Início África e sua diáspora Entretenimento Festa das Águas celebra Rainha do Mar

Festa das Águas celebra Rainha do Mar

Como acontece anualmente, em 2022, o Instituto Rosa dos Ventos homenageia Iemanjá na Praça dos Orixás.

Foto: Divulgação

Dia 2 de fevereiro de 2022, o festejo anual que celebra Iemanjá, a Festa das Águas, acontece na Praça dos Orixás, a partir das 10h. A iniciativa do Instituto Rosa dos Ventos propõe valorizar o espaço e ampliar sua ocupação com terreiros, grupos culturais, praça de artesanato e de gastronomia, reafirmando, desse modo, a força e a beleza das culturas de matriz africana. Ambos, espaço e festejo, foram homologados como Patrimônio Cultural Imaterial do Distrito Federal desde 2018.

Com uma programação diversificada, o encontro destaca o simbolismo cultural das ações. Entre as principais atrações, estão Samba para Iemanjá com Breno Alves e Batucada para as Águas, cujas apresentações foram pensadas especialmente para a ocasião. A Roda, Encantaria das Mata, Roda de Percussão, Batucada para as Águas, Cortejo para Iemanjá, Bando Matilha  Capoeira e Nãnan Matos também marcam presença como atrativos artísticos. Com o propósito de reforçar os símbolos representantes dessa vertente, a Feira de Artesanato e a Praça de Alimentação oferecem pratos e artesanias típicas para desfrute do público.

A presidente da Rosa dos Ventos, Stéffanie Oliveira, revela seu encanto com a força representativa desse precioso encontro: “nossa Festa das Águas não só homenageia as entidades representativas de nossa cultura, mas também exalta nosso povo, nossa comunidade, nossa negritude, nossa ancestralidade e contribui para a necessidade de afirmação em uma sociedade injusta e preconceituosa”.

A Yalorixá Mãe Cícera de Oxum, Mãe de Santo do Centro Espiritual Rosa Branca, na Samambaia, compartilha sua visão sobre o significado do festejo: “a importância dessa festa é que ela permite que as pessoas estreitem laços com essa deusa, com essa orixá da umidade do mundo, que nos traz conforto aos corações e nos alimenta a todos. Quanto mais longe do mar, mais cansados estamos, então, daí a importância de uma celebração como essa no Planalto Central”.

Foto: Divulgação

Além do enfoque cultural, a Festa das Águas reitera sua preocupação com o meio ambiente e com a manutenção do patrimônio público. O evento incentiva o uso de materiais biodegradáveis para quem deseja prestar homenagens às entidades, tais como flores, frutas, comidas, fibras vegetais e similares. Outro ponto importante para o projeto é a preservação da Praça dos Orixás, como território cultural e como ponto simbólico, no Distrito Federal, para culturas afro.

Também atenta aos riscos da pandemia, a organização recomenda que apenas pessoas vacinadas com as duas doses contra a Covid-19 participem do evento. Ainda, pensando na segurança da comunidade, reforça que o uso de máscara e álcool são imprescindíveis.

A mestra Martinha do Coco, referência fundamental da cultura popular no DF, também conta sua visão sobre o evento: “me sinto honrada quando o Samba de Coco e o Samba Pisado se encontram, principalmente, em uma data tão importante e simbólica como é o dia 2 de fevereiro, data que homenageia Iemanjá e a água, que neste momento de pandemia, é tão importante, fundamental para o nosso cuidado. Então fica aqui o meu convite: venha, Traga Vasilha, e, sobretudo, respeito ao sagrado e à Praça dos Orixás”.

A realização do projeto fica por conta do Instituto Rosa dos Ventos e o fomento é da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Distrito Federal.

Serviço: Festa das Águas 2022.

Local: Praça dos Orixás.

Data: 02/02.

Programação:

  • 10h – Abertura da Feira de Artesanato e da Praça de Alimentação;
  • 12h – Samba com Acarajé;
  • 13h – Samba para Iemanjá com Breno Alves, Kadu Dantas e Rodrigo 7 Cordas
  • 14h30 – A Roda – encontro de pandeiristas amadores;
  • 15h30 – Apresentação do grupo Encantaria das Mata;
  • 16h30 – Roda de Percussão  com Folha Seca;
  • 17h20 – Batucada para as Águas com Mestra Martinha do Coco e Mestre Tico Magalhães  (traga seu tambor e venha com roupa branca);
  • 18h – Cortejo para Iemanjá com Coletivo das Yás;
  • 19h – Bando Matilha Capoeira;
  • 20h – Nãnan Matos – Show Sambadeira.
-+=