Grêmio entrega vídeo e quer punição a torcedor racista

Zagueiro Paulão, do Inter, foi vítima de racismo durante o Gre-Nal

Divulgação
Paulão no jogo contra o Grêmio

PORTO ALEGRE – O Grêmio entregou nesta sexta-feira à Promotoria de Justiça Especializada do Torcedor do Ministério Público as imagens que podem comprovar o caso de racismo relatado pelo zagueiro Paulão, do Inter, durante o Gre-Nal decisivo do Campeonato Gaúcho, domingo, na Arena Grêmio. O clube tricolor diz não ter sido capaz de identificar o agressor.

 

Em nota oficial publicada no seu site, o Grêmio não nega que Paulão, seu ex-jogador, tenha sido vítima de racismo na saída do gramado. O jogador colorado reclama que, quando se aproximava da entrada do túnel que dá acesso aos vestiários, um torcedor começou a imitar gestos de macacos.

“O clube, por suas instâncias, tem feito o máximo esforço com o objetivo de identificar o responsável pelas ofensas, para que possam ser tomadas as medidas cabíveis diante deste fato lamentável e que em nada combina com os valores exigidos em uma praça desportiva”, aponta o Grêmio, que pede ajuda dos órgãos da Segurança Pública e do Judiciário para que o caso possa ser devidamente investigado.

Ainda no comunicado, o Grêmio reitera “seu repúdio a qualquer ato de racismo e discriminação, entendendo tratar-se de um caso particular e que em nada representa o pensamento da torcida gremista”.

O Campeonato Gaúcho desta temporada foi marcado pelo caso de racismo contra o árbitro Márcio Chagas da Silva, que apitará a decisão do Estadual, no domingo da próxima semana. No dia 5 de março, Mele ouviu xingamentos como “macaco safado” antes, no intervalo e após o jogo Esportivo x Veranópolis,. Além disso, encontrou seu carro amassado, arranhado e com bananas no capô e no teto. 

 

 

 

Fonte: Estadão 

+ sobre o tema

Pai Presente: 22 mil reconhecimentos de paternidade

O Pai Presente atende a mães e filhos maiores...

Quando o filho relata a homossexualidade para o pai…

Quando o filho(a) relata a homossexualidade para os...

Jarbas Barbosa: “Cubanos vão para onde é preciso um médico”

Jarbas Barbosa, secretário de Vigilância em Saúde do...

para lembrar

Olivier Rousteing: ‘A moda é racista’

Único negro à frente de uma grife de luxo,...

Tribunal de Londres processa zagueiro John Terry por racismo

LONDRES, Reino Unido — O capitão da seleção inglesa...

Procon-SP notifica shopping após mãe denunciar racismo

O Procon-SP notificou ontem o Bourbon Shopping São Paulo...

Professor de Londrina vai processar policial por racismo em caixa eletrônico

O professor de História do Centro de Educação Básica...
spot_imgspot_img

Quanto custa a dignidade humana de vítimas em casos de racismo?

Quanto custa a dignidade de uma pessoa? E se essa pessoa for uma mulher jovem? E se for uma mulher idosa com 85 anos...

Unicamp abre grupo de trabalho para criar serviço de acolher e tratar sobre denúncias de racismo

A Unicamp abriu um grupo de trabalho que será responsável por criar um serviço para acolher e fazer tratativas institucionais sobre denúncias de racismo. A equipe...

Peraí, meu rei! Antirracismo também tem limite.

Vídeos de um comediante branco que fortalecem o desvalor humano e o achincalhamento da dignidade de pessoas historicamente discriminadas, violentadas e mortas, foram suspensos...
-+=