Fundação Tide Setubal promove debate sobre democracia, juventudes e territórios com jovens líderes em causas sociais para o enfrentamento das desigualdades

  • O evento acontece na próxima sexta-feira (20), no Galpão ZL, Jardim Lapena, zona leste de São Paulo
  • Compõem as mesas de debate lideranças e organizações como Juventude Negra Política, Politize, IPAD, Escola Comum e Programas Traços/Asas

Evidenciar que os jovens não estão apáticos diante do movimento político e revelar, considerando toda a diversidade dessa parcela da população, quais suas causas, contribuições, desafios e reivindicações. Essa é a proposta do encontro Juventudes, Democracia e Territórios que a Fundação Tide Setubal promove nesta sexta-feira (20), incentivando um espaço de escuta e diálogo. 

O evento será realizado no Galpão ZL, Jardim Lapena, zona leste de São Paulo, e reunirá jovens de diferentes regiões do país que desempenham um papel importante na formação do olhar político nos territórios. “O objetivo é também conectar essa juventude às lideranças que atuam na formação e na ação política dos e com os jovens e que defendem uma agenda voltada para as questões de raça e gênero”, explica Márcio Black, coordenador do programa de Democracia e Cidadania Ativa da Fundação Tide Setubal. 

Durante o encontro serão formadas duas mesas-redondas: Juventudes e formação política: um voto na democracia, com a participação  de Juventude Negra Política, Politize, IPAD, Girl UP, Escola Comum e Programas Traços/Asas; e Excluídos da Cidade: potência e convívio, com a presença de Jailson Silva (RJ), Aiala Colares (PA), Macaé Evaristo (MG), Rodrigo Campos (RJ) e Cléber Ribeiro (RJ). 

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) cerca de um quarto da população brasileira tem entre 15 e 29 anos. “Diante desse cenário de reconhecimento das juventudes como sujeitos políticos, é importante destacar que, quando falamos em juventudes, no plural, queremos dizer que é preciso reconhecer a diversidade de milhares de jovens, que pertencem a diferentes regiões do país, são mulheres, homens e trans, que também diferem em sua raça/cor e orientação sexual. E que as diferenças vêm acompanhadas por muitas desigualdades sociais”, finaliza o coordenador do programa de Democracia e Cidadania Ativa da Fundação Tide Setubal. 

Sobre a Fundação Tide Setubal: organização não governamental, de origem familiar, criada em 2006, que fomenta iniciativas promotoras da justiça social e do desenvolvimento sustentável de periferias urbanas e que contribuam para enfrentar desigualdades socioespaciais das grandes cidades, em articulação com sociedade civil, instituições de pesquisa, Estado e mercado.

Serviço: 

Evento Juventudes, Democracia e Território

Quando: 20/5

Abertura: 16h30

Mesa 1: 16h40h às 18h

Mesa 2: 18h30 às 19h30

Onde: Galpão ZL – Rua Serra da Juruoca, 112, Jardim Lapena

Próximo à estação São Miguel Paulista, linha 12 – Safira da CPTM

+ sobre o tema

Saiba quem são os deputados que propuseram o PL da Gravidez Infantil  

A Câmara dos Deputados aprovou, nesta quarta-feira (12), a...

Com PL do aborto, instituições temem mais casos de gravidez em meninas

Entre 1º de janeiro e 13 de maio deste...

‘Criança não é mãe’: manifestantes em todo o Brasil protestam contra PL da Gravidez Infantil

Diversas cidades do país receberam na noite desta quinta-feira...

para lembrar

Mano Brown, políticos e ativistas usam web para pedir liberdade a manifestante preso por incêndio à estátua de Borba Gato

O rapper Mano Brown, o deputado federal Orlando Silva (PCdoB-SP), a deputada...

“Mudança está em reconhecer os comportamentos e recuar”, diz especialista

A avaliação é uma ferramenta fundamental não só para...

O Judiciário no Brasil, segundo Fabio Konder Comparato (1)

Em estudo especial, um grande jurista brasileiro traça história...

Gilberto Gil: “Um evento drástico como a pandemia ajuda a fortalecer o desejo da humanidade avançar”

Gilberto Gil tem vivido sentimentos difusos ao longo da pandemia....

É sórdido condenar vítima de estupro por aborto

É sórdido e apequena a política o Projeto de Lei que ameaça condenar por homicídio meninas, jovens e mulheres que interromperem gestações, ainda que...

Geledés repudia decisão da Câmara sobre aborto

Geledés – Instituto da Mulher Negra vem a público manifestar sua indignação e repúdio à decisão da Câmara dos Deputados, aprovada nesta terça-feira, 12,...

Mulheres vão às ruas contra PL que equipara aborto a homicídio; confira locais dos atos

Mulheres vão às ruas de diversas partes do país em protesto contra o avanço, na Câmara dos Deputados, do projeto de lei que equipara...
-+=