Está perto o dia em que embaixador vai ser negro, diz Lula no Itamaraty

Presidente afirma que país tem conseguido reduzir desigualdades e inserir brasileiros pobres na universidade

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou hoje, no Rio, que seu governo, “de excepcional crescimento” permitiu a diminuição de desigualdades e abriu oportunidade de ascensão social para pessoas que antes não tinham chance de freqüentar a universidade. A declaração foi feita no fórum “Brasileiros no Mundo”, no Palácio Itamaraty.

Lula afirmou que, cada vez mais, brasileiros negros vão ocupar posições em que antes só havia pessoas brancas. “Está perto o dia em que a gente vai chegar ao banco, e o gerente vai ser negro, o dentista vai ser negro, o médico vai ser negro, o embaixador vai ser negro, está perto. E eu acho que isso é uma conquista extraordinária de todos nós”, disse.

Ele afirmou que o Pro Uni, programa que financia bolsas de estudo em universidades particulares tem “40% de negros” entre os seus beneficiados. “Este país não pode mais ser governado para 30% da população. Fico deleitado quando vejo um jornal que sempre falou mal de mim dar manchete de que a classe D já é mais numerosa que a classe A na universidade”, afirmou.

Falando a emigrantes brasileiros que vivem no exterior, o presidente comparou sua política para estrangeiros no país com a de países europeus, após a crise econômica global de 2008.

“Os países europeus começaram a perseguir estrangeiros, até ciganos. Aqui no Brasil, legalizamos paraguaios, bolivianos, 150 mil que viviam na ilegalidade trouxemos para a legalidade para dizer que não vamos resolver o problema da incapacidade de governança dos dirigentes jogando a culpa nos coitados dos imigrantes dos governantes como se tenta jogar.”

Fonte: IG

+ sobre o tema

A inovação política que emerge nas periferias

Resultados do 1º turno reforçam nova configuração no Folha de...

Minha Casa, Minha Vida: Governo amplia limite de renda para compra da casa própria

Rendimento mensal máximo sobe de R$ 4.900 para R$...

Mitt Romney é vaiado por organização afro-americana nos EUA

Republicano foi vaiado por 25 segundos durante convenção em...

O duplo desafio de Obama

- Fonte: O Estado de São Paulo - Conforme...

para lembrar

O cabelo dos meninos pretos – por Cidinha da Silva

Por Cidinha da Silva Algo de sinistro acontecia com os...

Pesquisa Sensus aponta empate entre Serra e Dilma

Pesquisa Sensus encomendada pelo Sintrapav (Sindicato dos Trabalhadores...

É só alegria! Por Cidinha da Silva

Por Cidinha da Silva Os dias eram pré-carnavalescos no Rio...

Fim da saída temporária apenas favorece facções

Relatado por Flávio Bolsonaro (PL-RJ), o Senado Federal aprovou projeto de lei que põe fim à saída temporária de presos em datas comemorativas. O líder do governo na Casa, Jaques Wagner (PT-BA),...

Morre o político Luiz Alberto, sem ver o PT priorizar o combate ao racismo

Morreu na manhã desta quarta (13) o ex-deputado federal Luiz Alberto (PT-BA), 70. Ele teve um infarto. Passou mal na madrugada e chegou a ser...

Equidade só na rampa

Quando o secretário-executivo do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Cappelli, perguntou "quem indica o procurador-geral da República? (...) O povo, através do seu...
-+=