na quinta-feira, quando ocorreu o incidente.

+ sobre o tema

Racismo na cabelereira

Cecilia é uma cientista com um cabelão loiro, crespo,...

Marcha Contra o Genocídio do Povo Negro

Mobilização pede fim do genocídio de jovens negros no...

Quilombos podem ajudar a mudar o racismo estrutural?

No final deste ano após tantas perdas, inclusive entre...

Tecnomacumba, 20 anos de axé!

Quando assisti Tecnomacumba pela primeira vez, Ribeiro ainda era o sobrenome...

para lembrar

Voltando para casa

Nas semanas iniciais do isolamento social, Sabrina Fidalgo, mulher...

Comissão Brasileira de Justiça e Paz lança observatório de temas raciais Dom José Maria Pires

A Comissão Brasileira Justiça e Paz (CBJP), organismo vinculado...

Como uma poça de sangue impulsionou a luta dos imigrantes no Reino Unido

Conheça trajetória do ativista de origem indiana Suresh Grover,...

Norte-americanos brancos se unem aos protestos contra o racismo

Cada dia mais americanos brancos se unem aos protestos...
spot_imgspot_img

O papel de uma líder branca na luta antirracista nas organizações 

Há algum tempo, tenho trazido o termo “antirracista” para o meu vocabulário e também para o meu dia a dia: fora e dentro do...

Mortes pela polícia têm pouca transparência, diz representante da ONU

A falta de transparência e investigação nas mortes causadas pela polícia no Brasil foi criticada pelo representante regional para o Escritório do Alto Comissariado...

Presos por racismo

A dúvida emergiu da condenação, pela Justiça espanhola, de três torcedores do Valencia por insultos racistas contra Vini Jr., craque do Real Madrid e da seleção brasileira. O trio...
-+=