CMS aprova projeto que institui Dia em Memória aos Mártires da Revolta dos Búzios

A Câmara de Vereadores aprovou na última quarta-feira (2) um projeto que institui o 8 de novembro como Dia Municipal em Memória aos Mártires da Revolta dos Búzios. O texto é de autoria de Marta Rodrigues (PT), e homenageia Luís Gonzaga das Virgens Veiga, João de Deus do Nascimento, Manuel Faustino dos Santos Lira e Lucas Dantas de Amorim Torres, todos enforcados e esquartejados exatamente no dia 8 de novembro de 1799, na Praça da Piedade.

por Matheus Caldas, do Bahia Noticias

Foto: Reprodução / etniabrasileira.com.br

“A criação de um dia para homenageá-los é uma forma de diminuir o processo de invisibilização ao qual o povo negro foi submetido desde o descobrimento do Brasil”, explicou a parlamentar. “Até hoje, os livros de história do país continuam a recusar o protagonismo do povo negro na luta pela justiça social e pelo fim da escravidão por causa do olhar colonizador que toma conta do país. Leis como esta contribuem para valorizar a nossa verdadeira história”, acrescentou.

HISTÓRIA
Também conhecida como Revolta dos Alfaiates ou Conjuração Baiana, o movimento, influenciado pela Inconfidência Mineira e com inspirações no Iluminismo, tinha seis pautas principais: abolição da escravatura, proclamação da República, diminuição dos impostos, abertura dos portos, fim do preconceito e aumento salarial.

Após investigações, os quatro foram condenados à morte. Pela sentença, eles tiveram os seus nomes e memórias considerados como “malditos” até à terceira geração. Após isto, partes dos corpos dos mártires foram expostas durante cinco dias em quatro pontos da cidade – a Lucas Dantas ficou espetada no Campo do Dique do Desterro; a de Manuel Faustino, no Cruzeiro de São Francisco; a de João de Deus, na Rua Direita do Palácio (atual Rua Chile); e a cabeça e as mãos de Luís Gonzaga ficaram pregadas na forca, levantada na Praça da Piedade.

 

Leia Também:

Revolta dos Búzios

Hoje na História, 1798, Revolta de Búzios ou Conjuração Baiana

+ sobre o tema

13 de Maio – A Resistência

Os africanos escravizados no Brasil não demoraram muito para...

A Carta de Willie Lynch

QUEM ERA WILLIE LYNCH? Willie Lynch foi um proprietário de...

Racismo Uma História

Racismo Uma História. O filme aborda o cruel legado...

A rota do escravo – a alma da resistência

A rota do escravo - a alma da resistência síntese...

para lembrar

Brasil, um país africano – professor Luiz Felipe de Alencastro

O Instituto Lula publica hoje uma série de seis...

Abolicionista negro será reconhecido pela OAB

Luiz Gonzaga Pinto da Gama, abolicionista negro que libertou...

Hoje na História, 21 de março de 1960 acontecia o Massacre de Shaperville

21 de março é o Dia Internacional da Eliminação da Discriminação Racial,...

UNESCO: memória sobre escravidão é importante para construir futuro melhor

No Dia Internacional para Relembrar o Tráfico de Escravos...
spot_imgspot_img

Dia de Martin Luther King: 6 filmes para entender sua importância nos EUA

O dia de Martin Luther King Jr. é um feriado nacional nos Estados Unidos, celebrado toda terceira segunda-feira do mês de janeiro. Neste ano,...

Luiza Mahin: a mulher que virou mito da força negra feminina

Não há nenhum registro conhecido sobre Luiza Mahin, mulher que possivelmente viveu na primeira metade do século 19, que seja anterior a uma carta...

“Quarto de Despejo”, clássico de Carolina Maria de Jesus, vai ganhar filme

Vivendo de maneira independente, ela optou por não se casar, dedicou-se à costura, tocava violão e escrevia livros que ilustram como jovens negras, nascidas em favelas...
-+=