Guest Post »

Dois ônibus são queimados em protesto contra PM

Fonte: Folha de São Paulo-

Moradores de favela na zona norte acusam polícia de matar mecânico; PM diz que homem era traficante

 

 

Moradores da favela Chica Luiza, no bairro de Perus, zona norte de São Paulo, queimaram dois ônibus ontem para protestar contra a Polícia Militar, que na sexta-feira matou um mecânico de 45 anos no local.
Os manifestantes disseram que o morador foi morto pela PM sem poder reagir.
Segundo o relato da PM, José Walter Ferreira da Silva estava num ponto de tráfico da favela e, durante uma abordagem, não respeitou uma voz de prisão e atirou primeiro nos policiais, que revidaram. A PM disse ter apreendido um revólver 38 com numeração raspada, drogas e um rádio.
“Ele tinha visto que os policiais estavam por aqui e ouviu um tiro. Ficou preocupado e saiu para procurar os meninos, que estavam na rua”, disse Angela Ferreira, 43, mulher dele. José Walter levou três tiros.
A filha do mecânico, de 16 anos, disse ter visto o pai caído no chão, com o rosto ferido, e cerca de seis policiais em volta. “Eles pegaram o RG do meu pai no bolso e, quando viram o nome, perceberam que era a pessoa errada. Um deles até colocou a mão na cabeça”, disse a garota. A PM não comentou a acusação -limitou-se a dizer, por meio de nota, que abriu sindicância e inquérito policial militar para apurar o fato.

 

Socorro
Segundo testemunhas, os policiais arrastaram Silva, o colocaram no carro e seguiram para o pronto-socorro de Perus, onde ele morreu. Questionada, a PM não comentou o fato.
Silva morava em um barraco de dois apertados cômodos com mais 13 pessoas da família. “Você acha que, se ele fosse traficante, nós moraríamos assim?”, questionou a mãe, Valtemir Ferreira da Silva, 63.
Indignados com a morte do mecânico, moradores do local pediram explicações sobre a ação dos policiais. Houve um breve tumulto, que, segundo os moradores, foi contido com balas de borracha, gás de pimenta e bombas de efeito moral.
No início do ano, moradores da favela de Paraisópolis, zona sul, também protestaram contra a PM após a morte de um suspeito.

 

Matéria original: 2 ônibus são queimados em protesto contra PM

Related posts