sexta-feira, novembro 26, 2021
InícioQuestão RacialCasos de RacismoGinasta que gravou vídeo racista é convocado ao Pan. Vítima do caso,...

Ginasta que gravou vídeo racista é convocado ao Pan. Vítima do caso, não

Arthur Nory, o ginasta que gravou e publicou em uma conta em uma rede social um vídeo polêmico com piadas de cunho racista envolvendo um companheiro de seleção brasileira negro, foi convocado nesta sexta-feira para os Jogos Pan-Americanos de Toronto, em julho. A vítima desse mesmo vídeo, Ângelo Assumpção, está fora da lista.

Do UOL

A convocação foi anunciada nesta tarde, mais de uma semana depois que a maioria das confederações brasileiras anunciaram seus representantes. Nory e mais dois atletas, Felipe Arakawa e Henrique Flores (que não foram chamados para o Pan),foram suspensos pelas brincadeiras por 30 dias pela Confederação Brasileira de Ginástica. A punição terminou no último domingo.

Ângelo Assumpção, campeão do salto: aos 18 anos, é um talento em construção. Mas já é apontado como sucessor de Diego Hypolito/ Foto: Ricardo Bufolin/CBG
Ângelo Assumpção, campeão do salto: aos 18 anos, é um talento em construção. Mas já é apontado como sucessor de Diego Hypolito/ Foto: Ricardo Bufolin/CBG

Além de Nory, vão ao Pan Arthur Zanetti, campeão olímpico das argolas, Caio Souza, Francisco Barretto Júnior, Lucas Bitencourt e Petrix Barbosa. Diego Hypolito, com uma lesão nas costas, e Sérgio Sasaki, em recuperação de uma operação no joelho, ficaram fora da lista.

Leia Também: Ângelo Assumpção encara desafios de um ginasta em ascensão

A ausência de Ângelo não chega a ser uma surpresa. Aos 18 anos, ele é um dos mais novos da equipe principal brasileira. Especialista no salto e no solo, ele é considerado um atleta especialista. O time que vai ao Pan, porém, deu preferência a atletas mais completos, como Nory. O evento é a grande preparação do time para o Mundial da modalidade, no final de outubro, na Escócia, que pode classificar a equipe masculina do Brasil, pela primeira vez, para os Jogos Olímpicos.

No feminino, a lista só será divulgada na próxima terça-feira.

Leia Também: A certeza da impunidade: Tribunal arquiva caso de ginastas da seleção que fizeram piada racista
Entenda o caso envolvendo Ângelo e Nory

A polêmica racista da ginástica aconteceu em maio. No dia 15, o site do jornal O Globo publicou um vídeo, postado por Arthur Nory em sua conta no aplicativo Snapchat, em que o ginasta e outros membros da seleção brasileira de ginástica artística faziam piadas de cunho racista com Ângelo Assumpção, o único negro na equipe nacional. O vídeo foi gravado em Portugal durante uma refeição.

“Seu celular quebrou: a tela quando funciona é branca… quando ele estraga é de que cor? (risos)”, pergunta Nory. “Preto!”, dizem outros atletas que não podem ser identificados na imagem. E eles seguem: O saquinho do supermercado é branco … e o do lixo? É preto!”. Ângelo ficou visivelmente constrangido com as piadas e depois não aceitou bem os pedidos de desculpas, como mostra outro trecho do vídeo.

A divulgação da brincadeira fez com que Nory, no mesmo dia 15 de maio, postasse em seus perfis em redes sociais um vídeo de desculpas, contando com a participação do próprio Ângelo e de outros dois ginastas, Felipe Arakawa e Henrique Flores. O caso rendeu uma punição da Confederação Brasileira de Ginástica, que suspendeu Nory, Felipe e Henrique, de treinos e competições, por 30 dias. No início de junho, após ouvir os envolvidos, o Superior Tribunal Desportivo da CBG decidiu arquivar o caso, sem punição extra aos atletas.

RELATED ARTICLES