Governo quer abrandar multa a empresas que pratiquem discriminação racial e de orientação sexual

Governo quer abrandar multa. Alteração está em minuta do Ministério da Justiça.

Por Eduardo Barretto, na coluna de GUILHERME AMADO, da Época

Governo quer abrandar multa
Foto: william87/iStock by Getty Images

Governo quer abrandar multa

O governo quer retirar a discriminação por cor, opção sexual e etnia como agravante para multas a empresas que violem o direito do consumidor.

A alteração consta de uma minuta da Secretaria Nacional do Consumidor, do Ministério da Justiça.

O texto foi submetido a consulta pública.

Desde 2016, a multa a empresas por infrações ao direito do consumidor fica mais pesada se houver atitude “discriminatória de qualquer natureza, referente à cor, etnia,idade, sexo, opção sexual, religião, entre outras, caracterizada por ser constrangedora, intimidatória, vexatória”.

(Por Eduardo Barretto)

+ sobre o tema

Maranhão tem 30 cidades em emergência devido a chuvas

Subiu para 30 o número de cidades que decretaram...

O Estado emerge

Mais uma vez, em quatro anos, a relevância do...

Extremo climático no Brasil joga luz sobre anomalias no planeta, diz ONU

As inundações no Rio Grande do Sul são um...

IR 2024: a um mês do prazo final, mais da metade ainda não entregou a declaração

O prazo para entrega da declaração do Imposto de Renda...

para lembrar

A desvalorização do professorado: um olhar pela dimensão de gênero e raça

Fonte: Brasil de Fato - Cerca de 70% das...

Policial diz que não tem provas específicas contra Orlando Silva

João Dias diz ter entregue 13 áudios envolvendo assessores...

Serra é hostilizado por manifestantes em inauguração de escola

Grupo interrompeu discurso do governador aos gritos de "Dilma...

Só descolonização da subjetividade trará mudança à América Latina, diz Walter Mignolo

Para o pesquisador argentino, a criação de Estados nacionais...

Mulheres em cargos de liderança ganham 78% do salário dos homens na mesma função

As mulheres ainda são minoria nos cargos de liderança e ganham menos que os homens ao desempenhar a mesma função, apesar destes indicadores registrarem...

‘O 25 de abril começou em África’

No cinquentenário da Revolução dos Cravos, é importante destacar as raízes africanas do movimento que culminou na queda da ditadura em Portugal. O 25 de abril...

IBGE: número de domicílios com pessoas em insegurança alimentar grave em SP cresce 37% em 5 anos e passa de 500 mil famílias

O número de domicílios com pessoas em insegurança alimentar grave no estado de São Paulo aumentou 37% em cinco anos, segundo dados do Instituto...
-+=