Fundação Tide Setubal e TikTok lançam a quarta edição do edital Elas Periféricas

A caminho de sua quarta edição, o Edital Elas Periféricas, que visa potencializar iniciativas criadas e/ou lideradas por mulheres negras atuantes nas áreas periféricas do Brasil e que promovem a transformação nestes territórios, foi lançado no em 30 de março.

Este ano serão 75 organizações contempladas com apoio institucional por meio de repasse financeiro de até R$ 20 mil a cada uma das iniciativas. Além disso, cada uma delas passará por um ciclo de formação em temáticas fundamentais para os seus desenvolvimentos – esse número representa aumento de 19% em relação à edição anterior.

Além disso, a ação realizada em conjunto com o TikTok está sendo consolidada como importante instrumento de mobilização para as causas. “A parceria possibilitou uma abrangência do Elas Periféricas. Conseguimos ir para outros estados e ampliar o número de apoiadas, chegando em organizações para as quais dificilmente esse tipo de recurso chega”, pontua Viviane Soranso, coordenadora do Programa de Raça e Gênero da Fundação Tide Setubal.

Outro ponto importante desse trabalho em conjunto diz respeito à possibilidade de desenvolver a área de comunicação dessas organizações e coletivas, aumentando sua visibilidade e possibilitando que as ações alcançassem mais pessoas. Neste processo, as coletivas e organizações puderam aprimorar ou desenvolver habilidades relacionadas à captação de recursos, desenvolvimento de projetos, gestão administrativa, gestão financeira, formalização jurídica, além de conseguirem instrumentos de trabalho para a organização.

Outro ponto a ser abordado compreende transformações no modo de atuação das iniciativas potencializadas: a participação no Elas Periféricas trouxe ganhos também para a trajetória pessoal das lideranças da organização/coletiva. As integrantes do Coletivo Mulheres Periféricas, por exemplo, relataram à organização do Elas Periféricas que após um processo leve e robusto de troca de conhecimentos, a formação tem dado a possibilidade de desenvolver nas mulheres o protagonismo em seus territórios.

Graças ao desenvolvimento e apoio aos projetos, somente na terceira edição, 101.165 pessoas foram beneficiadas pelas ações das organizações e coletivas. Ainda, 91% das que foram contempladas informaram ter novos objetivos traçados para os próximos 12 meses.

O funcionamento do edital

Para as organizações poderem ser contempladas com o repasse financeiro e o ciclo de formação, o valor não poderá ser usado para ações finalísticas. Ou seja, o montante deverá ser destinado a ações de desenvolvimento institucional, podendo ser investido para estruturar a organização ou coletivo e no aprimoramento de suas estratégias de planejamento, gestão e marketing digital.

As ações podem contemplar, por exemplo:

  1. Reorganização do modelo de planejamento e gestão;
  2. Implementação de ferramenta para gerenciamento de projetos;
  3. Aprimoramento das estruturas administrativas;
  4. Capacitação e desenvolvimento de competências e habilidades da equipe;
  5. Implementação de estratégia de comunicação por meio de plataforma digital de vídeos;
  6. Criação ou estruturação de um plano de mobilização de recursos;
  7. Implementação ou aprimoramento de sistemas de monitoramento e avaliação.

Critérios para selecionar as iniciativas

Para a iniciativa ser selecionada, ela deve estar em acordo com quatro critérios:

  1. Estruturação e potencial de gestão. Este critério analisará o alinhamento entre o propósito da organização ou coletivo com as suas estratégias de atuação e público atendido;
  2. Articulação e potencial de impacto de transformação da realidade;
  3. Abordagem criativa: o objetivo é avaliar a capacidade que as iniciativas têm de propor soluções diferentes, criativas e inspiradoras que contribuam para que as periferias possam mostrar sua potência e apresentar novas narrativas sobre a cidade;
  4. Adequação da proposta, ou seja, avaliar se o plano apresentado para o fortalecimento das capacidades da organização ou coletivo é consistente em relação aos objetivos almejados e aos desafios identificados.

Vale ressaltar que o cadastro e a construção da proposta levam tempo e recomenda-se que as iniciativas não deixem para fazê-lo na última hora.

Na agenda

As inscrições para a quarta edição do Elas Periféricas estarão abertas até 27 de abril, na página do edital na Plataforma Alas. Confira por lá o regulamento para participar da iniciativa.

Acompanhe também o Enfrente, canal da Fundação Tide Setubal no YouTube, para assistir à live que será realizada em 6 de abril, às 18h (horário de Brasília), para tirar dúvidas sobre o 4° Elas Periféricas.

+ sobre o tema

para lembrar

Projeto Saúde Emocional de A a Z inova no acolhimento a professores

Com a implementação do ensino remoto às pressas após...

Fomentar a potência de mulheres negras para construir uma sociedade mais justa

Antes de fundar o afrobuffet Kitanda das Minas, a...

Fundação Tide Setubal promove edital de R$ 1 milhão para projetos das periferias urbanas do Brasil

Fundação Tide Setubal promove edital Estão abertas as inscrições para...
spot_imgspot_img

Prevenção à violência exige cidadania e pertencimento social

O governo federal anunciou um novo plano nacional para a segurança pública no país. O momento é oportuno não só pelas notícias a que temos assistido...

Podcast Essa Geração (Temporada 6 – Decolonialidade)

Você sabe como a decolonialidade influencia a sua vida? E se disséssemos que ela está muito mais presente do que você imagina? Pois bem,...

Fundação Tide Setubal lança nova rodada de financiamento coletivo de bolsas de estudos para lideranças negras

As doações ocorrem por meio da plataforma de matchfunding disponível em: https://parcerias.benfeitoria.com/canal/alas A cada R$ 1 doado por pessoas físicas e jurídicas o fundo Alas investe...
-+=