Emicida, Criolo e Baiana System gravam músicas autorais de Moa do Katendê

Mestre de capoeira foi morto em 2018 após discussão política com apoiador de Jair Bolsonaro

Artistas como Baiana System, BNegão, Emicida, Chico César, Rincon Sapiência, Criolo, Luedji Luna, Fabiana Cozza e Mateus Aleluia Filho farão releituras de músicas autorais do mestre de capoeira Moa do Katendê, morto em 2018, no disco “Raiz Afro Mãe”.

O primeiro single do trabalho, “Festa de Magia”, será lançado no dia 5 de agosto. Jasse, filha de Môa, também é uma das colaboradoras do disco.

Como mostrou a Folha, a família do capoeirista luta pela preservação de seu legado. Moa do Katendê foi morto com 13 golpes de faca horas depois do 1º turno das eleições para presidente da República, após uma discussão relacionada à disputa eleitoral.

O mestre de capoeira defendeu o candidato do PT, Fernando Haddad. Seu assassino, o barbeiro Paulo Sérgio, era um apoiador de Jair Bolsonaro, então no PSL.

+ sobre o tema

Consciência Negra em estado de sítio? Que conversa é essa, tio?

A corneta da alvorada tocou cedo em meu bairro...

Um encontro familiar em A Outra África

Enfileiradas, quatro réplicas dos profetas esculpidos por Aleijadinho dão...

Artista francês de caligrafismo realiza oficinas no Recife

O artista francês Marko 93 vai realizar a partir...

Teresa Cristina, que já era imensa, saiu ainda maior do programa Roda Viva

Poucas vezes ou quase nenhuma na vida vi uma...

para lembrar

Artista transforma cabelo afro em floresta para criar Mãe Natureza negra

Artista transforma cabelo afro em floresta para criar Mãe...

Exposição fotográfica revela liderança feminina em quilombos da Paraíba

São 350 fotos coloridas divididas em quatro seções cronológicas:...

MOGI DAS CRUZES: Zumbi dos Palmares ganha monumento

Fonte: Mogi News - A Prefeitura de Mogi,...

Quilombos no ES: Retrocesso com nome sobrenome

Manaira Medeiros Os deputados estaduais Eustáquio de Freitas (PSB)...
spot_imgspot_img

Tony Tornado relembra a genialidade (e o gênio difícil) do amigo Tim Maia, homenageado pelo Prêmio da Música Brasileira

Na ausência do homenageado Tim Maia (1942-1998), ninguém melhor para representá-lo na festa do Prêmio da Música Brasileira — cuja edição 2024 acontece nesta quarta-feira (12),...

Segundo documentário sobre Luiz Melodia disseca com precisão o coração indomado, rebelde e livre do artista

Resenha de documentário musical da 16ª edição do festival In-Edit Brasil Título: Luiz Melodia – No coração do Brasil Direção: Alessandra Dorgan Roteiro: Alessandra Dorgan, Patricia Palumbo e Joaquim Castro (com colaboração de Raul Perez) a partir...

Estou aposentada, diz Rihanna em frase estampada na camiseta

"Estou aposentada", é a frase estampada na camiseta azul que Rihanna, 36, vestia na última quinta-feira (6), em Nova York. Pode ter sido uma brincadeira, mas...
-+=