Parlamentares famosos chamam a atenção pela boa atuação na política

Por: Juliana Colares

 

Dia de sessão deliberativa na Câmara dos Deputados. No café ao lado do plenário, duas mulheres cochicham. Máquina fotográfica em punho, olham hesitantes para uma das mesinhas à esquerda. Tomam coragem, põem um sorriso no rosto e se aproximam da cadeira ocupada por um deputado federal. Era Jean Wyllys (Psol-RJ), conhecido nacionalmente após vencer a quinta edição do Big Brother Brasil. Alvo dos holofotes, parlamentares que ganharam fama antes de entrarem na vida político-partidária chamam atenção nos corredores e não escapam da tietagem. O sucesso que lhes rendeu a vitória nas urnas, no entanto, também alimenta olhares desconfiados.

Rompendo rótulos e desfazendo preconceitos, algumas dessas celebridades provam que também podem exercer bem o papel de parlamentar. Eleito com 1.353.820 votos, Tiririca (PR-SP) apresentou oito projetos de lei e destinou R$13,5 milhões em emendas parlamentares à manutenção de hospitais e asilos, além de projetos culturais e esportivos. Também ganhou destaque por ser um dos oito deputados federais (em um universo de 513) que nunca faltaram a uma única sessão deliberativa.

Contrariando possíveis expectativas de jornalistas esportivos, quem também tem assiduidade exemplar é o ex-jogador de futebol Romário (PSB-RJ), que tinha fama de faltar aos treinos. Mais que isso: ídolo nacional, ele virou importante cabo eleitoral no segundo turno. Percorreu 58 mil quilômetros, subindo ao palanque em 62 cidades. Para isso, chegou a acordar antes do nascer do sol. “O problema das celebridades é que todo mundo tem a expectativa de que elas serão nulas no parlamento. Nesta legislatura, isso não se confirmou”, afirma o analista político e diretor de documentação do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap), Antônio Augusto de Queiroz.

 

 

 

Fonte: Correio Braziliense 

+ sobre o tema

Bolsonarismo ataca democracia de todas as formas

O risco democrático que o bolsonarismo representa não se...

Peritos das Nações Unidas avaliam condições de vida dos africanos em Portugal

Por: António Pereira Neves Genebra, 14 mai...

O que pensa o ministro Arthur Chioro sobre a saúde da mulher – por: Fátima Oliveira

Preocupada com o silêncio sepulcral do novo ministro da...

Senador republicano adere a Obama

Folha de São Paulo quarta-feira, 29 de abril de...

para lembrar

Até quando a sabotagem conservadora poderá resistir?

por Saul Leblon A Folha quer ser...

Não temos medo da escuridão, mas ela nos assombra

Resumo: Esta escrita tem como foco descrever a trajetória...

Obama: Vitória do povo americano

Por: LUIZ CARLOS BRESSER-PEREIRA É hora de celebrar a vitória...

Sociedade brasileira é ‘racista’, afirma futuro presidente negro do TST

Primeiro negro eleito para presidir o Tribunal Superior do...

Fim da saída temporária apenas favorece facções

Relatado por Flávio Bolsonaro (PL-RJ), o Senado Federal aprovou projeto de lei que põe fim à saída temporária de presos em datas comemorativas. O líder do governo na Casa, Jaques Wagner (PT-BA),...

Morre o político Luiz Alberto, sem ver o PT priorizar o combate ao racismo

Morreu na manhã desta quarta (13) o ex-deputado federal Luiz Alberto (PT-BA), 70. Ele teve um infarto. Passou mal na madrugada e chegou a ser...

Equidade só na rampa

Quando o secretário-executivo do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Cappelli, perguntou "quem indica o procurador-geral da República? (...) O povo, através do seu...
-+=