Espaço cultural em São Paulo dá espaço à mulher na sociedade

Jovem estilista dá vez e voz às mulheres na Casa das Crioulas , no bairro de Perus

Um  local maior para morar, cuidar e acompanhar os passos do filho Manolo, de 5 anos, se dedicando a ele e ao trabalho, como mãe solteira. Estes eram os sonhos da estilista Manoela Gonçalves, 30 anos, que ao ouvir queixas de outras mulheres em situações semelhantes, se identificou e fez o sonho se estender, dando vida ao espaço cultural Casa das Crioulas, em Perus, zona Sul de São Paulo, em 2013.

O espaço é reservado às mulheres e à discussão de seu papel na sociedade, no feminismo e em relação à violência sexual e doméstica. Construída em terreno antes abandonado, a Casa abre de segunda a sábado e conta com dez voluntárias. O financiamento das atividades é feito por bazares, venda de mosaicos e doações.

No início, a Casa das Crioulas funcionava somente como oficina de corte e costura e local para atividades educativas para crianças. Com o passar do tempo e maior envolvimento, as mulheres foram sugerindo atividades variadas, como aulas de música, ateliês de costura e artesanato, entre outros.

foto3carinhocasadascrioulas
Quando chega a casa, a mulher se sente acolhida, na forma como é recebida. Um café, um bolo, um carinho e a chance de falar, de nos identificarmos na dor, pois elas não se manifestam, mas, vivem essa situação, diz Manoela Foto: @Casa-das-Crioulas/Facebook / Reprodução

“Quando chega a casa, a mulher se sente acolhida, na forma como é recebida. Um café, um bolo, um carinho e a chance de falar, de nos identificarmos na dor, pois elas não se manifestam, apesar de viver essa situação. O afeto e o amor vêm de escuta-las, até porque muitas delas vêm aqui apenas para receber um abraço. A casa é pequena, o espaço é grande e os sonhos bem maiores. Se for para atender todas as necessidades da mulher, eu terei de abrir um lar do tamanho de um céu, não de uma família”, brinca Manoela.

Sonhos em família
Manoela, filha mais velha de uma família com três irmãos, sempre teve dificuldade em ter sua própria identidade, pois seu pai a projetava como exemplo para os demais. Depois da maternidade, a fundadora da Casa das Crioulas acalentou um sonho em especial: unir o trabalho aos cuidados e moradia com o filho em um grande espaço.

Manoela, sem recursos para tanto, trabalhou em diversas áreas: de jardinagem à assessoria de imprensa, e contou com a ajuda financeira de ex-colegas de trabalho na realização de seu desejo pessoal. “Acreditei que seria um investimento e não exatamente uma doação, porque quem trabalhou comigo sabia da vontade que sentia em ter um espaço maior para mim e meu filho.”

Para o futuro, a ideia é reformar o lado de fora do espaço para montar uma horta, uma serralheria, uma marcenaria, uma loja com venda de obras de arte, um espaço voltado às crianças e, também, um local para que os homens opinem sobre o papel das mulheres em sociedade. “Juntas, nós somos mais fortes e ninguém está sozinha na resolução dos problemas. Falta semear um pouco mais, para que outras aceitem melhor as condições que têm, e não se sintam fracas e sozinhas”, conclui Manoela.

No futuro, a ideia é reformar o espaço para montar horta, serralheria, marcenaria, loja com venda de obras de arte, espaço para as crianças e, um local aos homens, para que discutam o papel das mulheres em sociedade Foto: @Casa-das-Crioulas/Facebook / Reprodução
No futuro, a ideia é reformar o espaço para montar horta, serralheria, marcenaria, loja com venda de obras de arte, espaço para as crianças e, um local aos homens, para que discutam o papel das mulheres em sociedade
Foto: @Casa-das-Crioulas/Facebook / Reprodução

Fonte: Terra

+ sobre o tema

Bahia registra 15.751 casos de violência contra a mulher em 135 dias

O Estado da Bahia registrou 15.751 casos de violência...

Site Transerviço conecta profissionais trans e travestis a empresas sem preconceito

O Brasil é o país que mais mata transexuais e...

Livro reúne história inspiradoras de 14 empreendedoras negras

Sob a coordenação editorial da especialista em diversidade e...

para lembrar

Feministas lançam revista feminina gratuita

á centenas de revistas femininas que não são feitas,...

YouTube está censurando vídeos de Lady Gaga e de todos os canais LGBTs do mundo

Eu produzo conteúdo pra internet, começando aqui no Superpride,...
spot_imgspot_img

Casa Sueli Carneiro abre as portas ao público e apresenta o III Festival Casa Sueli Carneiro, pela primeira vez em formato presencial

RETIRE SEU INGRESSO A Casa Sueli Carneiro, fundada em dezembro de 2020 e atuando em formato on-line desde abril de 2021, é uma entidade criada...

Aborto legal: falhas na rede de apoio penalizam meninas e mulheres

As desigualdades sociais no Brasil podem explicar a razão para que meninas e mulheres busquem apoio para o aborto legal também após 22 semanas...

Referência do feminismo negro, Patricia Hill Collins vem ao Brasil para conferência, curso e lançamento de livro

Referência do feminismo negro, a socióloga estadunidense Patricia Hill Collins participa, nesta quarta-feira (19), de um evento em Salvador, na Universidade do Estado da Bahia (Uneb)....
-+=