Conen e governo discutem políticas públicas para afrodescendentes

As propostas solicitam ações governamentais para 26 territórios de identidade

Lideranças do Conselho Nacional de Entidades Negras (Conen) apresentaram aos representantes da Secretaria de Relações Institucionais do Estado da Bahia (Serin), na manhã desta sexta-feira (18), uma agenda de propostas e sugestões de ações para o fortalecimento da interlocução entre o poder público e os movimentos sociais ligados a questões étnico-raciais.

As propostas contemplam, principalmente, as áreas de segurança pública, cidadania, direitos humanos, desenvolvimento social, saúde, educação e cultura. Além disso, foram solicitadas, também, ações governamentais que abranjam os 26 territórios de identidade, com destaque para o Recôncavo Baiano e a Região Metropolitana de Salvador, regiões que concentra boa parte dos afrodescendentes.

Segundo o coordenador de Políticas para a Juventude da Serin, Éder Valadares, o fortalecimento do diálogo do governo com os movimentos sociais e setores organizados da sociedade civil traz a possibilidade de avanços nas políticas públicas de Estado voltadas para as comunidades negras. “É do extremo interesse do Estado a abertura e a consolidação desse canal de comunicação”. Ele salienta, ainda, que as demais secretárias estaduais serão consultadas, e que o governo fará o possível para atender a todos os pleitos propostos nas agendas colocadas pela Conen. “Além disso, a organização das Nações Unidas (ONU) decretou 2011 como o ano internacional dos afrodescendentes e a Bahia é mundialmente reconhecida como maior ícone cultural das tradições afrodescendentes fora do continente africano. É a Roma Negra das Américas”, declara o coordenador.

No encontro, que aconteceu na sala de reuniões da Serin, estavam presentes pelo Conen: Roque Peixoto, coordenador de Juventude e Relações Institucionais; Gilberto Leal, coordenador nacional; Jussara Santana, Cristiano Lima e Ademário Sena, coordenadores estaduais. Representando o governo estadual, estavam Emílson Piau, chefe de gabinete, além do coordenador Éden Valadares.

Fonte: Dep. Zé Neto

+ sobre o tema

Comunidade quilombola de Cairu (BA) é ameaçada por fazendeiro

Batateira, quilombo situado numa ilha no município de...

Quilombolas poderão comercializar produtos com nota fiscal

Quilombolas do estado do Espírito Santo, certificados pela Fundação...

Fundo Rotativo Solidário beneficiará empreendedores do Fórum da Economia do Negro de Fortaleza (CE)

Por: Karol Assunção   Adital – Empreendedores/as da capital cearense organizados...

para lembrar

Lei inclui ‘Afoxé Omo Oxum’ no calendário cultural de Sergipe

O ano de 2011 começou a todo vapor para...

Valdecir Nascimento: Carta manifesto de apoio a Valdecir Nascimento

Exmo.sr. Jaques Wagner Governador do Estado da Bahia Salvador/BA...

Heróis Negros – liderança e sabedoria

Por que os Heróis não são Heróis negros? Pergunta...

Ministras buscam parcerias com estados pela igualdade racial e de gênero

  As possibilidades de parcerias e convênios entre o governo...
spot_imgspot_img

João Cândido e o silêncio da escola

João Cândido, o Almirante Negro, é um herói brasileiro. Nasceu no dia 24 de junho de 1880, Encruzilhada do Sul, Rio Grande do Sul....

Com discurso de Lula e da ministra Anielle Franco no Fórum de Afrodescendentes na ONU, Geledés aponta que o Brasil está no caminho certo...

“Para Geledés, o Fórum Permanente de Afrodescendentes é extremamente importante, porque pode construir, no sentido mais amplo, compromissos de enfrentamento ao racismo global. Sobre...

Levantamento mostra que menos de 10% dos monumentos no Rio retratam pessoas negras

A escravidão foi abolida há 135 anos, mas seus efeitos ainda podem ser notados em um simples passeio pela cidade. Ajudam a explicar, por...
-+=