Delfim Netto pede desculpas às empregadas domésticas

Termo usado por ele em programa de TV foi considerado pejorativo.

Frase fora do contexto distorce a ideia elaborada, disse ex-ministro. 

 

O Instituto Doméstica Legal, que representa 7,2 milhões de trabalhadores da categoria, obteve um pedido público de desculpas do ex-ministro da Fazenda Antonio Delfim Netto, registrado em cartório, pela declaração feita pelo economista na TV a respeito deste profissional. No dia 4 do mês passado, Delfim disse no programa “Canal Livre”, da Rede Bandeirantes, que “quem teve este animal, teve; quem não teve nunca mais vai ter”, em referência à empregada doméstica.

Delfim afirmou que “em momento algum desejou referir-se à classe das empregadas domésticas de maneira pejorativa”. O economista argumentou, em seu pedido público de desculpas, registrado no 8º Cartório Tabelião de Notas da capital paulista no início deste mês, que a frase pinçada do contexto distorce a ideia elaborada.

Segundo Delfim Netto, a intenção foi mostrar que no processo de ascensão social em curso na sociedade brasileira, a figura deste profissional tende a desaparecer. “É preciso entender em que sentido foi feito o comentário”, disse o ex-ministro.

Em seu pedido de desculpas, Delfim justifica o emprego do termo “animal”, usado pelo economista britânico John Maynard Keynes, criado durante a Grande Depressão, para descrever as motivações psicológicas de empresários, consumidores e investidores. “Os economistas (eu, inclusive) usam corriqueiramente a expressão ‘fazer nascer o espírito animal dos empresários’ como forma de despertá-los para oportunidades de investimento e não me lembro de nenhum empresário que tenha se declarado ofendido ou humilhado.”

No fim do pedido oficial de desculpas à categoria, Delfim Netto considera o episódio uma “tempestade num copo d’água”, que ocorreu em razão do uso de uma expressão infeliz, pelo qual ele se penitencia. 

Fonte: G1

+ sobre o tema

Álcool move violência doméstica

Novo estudo da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp),...

10 filmes para acabar com o preconceito contra LGBTs

O Brasil vive nesta ultima década uma histeria moral...

Por que Emma Watson não participará mais de campanhas de beleza?

Defensora dos direitos da mulher, atriz de 25 anos...

Menina de oito anos morre no Iêmen em lua de mel com marido de 40

Uma criança de oito anos morreu no último sábado...

para lembrar

‘Medo faz sociedade dar respaldo a práticas violentas de suposta repressão ao crime’

Abolicionista penal, feminista interseccional, mulher negra e pesquisadora de...

Na cor vermelho carmim escarlate: um breve foco em escrituras das afro-brasileiras Elisa Lucinda e Nega Gizza

Esse trabalho propõe reflexão sobre escrituras criadas, respectivamente, por...

Do transporte público para transportar o público

Mulher preta, nascida na periferia de São Paulo e...

Homofóbicos atacam jovem homossexual com diversas mordidas no pênis

Ataques homofóbicos acontecem o tempo todo, em várias partes...
spot_imgspot_img

Mãe de Simone Biles ofereceu apoio crucial quando ela decidiu não competir em Tóquio: “Eu te amo e saiba que estamos rezando por você”

A Netflix lançou recentemente "Simone Biles Rising", uma série documental que oferece uma visão íntima da vida pessoal e profissional da ginasta Simone Biles...

Zezé Motta recebe Preta Gil, Sheron Menezzes e Aline Wirley no ‘Especial mulher negra’

Artista que acabou de completar 80 anos, Zezé Motta recebe Aline Wirley, Preta Gil e Sheron Menezzes no “Especial mulher negra”, que será exibido...

Julho das Pretas: ‘Temos ainda como horizonte sermos livres das amarras históricas’, diz ativista

No dia 25 de julho será celebrado o Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha. E em alusão a data, o Julho das Pretas é realizado...
-+=