Início África e sua diáspora Entretenimento Emicida, Criolo e Baiana System gravam músicas autorais de Moa do Katendê

Emicida, Criolo e Baiana System gravam músicas autorais de Moa do Katendê

Mestre de capoeira foi morto em 2018 após discussão política com apoiador de Jair Bolsonaro

Mestre de capoeira Moa do Katendê, morto em 2018 por intolerância política - Kana Filmes / Divulgação

Artistas como Baiana System, BNegão, Emicida, Chico César, Rincon Sapiência, Criolo, Luedji Luna, Fabiana Cozza e Mateus Aleluia Filho farão releituras de músicas autorais do mestre de capoeira Moa do Katendê, morto em 2018, no disco “Raiz Afro Mãe”.

O primeiro single do trabalho, “Festa de Magia”, será lançado no dia 5 de agosto. Jasse, filha de Môa, também é uma das colaboradoras do disco.

Como mostrou a Folha, a família do capoeirista luta pela preservação de seu legado. Moa do Katendê foi morto com 13 golpes de faca horas depois do 1º turno das eleições para presidente da República, após uma discussão relacionada à disputa eleitoral.

O mestre de capoeira defendeu o candidato do PT, Fernando Haddad. Seu assassino, o barbeiro Paulo Sérgio, era um apoiador de Jair Bolsonaro, então no PSL.

-+=