domingo, novembro 27, 2022
InícioÁfrica e sua diásporaPatrimônio CulturalElite africana quer manter hegemonia na 10K Rio - Corrida Pan-Americana

Elite africana quer manter hegemonia na 10K Rio – Corrida Pan-Americana

Atletas estão no país desde o meio do ano preparando-se para as principais provas brasileiras

São Paulo (SP) – A 10K Rio – Corrida Pan-Americana deste ano terá novamente a participação de atletas africanos da elite mundial. Serão cinco homens e duas mulheres, todos estreantes, buscando manter a hegemonia na competição carioca, no próximo domingo, dia 28, com largada e chegada no Aterro do Flamengo, no Rio de Janeiro.
Fazem parte da equipe africana, na categoria masculina, os quenianos Mark Korir, Mathew Cheboi e Barnabas Klipagat Kosgei, o tanzaniano Marco Joseph e o etíope Endale Mekonnen Tekileab. Entre as mulheres estão a queniana Bornes Jepkirui Kitur e a tanzaniana Anastásia Msandai Mahomi.

Mathew Cheboi, de 28 anos, é o destaque masculino. O queniano venceu a Meia Maratona de São Paulo em 2007 e foi 3º em 2010. Além disso, foi campeão da Meia Maratona de Belgrado (Sérvia) e 2º lugar na Meia Maratona de Bologna (Itália), ambas em 2009. Marco Joseph, da Tanzânia, teve bons resultados na São Silvestre (foi sexto ano passado e quarto em 2008) e é bicampeão da Corrida de Reis de Cuiabá (2009 e 2010). A queniana Bornes Jepkirui Kitur foi campeã da Meia Maratona da Tanzânia, em 2010.

“Os atletas tiveram excelentes resultados nas últimas provas nacionais e internacionais e passaram os últimos meses treinando forte aqui no Brasil. Nosso objetivo é que eles façam boas provas na 10K Rio e na Volta da Pampulha”, explicou Moacir Marconi, técnico dos africanos aqui no país.

A equipe africana está em Nova Santa Bárbara, no Paraná, desde o meio do ano. O grupo atual é o maior já visto treinando no país. O principal objetivo desta iniciativa é ambientar os atletas com o clima brasileiro e prepará-los para as principais competições nacionais.

Em cinco edições da prova, na categoria masculina, os africanos só não venceram em 2006 e 2007. No feminino, não houve vitória africana em 2006. Os campeões do ano passado foram o tanzaniano Martin Tule, com 29min39s, e a queniana Maurine Jelagat, com 34min33s.

A sexta edição da 10K Rio – Corrida Pan-Americana terá início a partir das 7h30 com os cadeirantes, prosseguindo até às 8 horas, quando saem a elite masculina, geral masculino e feminino e atletas com outros tipos de deficiência. As provas serão disputadas num circuito de cinco quilômetros.

Inscrições acabam nesta quarta-feira – As inscrições para participar da
prova, com percurso de 5 e 10 K, encerram-se nesta quarta-feira, dia 24. O custo é de R$ 45,00 por atleta. Os interessados devem acessar o site www.10krio.com.br.

A 10K Rio – Corrida Pan-Americana é uma realização da Rede Globo, com organização da Yescom e patrocínio da Caixa Econômica Federal, patrocínio especial da Fisk e da Fila, apoio de Montevérgine, Gatorade. Café 3 Corações, Gu Energy, TAM Viagens e apoio especial da Prefeitura do Rio. A supervisão é da Confederação Brasileira de Atletismo, Federação de Atletismo do Rio de Janeiro, IAAF e AIMS. 

Fonte: Jornal Correio Piracicabano

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench