Deputado neonazista bate em mulheres e corre o risco de parar na prisão

Neonazista do partido Amanhecer Dourado, o grego Ilias Kasidiaris bateu em duas mulheres e precisou ser contido por seguranças de um canal de TV, onde ocorria um debate pré-eleitoral. Na noite passada, Kasidiaris agrediu duas deputadas de esquerda, ao vivo, pela rede Ant1. O ato causou indignação nacional e o defensor da causa de Adolf Hitler poderá parar na cadeia, nas próximas horas. As próximas eleições legislativas estão marcadas para o dia 17 de junho.

Na discussão, Kasidiaris se irritou quando a deputada Rena Dourou, da Syriza (Coligação da Esquerda Radical) mencionou um processo judicial em que ele é acusado de assalto a mão armada. A ação havia sido reaberta nesta quarta-feira, mas foi adiada para o dia 11 de unho, uma semana antes da eleição. Após gritar muito, Kasidiaris levantou-se, passou a insultar a deputada Rena, chamando-a para a briga, e jogou água em seu rosto. Revoltada, outra deputada, Liana Kanelli, do KKE (Partido Comunista da Grécia) levantou-se protestando, tentando impedi-lo com um maço de papel. Kasidiaris a empurrou, e depois a agrediu com três socos. Nesse meio tempo, o apresentador do programa, Giorgios Papadakis, tentava detê-lo, sem sucesso. Kasidiaris foi conduzido por seguranças a um estúdio a portas fechadas, mas conseguiu fugir.

Não satisfeito, Kasidiaris ligou depois para a rede de TV, acusando Kanelli de tê-lo agredido primeiro. Ainda ameaçou processar a televisão por “manipulação de imagens”. A procuradora Elena Raikou pediu a prisão de Kasidiaris por “tentativa de infligir perigoso dano corporal”. Como o Parlamento grego está oficialmente dissolvido, ele não goza de imunidade parlamentar e pode ser preso caso o pedido seja aceito pela Justiça.

O episódio causou revolta em todos os demais partidos gregos. O governo provisório grego condenou a agressão. “O mínimo que se pode esperar de um cidadão democrático é a condenação categórica deste ato do Amanhecer Dourado”, disse o porta-voz do governo, Dimitris Tsiodras, em comunicado.

O Amanhecer Dourado obteve inéditos 7% na eleição em 6 de maio, conseguindo ultrapassar a cláusula de barreira e eleger 21 representantes. Como não foi possível a formação de um governo de coalizão, a Presidência convocou novas eleições foram para o mês seguinte. Os neonazistas, segundo as últimas pesquisas, podem conseguir representatividade novamente, embora com menos representantes.

 

Fonte: Correio do Brasil

+ sobre o tema

Lélia Gonzalez: Mulher Negra na História do Brasil

A guerreira Lélia Gonzalez passou à condição de "ancestral"....

Luiza Bairros receberá Diploma Bertha Lutz no Senado Federal

A ex-ministra da Secretaria de Políticas de Promoção da...

Chega de Fiu Fiu lança primeiro teaser de documentário

Nesta semana, o coletivo Think Olga lançou o primeiro teaser...

para lembrar

Bete, a manicure que se ufana de ser uma preta racista

 "SORORIDADE" ENTRE NEGROS E DE GÊNERO SÃO FALÁCIAS Por: Fátima Oliveira "Não...

Em nome da liberdade, homens são proibidos em vilarejo do Quênia

Cansadas de serem violentadas, mulheres se fecham em uma...
spot_imgspot_img

‘Abuso sexual em abrigos no RS é o que ocorre dentro de casa’, diz ministra

A ministra das Mulheres, Cida Gonçalves, considera que a violência sexual registrada contra mulheres nos abrigos que recebem desalojados pelas enchentes no Rio Grande...

ONU cobra Brasil por aborto legal após 12 mil meninas serem mães em 2023

Mais de 12,5 mil meninas entre 8 e 14 anos foram mães em 2023 no Brasil, num espelho da dimensão da violência contra meninas...

Após um ano e meio fechado, Museu da Diversidade Sexual anuncia reabertura para semana da Parada do Orgulho LGBT+ de SP

Depois de ser interditado para reformas por cerca de um ano e meio, o Museu da Diversidade Sexual, no Centro de São Paulo, vai reabrir...
-+=