Guest Post »

“Não sou candidata a vice. Sou candidata a prefeita”, diz Olívia

A deputada estadual Olívia Santana foi alçada na última semana ao posto de pré-candidata do PCdoB para a prefeitura de Salvador

Por: Henrique Brinco, da Tribuna da Bahia

Amanda Oliveira/GOVBA

A deputada estadual Olívia Santana foi alçada na última semana ao posto de pré-candidata do PCdoB para a prefeitura de Salvador. A indicação será levada à Conferência Municipal do PCdoB de Salvador, que acontece amanhã, para a apreciação da militância comunista. Nesta edição, o mote da conferência municipal do PCdoB da capital é “Salvador, democracia, cidadania e diversidade”.

A parlamentar afirma que recebeu o convite “da melhor maneira possível”. “É uma decisão amadurecida do partido que só me enche de orgulho. Ser pré-candidata a prefeita da minha cidade, da cidade em que eu nasci, que eu sempre vivi e em que eu me construí como mulher, que tive a oportunidade de crescer na luta política, sendo vereadora e secretária, ocupando espaços públicos – coisa que é rara na vida das mulheres negras. E agora isso evolui para uma pré-candidatura a prefeita. Penso que é uma oportunidade histórica. Darei o melhor de mim. Disputar a prefeitura de Salvador é defender a causa da cidade”, destaca.

Olívia foi vereadora em Salvador, secretária municipal de Educação na capital, secretária de Políticas para as Mulheres e do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte do governo da Bahia. Na última eleição para deputada, teve 70% de seus votos concentrados em Salvador, onde foi a terceira mais votada.

Questionada sobre como fará o embate contra o candidato apoiado pelo prefeito ACM Neto (DEM), Olívia diz que a campanha “não é meramente para fazer contraponto” à candidatura apresentada pelo gestor. “Isso em si é muito pequeno. A candidatura vai representar uma proposta para a cidade, um programa para a cidade, construído de baixo para cima. É uma candidatura que vai contar com uma diversidade de segmentos. É uma candidatura que vai contar com a diversidade de segmentos que estão com brilho no olho, querendo colaborar e contribuir. Então, vamos fazer o grande debate de ideias”, avisa.

A parlamentar diz ter boas expectativas a respeito da conversa que terá com governador Rui Costa (PT) em breve. “Nós ainda não conversamos, mas já pedi uma conversa com o governador. O PCdoB vai fazer essa conversa não só com o governador, mas também com as lideranças e os partidos do campo democrático que apoiam Rui Costa. Queremos construir dialogando, debatendo, fazendo essa conversa buscando apoio. Esse é o próximo passo. Construir uma composição de forças partidárias e movimentos sociais em torno de nossa candidatura”.

Olívia, no entanto, afirma que não há nome para vice e nem partidos aliados. “Calma, nós ainda vamos ter a nossa conferência. Só depois da conferência vamos fazer esse trabalho, com a legitimidade dada com o quórum partidário maior. Então, nós estaremos autorizados a fazer essa movimentação de construção com outras forças políticas. A eleição é no ano que vem ainda. Então, o PCdoB saiu na frente fazendo essa indicação do meu nome e nós temos tempo suficiente para dialogar”.

A parlamentar se posicionou sobre as notícias dando conta de que está cotada para integrar a vice numa eventual chapa encabeçada pelo presidente do Esporte Clube Bahia, Guilherme Bellintani. O gestor negocia atualmente com o PSB e, segundo informações de bastidores, é o nome mais forte para ser apoiado por Rui no próximo pleito soteropolitano.

“Não sou candidata a vice. Sou candidata a prefeita. E penso que o nome de Bellintani seria um excelente nome para compor a minha vice. Então, nós vamos nos movimentar. Queremos forças amplas nos apoiando e claro que o nome de Bellintani também será considerado para a composição da nossa chapa. Nossas referências são o campo de forças democráticas que compõem o campo do governador Rui Costa. Ele não disse qual será o seu candidato”.

Related posts