terça-feira, fevereiro 7, 2023
InícioEm PautaDuvivier fala da evolução do racismo

Duvivier fala da evolução do racismo

Humorista e colunista Gregório Duvivier lembra que antigamente era aceitável ter escravos: “Tudo já foi normal até que algum dia ficou bizarro”; ele questiona o que, então, vai ser bizarro daqui a cem anos; cita ser proibido à mulher interromper sua gestação como se o seu corpo pertencesse ao Estado; um pastor se eleger deputado e citar a Bíblia no Congresso; negros ganharem pouco mais da metade do que ganham brancos, entre outras realidades

No Brasil 247 

O humorista e colunista Gregório Duvivier lembra que antigamente era aceitável ter escravos: “Tudo já foi normal até que algum dia ficou bizarro”. Ele questiona o que, então, vai ser bizarro daqui a cem anos.

Cita ser proibido à mulher interromper sua gestação como se o seu corpo pertencesse ao Estado; um pastor se eleger deputado e citar a Bíblia no Congresso; negros ganharem pouco mais da metade do que ganham brancos, entre outras realidades.

“Um dia vai ser muito estranho uma pessoa ir presa porque planta uma erva que nunca na história matou ninguém –enquanto o supermercado vende drogas comprovadamente letais”, acrescenta.

“Um dia vai ser estranho membros do Judiciário e do Legislativo ganharem supersalários e defenderem o ajuste fiscal”, afirma ainda (leia aqui).

Leia Também:

Gregorio Duvivier: Doces e furiosas

Gregório Duvivier: “Eu tenho pé de maconha em casa. Por que não me prendem?”

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench