Bahia: Olívia Santana é a nova secretária estadual de Mulheres

A presidente do PCdoB em Salvador e ex-vereadora da capital, Olívia Santana, foi a indicada pelo Comitê Estadual do Partido e nomeada pelo governador eleito, Rui Costa (PT), para assumir a Secretaria Estadual de Políticas para as Mulheres (SPM). Também conhecida como “Negona”, pela firmeza nas atuações, Olívia se tornou um dos principais ícones das lutas pela igualdade – racial, social e de gênero – na Bahia.

Por Erikson Walla Do: Vermelho

Além das lutas no movimento social e na política, Olívia também é conhecida pela história de vida. Filha de uma empregada doméstica e de um marceneiro, foi um dos três sobreviventes dos oito filhos que os pais tiveram, no Alto de Ondina, comunidade carente de Salvador. Começou a trabalhar aos 14 anos, como servente em uma escola particular e, estudando sozinha, conseguiu ser aprovada, mais tarde, no curso de Pedagogia da UFBA.

Na Universidade Federal da Bahia, ingressou no movimento estudantil e se destacou na luta antirracista. Hoje, é secretária nacional de Combate ao Racismo do PCdoB, além de integrar a União de Negros pela Igualdade (Unegro) e a União Brasileira de Mulheres (UBM). Olívia Santana também foi vereadora de Salvador por três mandatos, secretária municipal de Educação e Cultura e subsecretária estadual do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre).

Entre as ações da comunista que ganharam destaque, estão a lei municipal de Combate à Intolerância Religiosa (21 de janeiro), a implantação da Lei 10.639, sobre o ensino da História da África e da Cultura Afro-brasileira nas escolas da capital, bem como a implantação da matrícula informatizada na rede municipal. Olívia também é autora da Medalha Zumbi dos Palmares, que reconhece os defensores da igualdade – ela própria foi agraciada com a honraria, esse ano.

Na subsecretaria da Setre, Olívia contribuiu com a preparação da Copa do Mundo na Bahia e se destacou pelas campanhas contra o racismo nos estádios e de prevenção às doenças sexualmente transmissíveis, durante a realização do megaevento esportivo.

Leia mais sobre Questões de Gêneros 

+ sobre o tema

Masculinidade Negra – Por que falar sobre isso?

Na construção deste novo homem onde se encontram os...

II ENCONTRO DE JOVENS CIENTISTAS NEGRAS E NEGROS

O II Encontro de Jovens Cientistas Negros da Associação...

Maria Rita Kehl: A mínima diferença

Há cem anos não se fala em outra coisa.1...

A mulher que quer registrar uma união civil com a irmã

Catherine Utley e sua irmã Ginda moram juntas há...

para lembrar

É preciso gritar

“Preciso gritarrrr”! Foi com esta expressão vibrada da energia...

O racismo nosso de cada dia e a situação da mulher negra brasileira

O racismo se manifesta das mais diversas formas no...

A igualdade de gênero e as barreiras do conservadorismo religioso

No Brasil do século XXI, as mulheres continuam largando...

As Bruxas que somos hoje!

O estigma social das bruxas, como seres maléficos, feios...
spot_imgspot_img

Mortalidade materna de mulheres negras é o dobro da de brancas, mostra estudo da Saúde

Assim como outros indicadores de saúde, a mortalidade materna é maior em mulheres negras do que brancas, de acordo com levantamento do Ministério da Saúde. Dados preliminares...

MP-BA oferece denúncia contra cinco homens por envolvimento na morte de Mãe Bernadete

O Ministério Público da Bahia (MP-BA) denunciou cinco homens pelo assassinato da ialorixá e líder quilombola Bernadete Pacífico. A informação foi divulgada pelo órgão nesta quinta-feira...

Xenia França vence Grammy Latino 2023 por melhor álbum pop contemporâneo em língua portuguesa

A cantora baiana Xenia França venceu o Grammy Latino 2023, por melhor álbum pop contemporâneo em língua portuguesa com "Em Nome da Estrela". A...
-+=