Faculdade de medicina no Japão admite ter baixado notas de mulheres para privilegiar homens

Caso de discriminação contra estudantes do sexo feminino foi revelado por jornal do país

Da Revista MARIE CLAIRE

Universidade de medicina do Japão praticava discriminação contra mulheres (Foto: Getty Images)

Um escândalo envolvendo discriminação contra mulheres  atingiu em cheio Universidade de Medicina de Tóquio, no Japão. A instituição admitiu, nesta terça-feira (7), ter baixado as notas das estudantes do sexo feminino nos testes de admissão para privilegiar os homens.

“Traímos a confiança do público. Apresentamos nossas mais sinceras desculpas”, declarou à imprensa o diretor-geral Tetsuo Yukioka sobre a prática. O vice-presidente, Keisuke Miyazawa, garantiu que a escola fará provas equitativas a partir do próximo ano.

O objetivo da instituição era admitir somente 30% de mulheres, informou o jornal  “Yomiuri Shimbun”. As  irregularidades teriam começado em 2011, mas uma investigação interna demonstrou que essas práticas remontam a 2006.

A ministra da Mulher, Seiko Noda, denunciou à emissora pública japonesa de televisão NHK:
“É extremamente preocupante, se a universidade impede o êxito das mulheres no concurso [de admissão] com a desculpa de que é difícil trabalhar com mulheres médicas”, disse a ministra Noda.

As práticas teriam sido descobertas após uma investigação concluir o caso de favorecimento do filho de um influente membro do Ministério da Educação.

+ sobre o tema

Quer aprender o bê-a-bá do feminismo? A gente ensina

Nós sabemos: você já cansou de ouvir que "não...

Rotina de professoras negras será retratada em documentário sobre Diáspora Africana

Podemos construir uma escola que valorize a ancestralidade africana?...

Pai separado terá de pagar parto da ex-companheira, decide tribunal

Homem contestou decisão da ex de descartar serviços do...

O ‘Girl Power’ toma a internet

Bia Cardoso é responsável pelo site Blogueiras Feministas Site "Blogueiras...

para lembrar

Mídia e Mulheres na Política

Agência Patrícia Galvão Evento "Mídia e Mulheres na Política" 9 de...

13 Possíveis temas de Redação do Enem 2016

Os estudantes que desejam ingressar no ensino superior precisam...

As 14 mulheres mais cruéis da história

Condessa se banhou em sangue de virgens, nazista usava...
spot_imgspot_img

Ser menina na escola: estamos atentos às violências de gênero?

Apesar de toda a luta feminista, leis de proteção às mulheres, divulgação de livros, sites, materiais sobre a valorização do feminino, ainda há muito...

Como a educação antirracista contribui para o entendimento do que é Racismo Ambiental

Nas duas cidades mais populosas do Brasil, Rio de Janeiro e São Paulo, o primeiro mês do ano ficou marcado pelas tragédias causadas pelas...

SISU: selecionados têm até quarta-feira para fazer matrícula

Estudantes selecionados na primeira chamada do processo seletivo de 2024 do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) têm até quarta-feira (7) para fazer a matrícula...
-+=