Crime bárbaro em SC: jovem gay sofre estupro coletivo e é tatuado à força com palavras homofóbicas

Jovem ainda sofreu tortura com objetos cortantes e foi internado em estado grave; polícia trata o caso como crime de ódio

Um crime bárbaro ocorrido em Florianópolis (SC) vem mobilizando a comunidade LGBT. Um jovem de 22 anos sofreu um estupro coletivo de três agressores, foi agredido, torturado e ainda teve seu corpo tatuado à força com palavras homofóbicas.

O caso aconteceu na última segunda-feira (31) na região central da capital catarinense e foi divulgado nesta sexta-feira (4) pela página Universo LGBTQIA+ no Instagram. A ocorrência, inicialmente registrada na Delegacia de Polícia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso (DPCAMI), foi encaminhada para a 5ª Delegacia de Polícia de Florianópolis e as investigações ocorrem sob sigilo para preservar a integridade da vítima.

Segundo a polícia, três homens estupraram o jovem homossexual e o violentaram inserindo objetos cortantes em seu ânus, além de tatuá-lo à força. A vítima está internada em estado grave e os criminosos ainda não foram localizados.

Em nota divulgada nesta sexta-feira (5), a Ordem dos Advogados do Brasil seccional Santa Catarina (OAB-SC) divulgou uma nota em repúdio ao crime bárbaro e manifestando apoio e solidariedade ao jovem agredido.

“As Comissões estão diligenciando esforços, junto às delegacias especializadas e entidades de proteção à comunidade LGBTQI+, para obtenção de informações sobre a apuração da autoria do crime e no auxílio jurídico e atenção aos familiares da vítima, manifestando, desde já, toda a solidariedade”, diz um trecho do texto.

Confira a íntegra da nota aqui.

+ sobre o tema

Uma das principais vozes da literatura africana atual

Uma das convidadas da Flip, escritora nascida em Ruanda...

O que fazer diante do racismo?

Quatro mulheres que já tiveram que lidar – e...

Caso Marielle: Dodge denuncia 5 por interferência na investigação e pede abertura de novo inquérito

Em seu último dia como procuradora-geral da República, Raquel...

Além do espelho

Sinopse "Nós temos uma poderosa arma, que é a memória,...

para lembrar

Campeã mundial, Rafaela Silva fica com o bronze no Pan de Toronto

Rafaela Silva é uma das atletas mais consistentes da...

“Um dia vou te matar”: como Roraima se tornou o Estado onde as mulheres mais morrem no Brasil

HRW aponta falha na investigação e arquivamento de denúncias...

Hoje na história, 17 de Maio é dia Internacional contra a Homofobia, Lesbofobia e Transfobia

Transviado. Pervertido. Anormal. Doente. Estes termos utilizados contra os...

Pesquisa mostra que gestantes precisam de mais informação para optar por parto natural

A informação sobre os procedimentos a que serão submetidas...
spot_imgspot_img

Maria da Conceição Tavares: quem foi a economista e professora que morreu aos 94 anos

Uma das mais importantes economistas do Brasil, Maria da Conceição Tavares morreu aos 94 anos, neste sábado (8), em Nova Friburgo, na região serrana do Rio...

Como poluição faz meninas menstruarem precocemente

Novas pesquisas mostram que meninas nos EUA estão tendo sua primeira menstruação mais cedo. A exposição ao ar tóxico é parcialmente responsável. Há várias décadas, cientistas ao redor do...

Leci Brandão recebe justa homenagem

A deputada estadual pelo PC do B, cantora e compositora Leci Brandão recebe nesta quarta (5) o Colar de Honra ao Mérito Legislativo do...
-+=