segunda-feira, outubro 25, 2021
InícioÁfrica e sua diásporaCinema volta à Somália após décadas de proibição

Cinema volta à Somália após décadas de proibição

Dezenas de somalis posaram para selfies e conversaram animadamente em fileiras de cadeiras de pelúcia vermelha enquanto esperavam o início da primeira exibição de cinema no país em três décadas.

blank
epois de 30 anos sem exibições, cinema reabre na capital da Somália nesta quarta (22) — Foto: Abdirahman Yusuf/AFP

Entre a plateia do Teatro Nacional estava Kaif Jama, de 24 anos, roteirista e estrela dos dois filmes em cartaz: o terror “Hoos”, sobre uma mulher solteira que se muda para uma casa vazia, e uma comédia não tão romântica intitulada “Date from Hell”.

“Isto significa algo para todos, incluindo eu. Isto é para cada somali que quer fazer filmes”, disse Jama, que usava um vestido tradicional com listras prateadas, amarelas e verdes.

Ela deixou a Somália quando tinha seis anos e circulou entre o Quênia e Uganda até se estabelecer no Cairo aos 19 anos.

Desde então, ela já fez 60 curtas-metragens e esquetes com o cineasta conterrâneo Ibrahim CM.

Há anos os somalis assistem filmes indianos e árabes em suas televisões, contou ela. “Mas se nossos próprios filmes forem para o cinema e as TVs, cada pessoa e criança somali será moldada e influenciada por sua própria cultura.”

Militantes islâmicos que assumiram o controle do país em 2006 fecharam o Teatro Nacional, proibindo todo tipo de entretenimento “pecaminoso”, mas tropas da União Africana retomaram a capital em 2011 e o novo governo de apoio ocidental o reabriu no ano seguinte.

“A ultima vez que assisti filmes no cinema foi em 1991”, contou Hassan Abdulahi Mohamed, morador de Mogadício.

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!
RELATED ARTICLES