‘Fábrica de bebês’ na Nigéria

AFP – Michele Sibiloni

A polícia da Nigéria invadiu um suposto orfanato ilegal onde recuperou jovens mulheres que podem ter sido forçadas a ter filhos para vendê-los,disse um porta-voz nesta sexta-feira.

“Descobrimos a fábrica de bebês em uma área do governo local de Uruahdurante uma vistoria feita após uma denúncia,” disse à AFP o assistente dosuperintendente da polícia da operação no estado do sul Akwa Ibom, Oyekachi Orji.

Segundo ele, sete mulheres de idades entre 18 e 20 anos, incluindo três queestavam grávidas, foram libertadas da casa durante a operação realizada dia 4 de abril. Nenhum bebê foi encontrado.

Três suspeitos, incluindo o dono da casa, sua esposa e outro cúmplice, foram presos, informou.

“Os suspeitos costumavam persuadir moças a ficarem grávidas com a promessa de pagar 70 mil nairas (445 dólares) depois que tivessem seus bebês, que eles vendiam para ritualistas,” disse ele.

Uma das jovens mães disse que entrou em contato com o dono da casa com aintenção de fazer um aborto, mas foi convencida a ficar até dar à luz.

 “O médico me deu 70 mil nairas,” segundo a imprensa nigeriana, citando a mulher. Ela também disse que o bebê foi tirado dela logo após o nascimento.

Outras “fábricas” como essa foram descobertas na Nigéria, frequentemente com o objetivo de vender bebês para casais sem filhos.

Em outubro, a polícia encontrou 17 adolescentes grávidas em uma casa no sul do estado de Anambra.

Meses antes, 32 adolescentes foram descobertas no sul da Nigéria em um lugar administrado por uma fundação, que foi acusada de forçar jovens mulheres a entregar seus filhos para a venda.

O tráfico de pessoas é amplamente difundido no oeste da África, onde as crianças são compradas para trabalhar em plantações, minas e fábricas ou como empregadas domésticas.

Outras são vendidas para prostituição ou, embora seja menos comum, são torturadas ou sacrificadas em rituais de magia negra.

 

Fonte: Terra

+ sobre o tema

UA recompensa cientistas africanos

A União Africana (UA) identificou cinco cientistas africanos para...

A literatura engajada do Nobel de Literatura Wole Soyinka

Por: Nahima Maciel Wole Soyinka foi o primeiro e único...

Negros estrangeiros buscam Mama África paulistana

Segundo relatório da Polícia Federal de dezembro de 2013,...

para lembrar

Primeira usina solar que transforma água do oceano em água potável está no Quênia

Um relatório recente disponibilizado pela UNICEF e pela Organização...

Eto’o e Drogba detonam médicos que sugeriram teste para vacina contra a Covid-19 na África

Camaronês e marfinense apontam racismo na proposta dos pesquisadores Do...

‘Ela só queria nos humilhar’ conta estudantes africanos sobre racismo da polícia em Porto Alegre

Samir Oliveira Quando vieram ao Brasil em busca de aperfeiçoamento...

Medo do Ebola jogou 2 jovens africanos nas ruas de SP

Justiça negou acolhimento em abrigo e meninos foram colocados...
spot_imgspot_img

Um Silva do Brasil e das Áfricas: Alberto da Costa e Silva

Durante muito tempo o continente africano foi visto como um vasto território sem história, aquela com H maiúsculo. Ninguém menos do que Hegel afirmou, ainda no...

Artista afro-cubana recria arte Renascentista com negros como figuras principais

Consideremos as famosas pinturas “A Criação de Adão” de Michelangelo, “O Nascimento de Vênus” de Sandro Botticelli ou “A Última Ceia” de Leonardo da Vinci. Quando...

Com verba cortada, universidades federais não pagarão neste mês bolsas e auxílio que sustenta alunos pobres

Diferentes universidades federais têm anunciado nos últimos dias que, após os cortes realizados pelo governo federal na última sexta-feira, não terão dinheiro para pagar...
-+=