Governo formaliza projeto para combate racismo e intolerância religiosa

O Governo do Estado, por intermédio da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi), formaliza, na próxima segunda-feira (18), às 14h30, a Rede de Combate ao Racismo e à Intolerância Religiosa. O evento, na Governadoria, em Salvador, terá a presença do governador Jaques Wagner e da ministra-chefe da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial da Presidência da República (Seppir), Luiza Bairros.

A Rede de Combate ao Racismo e à Intolerância Religiosa é um projeto com o objetivo de combater o racismo e a intolerância religiosa, através da criação de uma rede integrada, formada por entidades do poder público e da sociedade civil organizada, que atuará direta ou indiretamente com a temática. A iniciativa é fruto de uma parceria entre os governos federal e estadual.

Fonte para entrevista: Elias Sampaio, secretário de Promoção da Igualdade Racial – (3115-5112 / 8800-3114)

Secom / Bahia

Fonte: Bocão News 

+ sobre o tema

Ministério Público vai investigar atos de racismo em escola do DF

O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT)...

Desigualdade ambiental em São Paulo: direito ao verde não é para todos

O novo Mapa da Desigualdade de São Paulo faz...

Nath Finanças entra para lista dos 100 afrodescendentes mais influentes do mundo

A empresária e influencer Nathalia Rodrigues de Oliveira, a...

Ministério da Igualdade Racial lidera ações do governo brasileiro no Fórum Permanente de Afrodescendentes da ONU

Ministra da Igualdade Racial, Anielle Franco, está na 3a sessão do...

para lembrar

Cemitérios proíbem cultos afro

Orientação da Santa Casa descumpre decreto assinado pelo prefeito...

Sobre preconceito e intolerância religiosa

Comunidades de terreiro se mobilizam em todo o país...
spot_imgspot_img

Na mira do ódio

A explosão dos casos de racismo religioso é mais um exemplo do quanto nossos mecanismos legais carecem de efetividade e de como é difícil nutrir valores...

Intolerância religiosa representa um terço dos processos de racismo

A intolerância religiosa representa um terço (33%) dos processos por racismo em tramitação nos tribunais brasileiros, segundo levantamento da startup JusRacial. A organização identificou...

Intolerância religiosa: Bahia tem casos emblemáticos, ausência de dados específicos e subnotificação

Domingo, 21 de janeiro, é o Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa. Nesta data, no ano 2000, morria a Iyalorixá baiana Gildásia dos...
-+=