Fernando Haddad anuncia os nomes de mais sete secretários

Prefeito eleito de São Paulo já indicou um total de 14 secretários para compor seu governo

Por Cezar Xavier

O prefeito eleito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), anunciou na tarde desta quarta-feira (28) mais sete secretários que em janeiro irão compor o novo governo municipal. São eles: Eliseu Gabriel (Desenvolvimento Econômico e Trabalho), Francisco Macena (Coordenação das Suprefeituras), João Antonio (Relações Governamentais), Netinho de Paula (Promoção da Igualdade Racial), Luciana Temer (Assistência Social), Marianne Pinotti (Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida) e Roberto Trípoli (Verde e Meio Ambiente).

A Secretaria de Promoção da Igualdade Racial será criada na nova estrutura administrativa da Prefeitura, conforme compromisso de campanha. Outra modificação é a extinção da Secretaria Especial do Microempreendedor Individual, cujas competências serão absorvidas pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico e do Trabalho.

Este é o terceiro anúncio de secretariado durante o período de transição. Em 14 de novembro, Haddad anunciou os deputados federais Jose de Filippi Jr. e Jilmar Tatto para chefiar as pastas de Saúde e Transportes, respectivamente. Antes disso, em 12 de novembro, o prefeito eleito anunciou a indicação de Antonio Donato (Governo), Leda Paulani (Planejamento), Luís Fernando Massonetto (Negócios Jurídicos), Marcos Cruz (Finanças) e Fernando de Mello Franco (Desenvolvimento Urbano).

Assista ao anúncio e leia os currículos oficiais dos novos secretários:

 

Desenvolvimento Econômico e Trabalho

Eliseu-Gabriel-150x150Eliseu Gabriel (PSB), formado em Física pela USP, foi reeleito para o quarto mandato como vereador. Na Câmara, exerceu cargos importantes, como a presidência de comissões permanentes, CPIs e a relatoria do Orçamento. Na gestão Montoro, trabalhou nas secretarias do Interior e do Planejamento, além da então estatal Eletropaulo.

Coordenação das Subprefeituras 
Chico-Macena-150x150Francisco Macena (PT) ocupa o segundo mandato na Câmara de Vereadores de São Paulo. Presidiu a comissão de Política Urbana na Câmara. É professor de pós-graduação na Universidade Nove de Julho. Foi presidente da Companhia de Engenharia de Tráfego na gestão da prefeita Marta Suplicy (2001-2004). Na gestão da prefeita Luiza Erundina, em 1989, foi administrador regional da Vila Prudente.

Relações Governamentais
João-Antônio-150x150João Antonio (PT), advogado, é deputado estadual em seu primeiro mandato. Vereador na Câmara Municipal paulistana por três mandatos consecutivos, foi líder do governo Marta em 2003 e 2004 e presidente da Comissão de Constituição, Justiça e Legislação Participativa da Casa entre 2006 e 2008. É o atual secretário de Organização do PT estadual.

Promoção da Igualdade Racial
Netinho-de-Paula-150x150José de Paula Neto (PCdoB) é vereador em primeiro mandato, reeleito este ano em São Paulo. Apresentador de TV e cantor, Netinho, como é conhecido, atuou em projetos sociais antes de ingressar na carreira política. Criou o Instituto Casa da Gente. Na Câmara Municipal, é integrante da Comissão de Educação, Cultura e Esporte.

Assistência Social 
Luciana-Temer-150x150Luciana Temer (PMDB), advogada especializada em Direito Constitucional, com doutorado na área, é professora da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, exerce sua atividade profissional com escritório em São Paulo, e já ocupou o cargo de secretária-adjunta e secretária do estado de Juventude, Esporte e Lazer. Luciana também já foi coordenadora de Assistência Jurídica do CEPAM – Fundação Prefeito Faria Lima e delegada de Polícia da Delegada de Defesa da Mulher.

Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida 
Marianne-Pinotti-150x150Marianne Pinotti (PMDB), médica especialista em ginecologia e obstetrícia e mastologia, com mestrado e doutorado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, foi diretora do Departamento de Mastologia do Hospital Pérola Byington por sete anos e Secretária de Saúde do município de Ferraz de Vasconcelos (SP). Disputou o cargo de vice-prefeita de São Paulo na chapa de Gabriel Chalita, e foi candidata a vice-governadora em 2010.

Verde e Meio Ambiente 
Roberto-Tripoli-150x150Roberto Tripoli (PV) é publicitário e ambientalista. Fundador do Partido Verde e vereador desde 1988. Foi presidente da Câmara Municipal nos anos de 2005 e 2006. Em sua atividade parlamentar atua nas áreas de meio ambiente, proteção da vida animal e direito dos idosos. É autor das Leis do Psiu e da Cidade Limpa, e de leis e políticas públicas em defesa dos animais. Tem também atuação na conservação da fauna silvestre, inclusive o combate ao tráfico.

 

 

Fonte: SpressoSP

+ sobre o tema

Pobre Palmares!

  por Arísia Barros União,a terra de Zumbi, faz parcas e...

Lei 13.019: um novo capítulo na história da democracia brasileira

Nota pública da Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais...

Procurador-geral da República, Janot, pede prisão de Renan, Sarney, Jucá e Cunha

Janot também pediu afastamento de Calheiros da presidência do...

No Governo Dilma as mulheres estão reclamando de barriga cheia?!

Fátima Oliveira Estela e Gracinha tomavam uma fresca na calçada...

para lembrar

Número de mulheres eleitas prefeitas no 1º turno aumenta 31,5% no país

Candidatas alcançaram posto em 663 cidades, mas apenas uma...

Em prédio novo, escola de SP não possui itens básicos para estudar.

Prédio novo também continha sobras de material de construção...

Para ex-comandante-geral da PM do Rio, “a vida humana não é uma prioridade no Brasil”

Ibis Pereira fala sobre os vários aspectos da crise...

Mano Brown e Iceblue gravam com Fernando Haddad

por Walber Silva O candidato a prefeitura de São...

Fim da saída temporária apenas favorece facções

Relatado por Flávio Bolsonaro (PL-RJ), o Senado Federal aprovou projeto de lei que põe fim à saída temporária de presos em datas comemorativas. O líder do governo na Casa, Jaques Wagner (PT-BA),...

Morre o político Luiz Alberto, sem ver o PT priorizar o combate ao racismo

Morreu na manhã desta quarta (13) o ex-deputado federal Luiz Alberto (PT-BA), 70. Ele teve um infarto. Passou mal na madrugada e chegou a ser...

Equidade só na rampa

Quando o secretário-executivo do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Cappelli, perguntou "quem indica o procurador-geral da República? (...) O povo, através do seu...
-+=