Cinema volta à Somália após décadas de proibição

Dezenas de somalis posaram para selfies e conversaram animadamente em fileiras de cadeiras de pelúcia vermelha enquanto esperavam o início da primeira exibição de cinema no país em três décadas.

epois de 30 anos sem exibições, cinema reabre na capital da Somália nesta quarta (22) — Foto: Abdirahman Yusuf/AFP

Entre a plateia do Teatro Nacional estava Kaif Jama, de 24 anos, roteirista e estrela dos dois filmes em cartaz: o terror “Hoos”, sobre uma mulher solteira que se muda para uma casa vazia, e uma comédia não tão romântica intitulada “Date from Hell”.

“Isto significa algo para todos, incluindo eu. Isto é para cada somali que quer fazer filmes”, disse Jama, que usava um vestido tradicional com listras prateadas, amarelas e verdes.

Ela deixou a Somália quando tinha seis anos e circulou entre o Quênia e Uganda até se estabelecer no Cairo aos 19 anos.

Desde então, ela já fez 60 curtas-metragens e esquetes com o cineasta conterrâneo Ibrahim CM.

Há anos os somalis assistem filmes indianos e árabes em suas televisões, contou ela. “Mas se nossos próprios filmes forem para o cinema e as TVs, cada pessoa e criança somali será moldada e influenciada por sua própria cultura.”

Militantes islâmicos que assumiram o controle do país em 2006 fecharam o Teatro Nacional, proibindo todo tipo de entretenimento “pecaminoso”, mas tropas da União Africana retomaram a capital em 2011 e o novo governo de apoio ocidental o reabriu no ano seguinte.

“A ultima vez que assisti filmes no cinema foi em 1991”, contou Hassan Abdulahi Mohamed, morador de Mogadício.

+ sobre o tema

Mandela 100 anos: mundo relembra um dos maiores líderes do século 20

O mundo celebra hoje (18) o centenário de Nelson...

Samuel L. Jackson negocia participar de filme de ação independente

Samuel L Jackson negocia participar de filme. "Deathgames", um filme...

Mumia Abu Jamal: Do corredor da morte ao mundo

"Porque é preciso muita gente para fazer a revolução,...

para lembrar

MinC seleciona projetos de hip-hop inscritos no Prêmio Cultura Viva

A Secretaria de Cidadania e Diversidade Cultural do Ministério...

Com mieloma múltiplo, Luiz Melodia faz quimioterapia e é internado na UTI

O cantor Luiz Melodia, 66, está internado desde terça-feira...

O livro ‘Domingos Sodré, um sacerdote africano’

História e Outros Assuntos: “Domingos Sodré, um sacerdote africano” Nesta...
spot_imgspot_img

Estou aposentada, diz Rihanna em frase estampada na camiseta

"Estou aposentada", é a frase estampada na camiseta azul que Rihanna, 36, vestia na última quinta-feira (6), em Nova York. Pode ter sido uma brincadeira, mas...

Segundo documentário sobre Luiz Melodia disseca com precisão o coração indomado, rebelde e livre do artista

Resenha de documentário musical da 16ª edição do festival In-Edit Brasil Título: Luiz Melodia – No coração do Brasil Direção: Alessandra Dorgan Roteiro: Alessandra Dorgan, Patricia Palumbo e Joaquim Castro (com colaboração de Raul Perez) a partir...

Flávia Souza, titular do Fórum de Mulheres do Hip Hop, estreia na direção de espetáculo infantil antirracista 

Após mais de vinte anos de carreira, com diversos prêmios e monções no teatro, dança e música, a multiartista e ativista cultural, Flávia Souza estreia na...
-+=