Gleisi Hoffmann vai apresentar projeto que agrava pena para injúria por gênero

Chamar uma mulher de “vagabunda”, “vaca”, “vadia” além de machista é crime de injúria e prevê detenção de um a seis meses, além de multa.

Por  Luciana Sarmento, do Brasil Post 

Com o objetivo de inibir a violência contra a mulher — seja ela física ou verbal –, a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) anunciou nesta segunda-feira (18) que vai apresentar um projeto de lei que agrava a pena para quem ofende outra pessoa por causa de seu gênero.

“Não é possível mais alguns homens ficarem chamando as mulheres de vacas, de vadias, de biscate, e achar que isso é normal. E não tem nenhuma consequência penal em relação a isso. Então nós vamos apresentar e espero que essa Casa possa encaminhar com grande celeridade esse projeto para que a gente tenha um mecanismo para poder agir, para ter uma ação penal e para quem faz isso responder penalmente”.

A proposta veio após circular a informação de que o presidente do PSDB do Paraná, deputado federal Valdir Rossoni, teria chamado a professora de História da Universidade Federal do Paraná (UFPR) Adriane Sobanski de “biscate” num diálogo “inbox” por meio do Facebook.

o-INJURIA-PROFESSORA-PR-570

A ofensa veio, segundo a professora, após ela criticar duas postagens do parlamentar na mesma rede social. Em ambas ele fazia críticas ao governo federal. Sobanski cobrou que ele cuidasse mais dos problemas do próprio estado.

A senadora afirmou também que ainda vai pedir que a Procuradoria da Mulher no Senado encaminhe à Câmara dos Deputados representação contra Valdir Rossoni, para que ele seja responsabilizado pelo xingamento.

(Com informações da Agência Senado)

CP – Decreto Lei nº 2.848 de 07 de Dezembro de 1940
Art. 140 – Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro:
Pena – detenção, de um a seis meses, ou multa.
§ 1º – O juiz pode deixar de aplicar a pena:
I – quando o ofendido, de forma reprovável, provocou diretamente a injúria;
II – no caso de retorsão imediata, que consista em outra injúria.
§ 2º – Se a injúria consiste em violência ou vias de fato, que, por sua natureza ou pelo meio empregado, se considerem aviltantes:
Pena – detenção, de três meses a um ano, e multa, além da pena correspondente à violência.
§ 3o Se a injúria consiste na utilização de elementos referentes a raça, cor, etnia, religião, origem ou a condição de pessoa idosa ou portadora de deficiência: (Redação dada pela Lei nº 10.741, de 2003)
Pena – reclusão de um a três anos e multa. (Incluído pela Lei nº 9.459, de 1997)
Disposições comuns

+ sobre o tema

Jogadoras inglesas ganham direito à licença maternidade

Jogadoras dos 24 clubes da Super Liga de futebol...

Sagrado Feminino , os riscos para as rodas de mulheres.

Rodas de sagrado feminino estão acontecendo em cada esquina...

5 filmes que podem te ajudar a entender a importância do feminismo

Eu já fiz uma semana especial de mulheres fortes...

Fabrício Boliveira: “O machismo é uma escravidão”

Capa da GQ de setembro ao lado de Emilio...

para lembrar

Sou mulher negra o ano inteiro

Sou mulher negra o ano inteiro. O Dia 20 de...

Secretário da Juventude de Temer é acusado de assédio sexual e agressão

O novo secretário nacional de Juventude, Bruno Moreira Santos,...

Desatando nós: Intelectuais Negras

Olho pro meu corpo sinto a lava escorrer Vejo o...
spot_imgspot_img

Aborto legal: ‘80% dos estupros são contra meninas que muitas vezes nem sabem o que é gravidez’, diz obstetra

Em 2020, o ginecologista Olímpio Moraes, diretor médico da Universidade de Pernambuco, chegou ao hospital sob gritos de “assassino” porque ia interromper a gestação...

Lançamento do livro “A importância de uma lei integral de proteção às mulheres em situação de violência de gênero”

O caminho para a criação de uma lei geral que reconheça e responda a todas as formas de violência de gênero contra as mulheres...

O que está em jogo com projeto que torna homicídio aborto após 22 semanas de gestação

Um projeto de lei assinado por 32 deputados pretende equiparar qualquer aborto realizado no Brasil após 22 semanas de gestação ao crime de homicídio. A regra valeria inclusive para os...
-+=