sábado, maio 28, 2022
InícioQuestão RacialCasos de RacismoHilton Coelho exige que ACM neto se posicione sobre racismo institucional

Hilton Coelho exige que ACM neto se posicione sobre racismo institucional

O vereador Hilton Coelho (PSOL) quer um posicionamento definitivo do prefeito ACM Neto sobre o episódio da médica Luamorena Leoni Silva que em março deste ano, segundo sua opinião, foi vítima de racismo institucional.

“De forma humilhante ela recebeu uma proposta explícita da preposta da Secretaria Municipal da Saúde de Salvador (SMS) a sair da unidade de saúde do Alto das Pombas por ‘não ter o perfil adequado para exercer a função na unidade’. Um absurdo que demonstra racismo institucional porque Luamorena Leoni tem histórico de trabalhos em medicina da família com movimentos sociais e comunidades populares desde a Faculdade de Medicina da UFBA”, disse.

Ele destaca que “por conta da resistência de Luamorena Leoni, com apoio de diversas entidades e pessoas do movimento popular, formou-se uma Comissão Especial e Intersetorial de Sindicância, composta por membros do Grupo de Trabalho Intersetorial do Programa de Combate ao Racismo Institucional (PCRI) e instituído através da portaria nº 005/2014, em 09 de abril, com a finalidade de apurar denúncias encaminhadas à Secretaria Municipal da Reparação (Semur) pela SMS através do ofício nº 315/2014. Até o momento nada de oficial foi divulgado, pelo menos não é de nosso conhecimento”.

“O prazo inicial para resolução do caso, ou no mínimo um posicionamento oficial, era de 30 dias. Nenhum parecer foi divulgado a respeito. O que teme a prefeitura de Salvador? Ficou comprovado que Luamorena Leoni, médica e servidora pública municipal, foi vítima de conduta assediante e de racismo institucional nas dependências da própria Secretaria de Saúde? Exigimos uma resposta definitiva para que juntos possamos construir uma cidade justa e livre do racismo”, sustenta Hilton.

 

 

Fonte: Bahia Economica

Artigos Relacionados
-+=