Documentário sobre Projeto Rappers é selecionado para o Hip-hop Cine Fest em Roma

Artigo produzido por Redação de Geledés

O documentário “Projeto Rappers: A Primeira Casa do Hip-hop Brasileiro – História e Legado”, dirigido por MC Sharylaine e Clodoaldo Arruda, e roteirizado por Jaqueline Santos, Caio Franco e Thiago Mota, foi escolhido para participar do Hip-hop Cine Fest em Roma, Itália. O evento acontece de 29 de abril a 19 de maio.

O Hip-hop Cine Fest é um festival internacional que destaca produções de diversas partes do mundo, unindo talentos e histórias que exploram as várias vertentes da cultura Hip-hop. Neste ano, o Projeto Rappers se destaca ao lado de filmes de países como Alemanha, Argentina, Bélgica, Canadá, Chile, Colômbia, Cuba, Equador, Eslováquia, Espanha, Estados Unidos, França, Holanda, Inglaterra, Irlanda, Itália, Madagascar, México, Peru, Portugal, Suíça e Venezuela.

Para conhecer mais sobre as produções em exibição e assistir aos trailers, visite: Hip-hop Cine Fest – Catálogo Completo

Nos dias 10 e 11 de maio, será realizada a premiação oficial, e o público tem a oportunidade de participar votando no seu filme favorito. Não deixe de apoiar nosso documentário!

O programa do festival também incluirá, além da exibição de filmes, workshops de discotecagem, mesas sobre Hip-hip e NarcoStates, Hip-hop e Resistência na Tunísia, Palestina e Síria, Breaking da arte-educação às Olimpíadas, Empoderamento Feminino, História do Cinema de Hip-hop e festa de celebração. A MC Sharylaine participará da mesa Empoderamento Feminino, em que compartilhará a experiência das mulheres no Hip-hop brasileiro.

No dia 09/05 haverá uma exibição especial e presencial do documentário do Projeto Rappers, conduzida por MC Sharylaine e Clodoaldo.

Contamos com a sua colaboração. Em celebração ao Hip-hop brasileiro, não deixem de votar.

+ sobre o tema

para lembrar

Em 2022, vamos todos “novembrar” !

Estamos em dezembro, bem próximo às festas de final...

Formação de agentes populares de saúde: uma ação eficaz contra a pandemia

Desde os primeiros casos registrados de coronavírus no país,...

Casa de acolhimento tenta sobreviver na pandemia

Em 38 anos, mais de 100 pessoas, entre elas...

Vai-Vai, como um quilombo cultural, mostra o que o povo negro é capaz de realizar

Da diáspora africana ao racismo estrutural, a Vai-Vai entra...

Os quilombolas gritam por seus direitos pelo mundo

Uma comitiva de lideranças negras atravessou o Atlântico e aportou na COP 26 (Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas), em Glasgow, na...

“O racismo estrutural opera dentro da USP”

A Universidade de São Paulo (USP), a maior universidade pública da América Latina, é racista e elitista, segundo a Pesquisa Interações na USP, realizada...

Uma liderança em Ferraz de Vasconcelos

A voz que atendeu a reportagem de Geledés por trás do grande portão cinza é forte e rouca. É na garagem de sua casa,...
-+=