segunda-feira, março 8, 2021

Tag: LGBTfobia

DEPUTADA ESTADUAL MÔNICA SEIXAS, DO PSOL-SP (FOTO: AGÊNCIA ALESP)

Individualismo e preconceito não podem prevalecer em mandatos coletivos

A Mandata Ativista, que foi eleita em 2018 para o cargo de deputada estadual em São Paulo, é um projeto democrático, coletivo e diverso. Somos um dos primeiros mandatos coletivos eleitos no país, com uma votação recorde e que, até agora, já apresentou uma enorme variedade de projetos de lei, de requerimentos parlamentares, promoveu reuniões, audiências públicas, encontros comunitários e fiscalizou o Executivo. Neste momento, somos um coletivo de sete codeputadas, que representam lutas diversas: indígena, negra, mãe, LGBTQIA+, periférica, cultural, educadora e ambiental, entre outras. A mim, que sou uma mulher negra, feminista, socialista, periférica e mãe, cabe a representação institucional do coletivo, no plenário da Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo). Fomos eleitas pelo PSOL, a partir do projeto Bancada Ativista e somos oposição ao governo João Doria (PSDB). Dois pilares sustentam a experiência inovadora que realizamos e que inspirou a multiplicação de mandatos coletivos eleitos em 2020: ...

Leia mais
Patrícia Borges, colaboradora da candidata à vereadora Erika Hilton (PSOL), mostrando as marcas da mordida deixada pela agressora Imagem: Arquivo Pessoal

SP: Colaboradora de candidata trans é agredida com mordidas na Av. Paulista

Patrícia Borges, mulher trans e colaboradora da candidata à vereadora Erika Hilton (PSOL), também mulher trans, foi atacada na tarde de hoje durante panfletagem em frente ao Shopping Center 3, na Avenida Paulista, em São Paulo. Ao ser abordada pelos apoiadores de Hilton, uma mulher que não teve a identidade revelada se recusou a ouvir as propostas e começou a agredir Patrícia verbalmente e fisicamente, com golpes de barra de ferro e mordidas, segundo relato da colaboradora. Ela teria tido ajuda de dois outros homens — um deles seria namorado da suposta agressora. "Ela foi abordada primeiramente por outra pessoa que estava comigo e fui reforçar a importância de eleger a primeira vereadora transexual, travesti, preta, periférica, e que a gente precisava de alternância de poder", relatou Patrícia em entrevista ao UOL. "Ela me disse 'eu não vou votar em travesti' e começou a me xingar Patrícia Borges, em entrevista ao ...

Leia mais
(Reprodução/Getty Images)

Projeto Escola + Diversa| Chamada para Juventudes LGBTQIA+

O Escola +Diversa é um projeto desenvolvido pelo CIEDS, em parceria com o banco Itaú e a consultoria Mais Diversidade, e tem como objetivo contribuir para a criação de estratégias de combate à LGBTfobia no ambiente escolar. O projeto está abrindo uma seleção de jovens LGBTQIA+ para participarem das oficinas online que serão realizadas em novembro e dezembro de 2020. As oficinas terão como objetivo a construção do Mapa da Diversidade (uma caixa de ferramentas pedagógicas que apoiará as comunidades escolares no enfrentamento dos preconceitos e práticas discriminatórias). Se você conhece jovens LGBTQIA+ com idade entre 18 e 24 anos, que estejam estudando atualmente ou que tenham concluído o ensino médio na rede pública de educação, faça sua indicação preenchendo as informações do link abaixo. Serão selecionadas 27 jovens ao total, cada uma representando um estado brasileiro! O prazo para as indicações se encerra na próxima sexta-feira dia 06 de ...

Leia mais
Adobe

Nem senzalas, nem armarios: Reflexões sobre ser LGBTQI+ E NEGRE

Dia 17 de maio foi mais um dia internacional da LGBTfobia. Neste dia, há 30 anos (1990), a Organização Mundial da Saúde (OMS) retirou a homossexualidade da Classificação Internacional de Doenças. Um grande avanço para nossa comunidade, que viveu anos de patoligização social e medica. A data sempre é capaz de nos fazer refletir sobre nossos avanços e retrocessos nesse decorrer de lutas. Sou uma muher negra, bissexual e socialista e sempre uso a data para refletir sobre como é ser LGBTQI+ e negre dentro da esquerda e principalmente dentro da comunidade LGBTQi+. Um dos maiores historicamente desafios teóricos da esquerda e, em especial, dos marxistas, tem sido pensar a sexualidade, as práticas sexuais, as identidades, de maneira revolucionária e por meio do materialismo dialético, sem taxações de pós-modernidade. E um dos maiores desafios da comunidade LGBT é entender a dimensão do racismo como fator significativo nas vivencias sexuais e ...

Leia mais
Imagem retirada do site ESQUERDA DIÁRIO

Estudantes e professores derrubam projeto LGBTfobico em Santo André

Trabalhadores da educação e estudantes se organizaram nesta terça (24) para impedir que fosse votado o PL 299.2017 que queria impedir o debate de sexualidade e gênero nas escolas. Do ESQUERDA DIÁRIO   Imagem retirada do site ESQUERDA DIÁRIO   O projeto foi derrubado com mobilização e na votação em 8 à 6 para barrar a PL. Os vereadores favoráveis, falaram coisas absurdas, defendendo asneiras lunáticas de suas cabeças, onde a escola que eles acham se ensina sexo para as crianças nas escolas, sendo que muitas vezes nem giz o professor tem. Mas o projeto além de ser inconstitucional, depois de 3 sessões, do projeto que se arrasta desde 2017 foi derrubado fruto da pressão, pois o projeto passou em primeiro instância e foi votado por todos os vereadores da casa, com excessão do PT. Mas a pressão popular fez os outros recuarem. Em santo André ...

Leia mais
(FOTO: ANTONIO CRUZ/ABR)

Por 8 a 3, Supremo aprova a criminalização da LGBTfobia

Crimes de ódio contra a população LGBT serão punidos na forma do crime de racismo, cuja conduta é inafiançável e imprescritível Por ALEXANDRE PUTTI, da Carta Capital  (FOTO: ANTONIO CRUZ/ABR)9   A partir desta quinta-feira, 13, a LGBTfobia é crime no Brasil. Foi o que decidiu o plenário do Supremo Tribunal Federal, que declarou a omissão do Congresso em aprovar a matéria e determinou que o crime de racismo seja enquadrado nos casos de agressões contra o público LGBT (lésbicas, gays, bissexuais, transexuais e travestis) até que a norma seja aprovada pelo Parlamento. Foram julgadas duas ações: uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADO 26), enviada à Corte em 2013 pelo PPS (Partido Popular Socialista), e o Mandado de Injunção (MI 4733), que foi protocolado em 2012 pela Associação Brasileira de Gays, Lésbicas e Transgêneros (ABGLT). O julgamento começou em fevereiro e foi retomado nesta tarde com as manifestações ...

Leia mais
O professor Haroldo de Paiva Pereira morreu aos 63 anos (Foto: Reprodução/Facebook)

Ativista LGBT, professor Haroldo de Paiva Pereira,do Instituto Federal de MG morre após espancamento

Na tarde de quinta-feira (17), o professor do Instituto Federal de Minas Ferais (IFMG), Haroldo de Paiva Pereira, de 63 anos, faleceu em um hospital da capital mineira. De acordo com a revista Fórum, Haroldo dava aulas de artes, era ativista LGBT e foi espancado no último sábado (12), em sua casa. O professor Haroldo de Paiva Pereira morreu aos 63 anos (Foto: Reprodução/Facebook) A polícia informou que vizinhos perceberam a porta da casa da vítima aberta, embora ele não tenha saído de casa. A Polícia Militar foi acionada após Haroldo ter sido encontrado caído no chão, com diversos ferimentos na cabeça e rosto. Nesta quinta-feira, ele não resistiu mais aos ferimentos. O suspeito pelo espancamento confessou o crime, no entanto, não revelou a motivação. Os dois teriam sido vistos juntos em um bar, no dia anterior. A Polícia identificou que a moto de Haroldo foi roubada, por ...

Leia mais

Welcome Back!

Login to your account below

Create New Account!

Fill the forms bellow to register

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist