Filha de Angelina Jolie e Brad Pitt, Shiloh segue estilo ‘tomboy’.

Shiloh causou na première do filme “Unbroken, dirigido por sua mãe, Angelina Jolie, que não marcou presença no evento por estar com catapora. A menina de 8 anos optou por terno e gravata e cabelos puxados para trás para o tapete vermelho.

Do: Purepeo Ple

A garotinha já nasceu com os holofotes virados para ela. Ela foi o primeiro bebê a ter uma versão em cera no Museu Madame Tussauds. Também para ter a sua primeira foto, estima-se que a revista “People” pegou cerca de U$ 4,1 milhões.

E a menina continua brilhando, não apenas por sua fofura, mas por já demonstrar personalidade. Adepta do visual tomboy, o estilo exibido por Shiloh no red carpet não foi surpresa para quem acompanha a família.

“Ela gosta de se vestir como um menino”, declarou Angelina Jolie

Aos 3 anos, a primeira filha biológica de Brad e Angelina começou a usar roupas dos irmãos. Quando a menina tinha 4 anos, a mamãe famosa declarou, em entrevista à revista “Vanity Fair”, que a filha preferia vestir roupas masculinas e ser chamada de John. “Ela gosta de calças, de agasalhos e casacos. Ela gosta de se vestir como um menino. Ela quer ser um garoto. Então tivemos que cortar seu cabelo. Ela gosta de tudo que é de menino. Acha que é um dos irmãos”.

A atriz também falou sobre o assunto no programa de Ophah Winfrey: “Ela pensa que é um dos irmãos”. Brad também participou da entrevista e contou uma história engraçada: “Se eu digo: Shi, você quer… Ela me interrompe e diz ‘John. Sou John’. Então eu digo: ‘John, você quer suco de laranja?’ E aí ela responde: ‘Não!'”

A situação chegou a criar um problema familiar. A mãe de Pitt implicou com o jeito da menina se vestir até os seus 6 anos. Jane Pitt insistia em presentear a neta com vestidos de princesas e roupas de fadas, mesmo sabendo que a criança não gostava. Angelina, que ensina seu ativismo aos filhos e gosta que as crianças sejam quem querem ser, considerou a atitude desrespeitosa e ficava irritada com a sogra.

Casamento após nove anos de relacionamento

Juntos desde 2005, quando começaram a namorar no set de filmagem de “Sr. e Sra. Smith”, Brad Pitt e Angelina oficializaram a união em agosto de 2014. E cada filho do casal, Maddox, Pax, Zahara, Shiloh, Vivienne e Knox, teve um papel importante na cerimônia, jogando pétalas ou carregando as alianças. Além disso, o véu da atriz foi decorado com desenhos feitos pelos filhos.

Dois meses após selar a união com a atriz, Brad falou em uma entrevista que acredita em momentos felizes e não em apenas ser ou não feliz. “Eu sempre acreditei que a felicidade é superestimada, sabe? São esses momentos difíceis que informam a próxima época maravilhosa, e é uma série de trocas, de eventos, de vitórias e derrotas”, disse.

Com receio de câncer, Angelina Jolie faz cirurgia para retirar os seios

“Tudo que quero é que ela tenha uma vida longa e saudável” diz Brad Pitt

 

Leia mais sobre  Questões de Gênero

+ sobre o tema

Feministas apoiam nova ministra e aguardam debate sobre aborto

Para representantes de entidades ligadas às causas feministas, escolha...

O uso do crack na gestação causa sérios riscos ao feto

Aumento do consumo do crack entre mulheres e as...

Ministra Eleonora Menicucci critica médico que não faz aborto legal

Para secretária de Políticas para Mulheres, profissional que não...

SEMDF participa do Encontro das Trabalhadoras da CTB

Desenvolvimento, autonomia e igualdade foi o tema que conduziu...

para lembrar

Sarney e Maia destacaram a presença de uma mulher na Mesa diretora

A cerimônia que deu início aos trabalhos legislativos da...

Diversidade sexual no meio acadêmico é tema de encontro na Universidade de Brasília

Brasília – Diversidade sexual foi o tema que norteou...

Como o 8 de Março mudou a ciência

Eva Alterman Blay é Professora Emérita da USP e...
spot_imgspot_img

Homens ganhavam, em 2021, 16,3% a mais que mulheres, diz pesquisa

Os homens eram maioria entre os empregados por empresas e também tinham uma média salarial 16,3% maior que as mulheres em 2021, indica a...

Escolhas desiguais e o papel dos modelos sociais

Modelos femininos em áreas dominadas por homens afetam as escolhas das mulheres? Um estudo realizado em uma universidade americana procurou fornecer suporte empírico para...

Ministério da Gestão lança Observatório sobre servidores federais

O Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI) lança oficialmente. nesta terça-feira (28/3) o Observatório de Pessoal, um portal de pesquisa de...
-+=