Enegrecendo as redes: O ativismo de mulheres negras no espaço virtual

O presente artigo aborda os contornos que o feminismo negro brasileiro tem adquirido com a sua inserção nas redes sociais e o alcance e a multiplicação de informação através do compartilhamento de seus textos políticos. Tem como um dos seus focos a visibilização de histórias de mulheres negras antes invisíveis não só na internet, mas também nos meios de comunicação hegemônicos. Para embasar a reflexão aqui feita serão utilizados aportes de feministas negras como Sueli Carneiro, bell hooks, Luiza Bairros e Angela Davis.

Fonte: Gênero

por, Renata Barreto Malta, Laila Thaíse Batista de Oliveira

PALAVRAS-CHAVE

feminismo negro; mídias digitais; ativismo

Texto completo em PDF:

Feminismo Negro

+ sobre o tema

As mulheres que ousam sair do armário (por Silvana Conti)

Enganam-se as pessoas que ainda pensam que nós, lésbicas...

Está difícil criar filhos e filhas? Que bom

Quero aproveitar o início do ano, quando a mente,...

Dia Internacional da Mulher torna-se feriado em Berlim

A ideia de criar o Dia da Mulher surgiu...

3a edição do Mercado di Pret@ será realizado no Rio de Janeiro

Nos dias 07, 08 e 09 de novembro de...

para lembrar

Como é ser um gay negro que só saiu com brancos

Enquanto eu rapidamente me aproximo do meu 25° aniversário,...

Rede de atendimento à mulher vítima de violência é precária em todo o país

A precariedade no serviço de atendimento às mulheres vítimas...
spot_imgspot_img

TSE realiza primeira sessão na história com duas ministras negras

O TSE realizou nesta quinta (9) a primeira sessão de sua história com participação de duas ministras negras e a quarta com mais ministras...

Em reunião com a ministra das Mulheres, movimentos denunciam casos de estupros e violência em abrigos para atingidos pelas enchentes no RS

Movimentos feministas participaram de uma reunião emergencial com a ministra da Mulher, Cida Gonçalves, no final da tarde desta terça-feira (7), de forma online....

Documentário sobre Ruth de Souza reverencia todas as mulheres pretas

Num dia 8 feito hoje, Ruth de Souza estreava no Theatro Municipal do Rio de Janeiro. O ano era 1945. Num dia 12, feito...
-+=