Fernando Haddad anuncia os nomes de mais sete secretários

Prefeito eleito de São Paulo já indicou um total de 14 secretários para compor seu governo

Por Cezar Xavier

O prefeito eleito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), anunciou na tarde desta quarta-feira (28) mais sete secretários que em janeiro irão compor o novo governo municipal. São eles: Eliseu Gabriel (Desenvolvimento Econômico e Trabalho), Francisco Macena (Coordenação das Suprefeituras), João Antonio (Relações Governamentais), Netinho de Paula (Promoção da Igualdade Racial), Luciana Temer (Assistência Social), Marianne Pinotti (Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida) e Roberto Trípoli (Verde e Meio Ambiente).

A Secretaria de Promoção da Igualdade Racial será criada na nova estrutura administrativa da Prefeitura, conforme compromisso de campanha. Outra modificação é a extinção da Secretaria Especial do Microempreendedor Individual, cujas competências serão absorvidas pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico e do Trabalho.

Este é o terceiro anúncio de secretariado durante o período de transição. Em 14 de novembro, Haddad anunciou os deputados federais Jose de Filippi Jr. e Jilmar Tatto para chefiar as pastas de Saúde e Transportes, respectivamente. Antes disso, em 12 de novembro, o prefeito eleito anunciou a indicação de Antonio Donato (Governo), Leda Paulani (Planejamento), Luís Fernando Massonetto (Negócios Jurídicos), Marcos Cruz (Finanças) e Fernando de Mello Franco (Desenvolvimento Urbano).

Assista ao anúncio e leia os currículos oficiais dos novos secretários:

 

Desenvolvimento Econômico e Trabalho

Eliseu-Gabriel-150x150Eliseu Gabriel (PSB), formado em Física pela USP, foi reeleito para o quarto mandato como vereador. Na Câmara, exerceu cargos importantes, como a presidência de comissões permanentes, CPIs e a relatoria do Orçamento. Na gestão Montoro, trabalhou nas secretarias do Interior e do Planejamento, além da então estatal Eletropaulo.

Coordenação das Subprefeituras 
Chico-Macena-150x150Francisco Macena (PT) ocupa o segundo mandato na Câmara de Vereadores de São Paulo. Presidiu a comissão de Política Urbana na Câmara. É professor de pós-graduação na Universidade Nove de Julho. Foi presidente da Companhia de Engenharia de Tráfego na gestão da prefeita Marta Suplicy (2001-2004). Na gestão da prefeita Luiza Erundina, em 1989, foi administrador regional da Vila Prudente.

Relações Governamentais
João-Antônio-150x150João Antonio (PT), advogado, é deputado estadual em seu primeiro mandato. Vereador na Câmara Municipal paulistana por três mandatos consecutivos, foi líder do governo Marta em 2003 e 2004 e presidente da Comissão de Constituição, Justiça e Legislação Participativa da Casa entre 2006 e 2008. É o atual secretário de Organização do PT estadual.

Promoção da Igualdade Racial
Netinho-de-Paula-150x150José de Paula Neto (PCdoB) é vereador em primeiro mandato, reeleito este ano em São Paulo. Apresentador de TV e cantor, Netinho, como é conhecido, atuou em projetos sociais antes de ingressar na carreira política. Criou o Instituto Casa da Gente. Na Câmara Municipal, é integrante da Comissão de Educação, Cultura e Esporte.

Assistência Social 
Luciana-Temer-150x150Luciana Temer (PMDB), advogada especializada em Direito Constitucional, com doutorado na área, é professora da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, exerce sua atividade profissional com escritório em São Paulo, e já ocupou o cargo de secretária-adjunta e secretária do estado de Juventude, Esporte e Lazer. Luciana também já foi coordenadora de Assistência Jurídica do CEPAM – Fundação Prefeito Faria Lima e delegada de Polícia da Delegada de Defesa da Mulher.

Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida 
Marianne-Pinotti-150x150Marianne Pinotti (PMDB), médica especialista em ginecologia e obstetrícia e mastologia, com mestrado e doutorado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, foi diretora do Departamento de Mastologia do Hospital Pérola Byington por sete anos e Secretária de Saúde do município de Ferraz de Vasconcelos (SP). Disputou o cargo de vice-prefeita de São Paulo na chapa de Gabriel Chalita, e foi candidata a vice-governadora em 2010.

Verde e Meio Ambiente 
Roberto-Tripoli-150x150Roberto Tripoli (PV) é publicitário e ambientalista. Fundador do Partido Verde e vereador desde 1988. Foi presidente da Câmara Municipal nos anos de 2005 e 2006. Em sua atividade parlamentar atua nas áreas de meio ambiente, proteção da vida animal e direito dos idosos. É autor das Leis do Psiu e da Cidade Limpa, e de leis e políticas públicas em defesa dos animais. Tem também atuação na conservação da fauna silvestre, inclusive o combate ao tráfico.

 

 

Fonte: SpressoSP

+ sobre o tema

SP enquadrou 31 mil negros como traficantes em situações similares às de brancos usuários

Para a polícia de São Paulo, a diferença entre um traficante e...

STF retoma julgamento sobre descriminalização do porte de drogas

O Supremo Tribunal Federal (STF) retoma nesta quinta-feira (20)...

STF começa a julgar nesta terça (18) supostos mandantes da morte de Marielle

O Supremo Tribunal Federal (STF) inicia, na tarde desta...

PL antiaborto viola padrões internacionais e ameaça vida, diz perita da ONU

O PL antiaborto viola padrões internacionais de direitos humanos...

para lembrar

Aula Magna: Marilena Chaui fala do que está em jogo nestas eleições

Serra representa ameaça à democracia e aos direitos...

Aprenda a identificar pessoas que possuem real falta de caráter.

O que é caráter? Caráter é um conjunto de características e...

Depois da terceirização virá PDV no serviço público?

Depois da aprovação do projeto de lei da terceirização...

Negacionismo matou e falta de medidas no Brasil foi letal, diz investigação 

A maior avaliação já feita sobre a resposta global...

Prefeitura de São José dos Campos retira obra sobre mulheres cientistas das escolas

A prefeitura de São José dos Campos (SP) recolheu a obra Mulheres Sonhadoras, Mulheres Cientistas, composta por dois livros, das escolas e bibliotecas do município. Escritos por...

A direita parlamentar parece ter perdido sua bússola moral

Com o objetivo de adular a extrema direita e constranger o governo, o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, facilitou a aprovação de...

Janja defende direito ao aborto legal, diz que projeto é ‘absurdo’ e afirma que Congresso deve garantir acesso ao SUS

A primeira-dama Rosângela da Silva, a Janja, afirmou que do projeto de lei (PL) 1904, que quer colocar um teto de 22 semanas no acesso ao...
-+=