Tag: Olívia Santana

    Foto: Amanda Oliveira/GOVBA

    “Não sou candidata a vice. Sou candidata a prefeita”, diz Olívia

    A deputada estadual Olívia Santana foi alçada na última semana ao posto de pré-candidata do PCdoB para a prefeitura de Salvador Por: Henrique Brinco, da Tribuna da Bahia Amanda Oliveira/GOVBA A deputada estadual Olívia Santana foi alçada na última semana ao posto de pré-candidata do PCdoB para a prefeitura de Salvador. A indicação será levada à Conferência Municipal do PCdoB de Salvador, que acontece amanhã, para a apreciação da militância comunista. Nesta edição, o mote da conferência municipal do PCdoB da capital é "Salvador, democracia, cidadania e diversidade". A parlamentar afirma que recebeu o convite "da melhor maneira possível". "É uma decisão amadurecida do partido que só me enche de orgulho. Ser pré-candidata a prefeita da minha cidade, da cidade em que eu nasci, que eu sempre vivi e em que eu me construí como mulher, que tive a oportunidade de crescer na luta política, sendo ...

    Leia mais
    Foto: Amanda Oliveira/GOVBA

    Olívia Santana será candidata do PCdoB a prefeita de Salvador

    O nome da deputada estadual Olívia Santana foi o escolhido pelo PCdoB para disputar a Prefeitura de Salvador nas eleições de 2020. no Mídia Bahia Foto: Amanda Oliveira/GOVBA A escolha por Olívia foi feita entre a cúpula dos comunistas e será divulgada nesta segunda-feira (4) em coletiva de imprensa, às 10h, no Hotel Wish. Um membro do PCdoB que não quis se identificar, disse que a deputada federal Alice Portugal recebeu a notícia com tranquilidade, mas teria ficado “decepcionada” pois pontua bem em todas as pesquisas. A parlamentar esperava disputar novamente o Palácio Thomé de Souza. Nas eleições de 2016, ela ficou em segundo lugar, perdendo no primeiro turno para o prefeito ACM Neto. O martelo será batido completamente na conferência estadual do partido, que acontecerá dia 23 de novembro, em Salvador.

    Leia mais
    Foto: Amanda Oliveira/GOVBA

    Olívia Santana é a primeira negra eleita como deputada estadual na Bahia

    Formada em Pedagogia, pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), ela atuou como vereadora por 10 anos na capital baiana. por Cláudia Cardozo / Rafaela Souza no Bahia Notícias Foto: Amanda Oliveira/GOVBA Pela primeira vez na história, uma deputada negra vai ocupar uma das 63 vagas da Assembleia Legislativa (AL-BA). Dos 90% das urnas apuradas, Olívia Santana (PCdoB) aparece com mais de 55 mil votos e será a primeira negra a ocupar o cargo no estado. Formada em Pedagogia, pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), ela atuou como vereadora por 10 anos na capital baiana. Além de ter sido titular da Secretaria Municipal de Educação e Cultura, ela também dirigiu a Secretaria Estadual de Políticas para Mulheres (SPM).

    Leia mais
    Amanda Oliveira/GOVBA

    Convite às mulheres negras na construção de projetos de luta antirracista!

    “Mulheres Negras com Silvio Humberto e Olívia Santana”, este será o tema do encontro a ser realizado neste domingo (23), às 14h , na sede do Partido Socialista Brasileiro (PSB), no Rio Vermelho. Este momento será de continuidade da construção das agendas de pautas destes mandatos, além de uma devolutiva de tudo que já foi feito por esses projetos políticos. Por Jamile Menezes, do Portal Soteropreta  Olívia Santana (Foto:Amanda Oliveira/GOVBA) “A nós, mulheres negras, cabe a reflexão de que, no momento que o país atravessa, nunca foi tão ilusório a ideia de não ter lado. Esta é uma suposição ingênua e tende a balança em benefício de quem sempre nos governou com exclusão, racismo, misoginia e elitismo”, diz convocação às mulheres. A representatividade da esquerda negra, materializada nesta disputa nas figuras de Olívia Santana e Sílvio Humberto, chama esta Plenária de Mulheres Negras, para que escrevamos a muitas mãos e ...

    Leia mais
    blank

    “O exército libertador do Brasil era formado pelo povo pobre”

    Ex-presidenta da Unegro Bahia e atuante no movimento negro desde a juventude e no movimento de mulheres, Olívia Santana, falou brevemente sobre a importância desses dois grupos na batalha travada antes pelo povo em prol da libertação do Brasil de Portugal. Para a secretária Nacional de Combate ao Racismo do PCdoB e secretária estadual de Políticas Públicas para as Mulheres, o Dois de Julho é marcadamente feminino, pelas forças libertárias que se destacaram neste processo. Por Maiana Brito Do Portal Vermelho Qual o papel dos negros na luta pela independência da Bahia e do Brasil? A participação dos negros foi altamente relevante. O exército libertador foi formado por voluntários de maioria pobre, negra e indígena, que se entregaram à luta pela libertação do Brasil de Portugal. Quem travou esta batalha foi o povo mais pobre. Tanto que o General Labatut enviou carta para a Corte, contando que os filhos dos senhores não ...

    Leia mais
    blank

    Quem autoriza a cultura do estupro?

    Foram 33 homens estuprando uma menina de 16 anos. O ato filmado, como tudo hoje em dia na nossa sociedade do espetáculo, foi exposto nas redes sociais para escárnio maior da vítima. O crime noticiado calou fundo especialmente nas mulheres que, ao imaginarem a cena abominável, compartilharam da dor, da humilhação, como se o sangramento da genitália da menina violada e exibida pelos criminosos provocasse uma hemorragia subjetiva em toda uma coletividade de mulheres atingidas. Por Olívia Santana Enviado para o Portal Geledés O caso repercutiu mundialmente, provocando perplexidade e indignação. Mas também houve aqueles que se apressaram em justificar o injustificável, buscando na vítima a motivação: “Ela deu lugar, por se relacionar com alguém não confiável”, “se ela estivesse numa igreja ou em casa com o filho de 3 anos, isso não teria acontecido”, e o cantor Lobão, com o seu minicérebro, saiu com essa “o Brasil é o país que produz miniputas”. O pior é que muitos dos que deveriam assegurar ...

    Leia mais
    blank

    Um golpe de Estado marcado por machismo e estupidez!

    A crise política é reveladora do espantoso atraso cultural de uma larga parcela da elite brasileira, sobretudo seus representantes no Poder Legislativo. O golpe de Estado, travestido de impeachment, contra o mandato da presidenta Dilma Rousseff, tem seu itinerário marcado por ódio ao projeto que mais mudou as condições de vida da população, valorizou nossa soberania e ergueu o Brasil no concerto das nações. Enviado por Olívia Santana via Guest Post para o Portal Geledés Essa gente também tem destilado altas doses de misoginia e discriminações. Misoginia é o machismo exacerbado, assentado na crença medieval da incapacidade de as mulheres realizarem aquilo que alguns acham que só os homens podem: exercer poder, por exemplo. Os misóginos têm convicção - e a divulgam sem parcimônia - que as mulheres só deveriam ser belas, recatadas e do lar, jamais da rua, da vida pública, da luta política por direitos. Há os que ...

    Leia mais
    Gravação de depoimento da Secretária de Políticas para Mulheres Olivia santanaFoto; Elói corrêa/GOVBA

    Lei Maria da Penha, um bom remédio para o machismo!

    Muita gente já cantou, sambou, ouviu: “Se essa mulher fosse minha eu tirava do samba já, já/ dava uma surra nela que ela gritava chega...” E “Te perdoo/ Por ergueres a mão/ Por bateres em mim...”. São expressões da cultura machista, que nos impõe a necessidade da reflexão: por que o amor tem que rimar com dor? Aliás, rimazinha ordinária. Enviado por Olívia Santana para o Portal Geledés A Lei Maria da Penha, de nº 11.340/06, completou 09 anos com o desafio de punir os agressores de mulheres e, sobretudo, contribuir para repensar e redefinir os códigos morais arcaicos, machistas de forma a desnaturalizar a violência de gênero. Mais mulheres hoje se sentem encorajadas a denunciar violências. A Lei colabora com o resgate da dignidade, principalmente da mulher, mas também do homem, pois essa história de que “mulher de malandro gosta de apanhar”, desqualifica a ambos. Tal legislação não precisaria existir, se vivêssemos em uma sociedade onde as mulheres fossem tratadas ...

    Leia mais
    blank

    Enfrentamento à violência contra a mulher

    A Câmara aprovou nesta terça-feira, 03/03, o projeto de lei do Senado que classifica o feminicídio como crime hediondo. O texto modifica o Código Penal para incluir o crime – assassinato de mulher por razões de gênero – entre os tipos de homicídio qualificado. O projeto vai agora à sanção presidencial. A proposta estabelece que existem razões de gênero quando o crime envolver violência doméstica e familiar, ou menosprezo e discriminação contra a condição de mulher. Prevê ainda o aumento da pena em um terço se o crime acontecer durante a gestação ou nos três meses posteriores ao parto; se for contra adolescente menor de 14 anos ou adulto acima de 60 anos ou ainda pessoa com deficiência. Do Correio Nagô E é sobre a violência contra a mulher o tema principal da primeira entrevista de uma série que o Correio Nagô vai apresentar com as gestoras de políticas públicas, ...

    Leia mais
    blank

    Olivia Santana: “ A mulher negra continua sendo marginalizada no carnaval de Salvador”

    A Secretária Estadual de Políticas para as Mulheres, Olivia Santana (PC do B) declarou ao “O Jornal da Cidade”, nesta segunda – feira (16), que apesar dos avanços, as mulheres negras continuam marginalizadas no carnaval baiano, e até mesmo excluídas da festa. Por: Danilo Souza Do O jornal da Cidade “A mulher negra continua sendo periferia no carnaval de Salvador. São as catadoras de latinhas, o pessoal do subemprego, etc. Nós da secretaria estamos buscando conceder assistência a essas minorias, que durante muito tempo foram esquecidas pelos poderes competentes”, declarou a secretária. Quando indagada sobre a cápsula do sexo, que foi instalada em um camarote na Barra, Oliva Santana disse não concordar com a iniciativa. “Não concordo com isso, o carnaval é um festa que tem dinheiro público investido, não se pode permitir essas coisas. O nosso foco é cuidar e valorizar as mulheres, quem quiser fazer sexo está livre para ...

    Leia mais
    blank

    Olívia Santana comenta polêmica prisão após beijo forçado: ‘subjugar a mulher é inaceitável’

    Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM) do governo Rui Costa, Olívia Santana (PC do B) esteve presente na abertura do Carnaval nesta quinta-feira (13), no Campo Grande. Questionada pelo Bahia Notícias, Olivia comentou sobre o caso de um homem que foi condenado a sete anos de prisão por ter beijado uma foliã à força no carnaval de Salvador. Para a secretária, o caso acabou conscientizando o que o ‘beijo forçado’ também é um crime "Eu acho que o aconteceu nesse caso deu uma sacudida pela polêmica que instaurou. Ninguém nunca tinha visto alguém ser condenado por isso. Mas ele foi enquadrado no artigo 213, que diz que qualquer conjunção carnal forçada está sujeita a este tipo de pena. Independente se a pena foi desproporcional ou não, está posta uma violação à lei que teve imediata punição. As mulheres precisam ir às ruas conscientes do seu direito. Sabemos que o ...

    Leia mais
    Sobre mulheres, literatura e emancipação

    Indignada, Olívia Santana critica recrutamento de mulheres para o Carnaval

    A secretária estadual de Políticas para as Mulheres, Olívia Santana, ficou indignada com as notícias veiculadas, quanto aos critérios supostamente utilizados pela Mega Polo Models, para atender a um processo de seleção de mulheres que desejam trabalhar no Carnaval da Bahia, em um camarote, produzido pela empresa 2GB, sendo a Ambev responsável pelo espaço. Do Black Brasil Em ofício já encaminhado ao procurador-geral do Ministério Público da Bahia (MP-BA), Márcio José Fahel, a titular da pasta solicita providências do órgão na investigação do suposto processo seletivo de mulheres para trabalharem no camarote, durante o Carnaval da Bahia. Com relação ao pronunciamento das empresas, que negam a autoria da contratação, a secretária Olívia Santana destaca que é fundamental que o Ministério Público investigue o espaço virtual, através do Núcleo de Combate aos Crimes Cibernéticos (NUCCIBER) do órgão, conduzido pelo procurador Fabrício Rabelo Paturi, para que se descubram os reais culpados e que ...

    Leia mais
    De Rui sobre Olivia: mulher negra que tem a face do estado

    De Rui sobre Olivia: mulher negra que tem a face do estado

    Como o Bocão News já havia antecipado, o governador Rui Costa anunciou Olivia Santana como a futura secretaria de Políticas para Mulheres. Ex-vereadora de Salvador, Olivia disputou a eleição para deputada estadual, mas foi derrotada. Em rápido discurso, Rui ressaltou a importância de ter uma mulher negra no secretariado. “Uma mulher negra que tem a face do estado”. Por Aparecido Silva  Perfil - Olívia Santana – Secretária de Políticas para as Mulheres Formada em pedagogia pela Universidade Federal da Bahia – UFBA, fez parte do movimento estudantil e é militante histórica do movimento negro. Foi Secretária Municipal de Educação de Salvador e vereadora da capital. Integrou o Conselho Nacional de Promoção da Igualdade Racial, fez parte do Fórum das Mulheres Negras e foi  dirigente da União de Negros pela Igualdade (Unegro). Olívia ainda representou o Brasil na 3ª Conferência Mundial Contra o Racismo, ajudou a fundar a União Brasileira de ...

    Leia mais
    Sobre mulheres, literatura e emancipação

    Bahia: Olívia Santana é a nova secretária estadual de Mulheres

    A presidente do PCdoB em Salvador e ex-vereadora da capital, Olívia Santana, foi a indicada pelo Comitê Estadual do Partido e nomeada pelo governador eleito, Rui Costa (PT), para assumir a Secretaria Estadual de Políticas para as Mulheres (SPM). Também conhecida como “Negona”, pela firmeza nas atuações, Olívia se tornou um dos principais ícones das lutas pela igualdade – racial, social e de gênero – na Bahia. Por Erikson Walla Do: Vermelho Além das lutas no movimento social e na política, Olívia também é conhecida pela história de vida. Filha de uma empregada doméstica e de um marceneiro, foi um dos três sobreviventes dos oito filhos que os pais tiveram, no Alto de Ondina, comunidade carente de Salvador. Começou a trabalhar aos 14 anos, como servente em uma escola particular e, estudando sozinha, conseguiu ser aprovada, mais tarde, no curso de Pedagogia da UFBA. Na Universidade Federal da Bahia, ingressou no ...

    Leia mais
    blank

    Olívia Santana é condecorada com a Medalha Zumbi dos Palmares

    Ativista do movimento negro e idealizadora da primeira honraria destinada a personalidades que se destacam na luta contra o Racismo - a Medalha Zumbi dos Palmares -, Olívia Santana provou da emoção de ser condecorada. Ela foi homenageada em sessão solene nesta terça-feira (16/09), como forma de reconhecimento por sua atuação em defesa da igualdade racial e contra o racismo. Militante histórica do movimento negro e uma das fundadoras da União de Negros pela Igualdade (Unegro), ela, que ocupa a Secretaria Nacional de Combate ao Racismo do PCdoB. Emocionada, Olívia falou do orgulho de ter sua trajetória política reconhecida, e ser agraciada justamente com a comenda que criou, entregue desde 1999 a diversas personalidades. “Nunca esquecerei cada momento desta homenagem tão especial. Aqui nesta Casa iniciei minha vida política institucional e a Medalha Zumbi é uma honraria carregada de simbolismo, porque refere-se à maior expressão da luta contra a discriminação ...

    Leia mais
    vices

    Vice negra é passo para valorizar liderança feminina

    Independente do resultado das urnas no dia 28 de outubro, Salvador terá pela primeira vez em sua história uma mulher negra ocupando o cargo de vice-prefeita, o segundo mais importante da cidade. A escolha de uma representante do sexo feminino e afrodescendente para a função é um marco, sobretudo em uma capital cuja maioria da população é negra, mas ainda registra casos de preconceito racial, e onde as oportunidades de emprego e renda são desiguais para os gêneros, principalmente na área política. Por: Kleyzer Seixas Embora a composição da chapa dos candidatos com vices-negras - Célia Sacramento do PV compõe com ACM Neto do DEM e Olívia Santana do PC do B, com Pelegrino (PT) - seja considerada uma avanço, sobretudo simbolicamente, a escolha, por outro lado, suscita questionamentos. Primeiro, pelo papel de "meras coadjuvantes" desempenhado pelas vices, o que, para a socióloga e presidente do Conselho de Desenvolvimento da ...

    Leia mais
    blank

    Lobato, negros e Mayaras – Por: Olívia Santana

    O Parecer nº. 15/2010 do Conselho Nacional de Educação – que identifica situações de racismo no livro Caçadas de Pedrinho, de Monteiro Lobato – causou polêmica nos meios literário e educacional. Uma passagem do referido livro diz: "Sim, era o único jeito — e Tia Nastácia, esquecida dos seus numerosos reumatismos, trepou que nem uma macaca de carvão pelo mastro de São Pedro acima, com tal agilidade que parecia nunca ter feito outra coisa na vida senão trepar em mastros". Ora, há muito se associa a imagem das pessoas negras a macacos. Já vimos insultos a jogadores de futebol, no vôlei e em inúmeras situações da vida cotidiana. Na escola, não raro, professores despreparados chegam a justificar manifestações racistas como brincadeira. Evitemos as saídas simples. Não se trata de defender a não exposição das crianças a um autor de méritos reconhecidos, como Lobato. Trata-se de ter visão crítica sobre possíveis ...

    Leia mais

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Instagram

    Twitter

    Facebook

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist