‘É a vontade de Deus’, diz ex-mulher sobre o estado de saúde de Mandela

Enviado por / FonteDa Tribuna da Bahia 

A ex-mulher de Nelson Mandela visitou no domingo (30) o ícone da luta antiapartheid no hospítal em que ele está internado desde o dia 8 de junho , informou a agência SAPA. Winnie Madikizela-Mandela, que foi casada com o ex-presidente sul-africano de 1958 a 1996, descreveu a sensação de ver seu ex-marido lutando por sua vida em uma entrevista ao canal de TV britânico ITV News.

“É extremamente doloroso vê-lo passar pelo que está passando agora. Mas é a vontade de Deus”, disse Winnie Mandela a ITV. O estado de saúde de Mandela, 94 anos, permanece crítico, mas estável. Ele foi internado no mês passado para tratar, segundo o governo de uma recorrente infecção pulmonar.

A saúde de Mandela se deteriorou há uma semana, com parentes afirmando que sua saúde era “delicada” e “qualquer coisa é iminente”. Mas Zindzi Mandela, uma das filhas do ex-presidente, afirmou a ITV entre suas visitas ao hospital que seu pai está alerta e reconhece quando uma pessoa diferente entra em seu quarto do hospital em Pretória.

Não houve nenhuma atualização oficial do estado de saúde de Mandela desde que o presidente do país, Jacob Zuma, afirmou no sábado que a condição do líder continuava a mesma. No fim de semana, o arcebispo Desmond Tutu disse que os sul-africanos estavam rezando pelo “conforto e dignidade” de Mandela.

Conforme seu estado de saúde piorou, sul-africanos se reuniram em vigílias do lado de fora do hospital, rezando e deixando mensagems ao homem a qual se referem como “tata”, palavra da língua xhosa para pai.

Winnie Mandela descartou quaisquer sugestões de que a família estaria discutindo se desligaria os aparelhos que mantêm Mandela vivo. “Era um absurdo sugerir que precisávamos tomar a decisão de retirar os tubos”, disse.

Mandela se tornou um ícone internacional após suportar 27 anos na prisão por lutar contra o apartheid, sistema de segregação racial adotado no país por décadas. Ele foi eleito o primeiro presidente negro da África do Sul em 1994, quatro anos depois que foi libertado.

A primeira página do jornal sul-africano Sunday Times no início do mês passado mostrava a manchete: “É hora de deixá-lo partir”, fala de um amigo do ex-presidente dizendo que o momento chegou para os sul-africanos darem adeus ao seu ídolo.

“Uma vez que a família libertá-lo, o povo sul-africano a seguirá. Agradeceremos a Deus por ter-nos dado esse homem, e vamos libertá-lo também”, disse Andrew Mlangeni ao jornal. Mas Zindzi Mandela afirmou a ITV que o que acontece agora está fora das mãos da família.
“Quando as pessoas dizem que a família tem que deixá-lo partir, dizemos: deixar o que? Na verdade, ele está decidindo o que acontece consigo. Isso é entre ele e seu criador. Não tem a ver conosco”, disse.

 

 

+ sobre o tema

Cultura e preconceito

A história dos negros na cidade de São Paulo...

Gloria Maria explica corpão com “levantamento de filhas”

 A idade Gloria Maria não revela nem sob tortura....

Hoje na História, 1935, nascia Lélia Gonzalez

Lélia Gonzalez nasceu em 1º de fevereiro de 1935,...

Bonaventure Ndikung será o curador da Bienal de São Paulo de 2025

Camaronês radicado em Berlim, Bonaventure Soh Bejeng Ndikung foi anunciado nesta...

para lembrar

Brasília Negra na rota do afroturismo na capital federal

Quem construiu a capital do país? Onde estão as...

Filha mais nova de Mike Tyson morre após acidente doméstico nos EUA

A filha mais nova de Mike Tayson, ex-boxeador americano,...

Projeto de memorial inédito aos negros escravizados expõe tabu do passado colonial de Portugal

A primeira tentativa de Portugal de marcar sua longa história de escravidão...
spot_imgspot_img

6 brasileiros que lutaram pelo fim da escravidão no Brasil

O fim da escravidão no Brasil completa 136 anos em 13 de maio deste ano. Em 1888, a princesa Isabel, filha do imperador do Brasil Pedro 2º,...

Mostra Competitiva Adélia Sampaio recebe inscrições de filmes de mulheres negras até 16 de junho

A 6ª edição da Mostra Competitiva de Cinema Negro Adélia Sampaio está com inscrições abertas para filmes dirigidos por mulheres negras de todo o...

Dia 21, Maurício Pazz se apresenta no Instrumental Sesc Brasil

Maurício Pazz, paulistano, nos convida a mergulhar nos diferentes sotaques oriundos das diásporas africanas no Brasil. No repertório, composições musicais do próprio artista, bem...
-+=