Hoje na História, 1964, Martin Luther King recebe o Prêmio Nobel da Paz

A defesa da igualdade e da paz no mundo era a causa de Luther King, o que lhe valeu o Nobel da Paz, a 14 de outubro de 1964, um ano depois do seu célebre discurso ‘Eu Tenho Um Sonho’. Hoje, recordamos o mais jovem galardoado com aquele prémio.

Martin Luther King nasceu em Atlanta, a 15 de janeiro de 1929 e foi um pastor protestante e ativista político norte-americano, que se tornaria num dos mais importantes defensores dos direitos civis dos negros nos EUA.

A defesa da paz no mundo era a sua grande causa, o que lhe valeu o Prémio Nobel da Paz, em 1964, tornando-se na pessoa mais jovem a receber tal distinção – com 35 anos, apenas.

Luther King nasceu numa sociedade racista, com episódios que geraram revolta. A prisão de uma mulher negra, em 1955, por se ter negado a dar o seu lugar no autocarro a uma mulher branca é um dos exemplos desses inúmeros casos de segregação racial, contra os quais Martin Luther King lutou.

Essa defesa dos direitos humanos gerou ódios, que por sua vez levaram a ataques e atentados à vida contra o próprio Luther King. Em 1963, um ano antes de ser galardoado com o Nobel da Paz, faz um dos mais marcantes discursos da história da humanidade: o famoso discurso ‘Eu Tenho Um Sonho’, em março de 1963, em frente ao Memorial Lincoln em Washington.

Organizou marchas para conseguir o direito ao voto, além de outros direitos civis básicos, bem como o fim da segregação e das discriminações no trabalho. A sua batalha por esses direitos resultou na consagração na lei norte-americana da Lei de Direitos Civis (1964) e da Lei de Direitos Eleitorais (1965).

Martin Luther King era odiado por muitos segregacionistas do sul, sentimento que levou à sua morte, a 4 de abril de 1968, data em que foi assassinado, momentos antes de uma marcha, num hotel de Memphis. Está sepultado no Centro Martin Luther King Jr., em Atlanta.

Os EUA homenageiam todos os anos esta figura incontornável da história norte-americana: desde 1986, foi estabelecido um feriado nacional no Dia de Martin Luther King, que se assinala na terceira segunda-feira de janeiro, data próxima ao aniversário de King.

 

+ sobre o tema

Michelle Obama

Michelle LaVaughn Robinson Obama é a esposa do 44º...

Exposição na Biblioteca Parque do Rio lembra trajetória de Martin Luther King

A mostra itinerante Martin Luther King – Legado &...

Hoje na História, 1972: É absolvida militante negra Angela Davis

Angela Yvonne Davis, militante negra, antiga professora de filosofia...

Crítica: Livro de historiador expõe contradições de Malcolm X

Capitalismo e racismo andam juntos na história. Discriminações servem...

para lembrar

“Malcolm X” e o racismo do capitalismo

I - ORIGEM: Malcolm Little, mais conhecido como Malcolm X...

Michelle Obama e Hillary homenageiam Sojourner Truth, negra que lutou contra escravidão

Washington, 28 abr (EFE).- Michelle Obama e Hillary Clinton...

Ato-debate internacional pela liberdade do ex-pantera negra Mumia Abu-Jamal

Mumia Abu-Jamal é um preso político. Ex-Pantera Negra, jornalista,...

Nada como um dia após o outro dia…

Estas imagens abaixo tem 52 anos de diferença. O...
spot_imgspot_img

Brasil e EUA voltam a articular plano contra discriminação racial; veja como funciona o acordo entre os países

O Brasil e os Estados Unidos promoveram a primeira agenda entre congressistas e a sociedade civil desde a retomada do acordo de cooperação bilateral...

Economista Lisa Cook será a primeira mulher negra na cúpula do Fed

O Senado americano confirmou nesta terça-feira (10) Lisa Cook será a primeira mulher negra na cúpula do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano). Sua...

Astronauta da Nasa será primeira mulher negra na tripulação da Estação Espacial

A astronauta da Nasa, Jessica Watkins, se tornará a primeira mulher negra na tripulação da Estação Espacial Internacional. Ela deve ser lançada ao espaço em abril...
-+=