Guest Post »
Colocar imagem de ex-escrava e líder abolicionista em nota de US$ 20 já não é prioridade, diz secretário do Tesouro dos EUA

Colocar imagem de ex-escrava e líder abolicionista em nota de US$ 20 já não é prioridade, diz secretário do Tesouro dos EUA

Administração Obama tinha proposto de colocar imagem de Harriet Tubman, heroína da luta contra a escravidão, nas notas de US$ 20 em substituição do presidente Andrew Jackson.

Do G1

O secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Steve Mnuchin, declarou que colocar a imagem da primeira mulher negra nas notas de US$ 20 “já não é prioridade” do governo liderado por Donald Trump.

“Não estou focado nessa questão no momento. No momento, temos questões muito mais importantes a serem tratadas”, declarou Mnuchin em entrevista à rede norte-americana CNBC. O secretário do Tesouro salientou como, em vez disso, ele está se concentrado em lutar contra as fraudes e as falsificações das notas de dólares americanos.

A proposta de colocar a imagem de Harriet Tubman, líder da luta contra a escravidão, foi apresentada pela administração Obama, em 2016. Jack Lew, então secretário do Tesouro, propôs colocar a Tubman na nota de US$ 20, substituindo Andrew Jackson, o sétimo presidente dos EUA e dono de escravos.

Em 2016, durante a campanha presidencial, o então candidato Donald Trump declarou ao programa “TODAY” da NBC: “Acho Harriet Tubman fantástica. Eu adoraria deixar Andrew Jackson e ver se talvez possamos encontrar outra nota para ela. Talvez nós façamos uma nova nota de US$ 2 ou façamos outra nota”.

 
Entretanto, em outra ocasião Trump declarou que não concordava em substituir Jackson na nota. “Não gosto de ver isso. Sim, eu acho que é puro politicamente correto. Jackson permaneceu na nota por muitos, muitos anos. E, você sabe, ele realmente representa alguém muito importante para esse país”, afirmou o presidente dos EUA.

Trump nunca fez mistério de sua admiração por Jackson. Ele até colocou um retrato de Jackson no Salão Oval, seu escritório na Casa Branca.

Abolicionista

Tubman nasceu durante a escravidão, em 1822, e foi libertada deste regime em 1849. Ela passou a organizar redes de resgate de escravos. Durante a Guerra Civil americana (1861-1865) atuou com o exército da União, inclusive como espiã. Tubman morreu em 1913, aos 91 anos.

Conhecida por sua luta abolicionista, Tubman também lutou em defesa do voto feminino.

Desde 1928, as notas de US$ 20 são estampadas com o rosto de Andrew Jackson, o sétimo presidente dos Estados Unidos, que governou o país de 1829 a 1837.

Junto com a decisão de homenagear Tubman, as autoridades anunciaram a decisão de manter Alexander Hamilton – fundador do Departamento do Tesouro – na cédula de US$ 10.

Related posts