#iamperfect mobiliza milhares de mulheres contra publicidade de lingerie que cultua corpo perfeito

Bastou a propaganda aparecer nas redes sociais para que três garotas da Inglaterra ficassem indignadas com o mais novo slogan publicitário da Victoria’s Secret, a famosa marca americana de roupas íntimas.

por  Suzana Camargo no BrasilPost

A peça produzida pela empresa mostra um grupo de modelos magérrimas e curvilíneas (num universo paralelo em que celulites e estrias não existem!) posando com lingeries e a frase The Perfect “Body” (O Corpo “Perfeito”, em inglês).

o-VICTORIA-CAMPANHA-570

Revoltadas com o apelo ao corpo perfeito, as estudantes universitárias Frances Black, Gabriella Kountourides e Laura Ferris começaram então a campanha #iamperfect pelo Twitter pedindo que a Victoria’s Secret se desculpasse pela publicidade considerada pelas jovens “perigosa e insalubre”.

o-VICTORIAS-CAMPANHA-1-570

Em pouquíssimo tempo, a repercussão conseguiu mobilizar – até agora – mais de 30 mil mulheres, que assinaram uma petição online na change.org. A campanha contou com o apoio de celebridades, como a cantora Ladi Gaga.

Pressionada pela polêmica e a petição digital, a marca mudou discretamente o slogan nas redes para “A Body for Every Body” (Um Corpo para Cada Corpo), mas o movimento ainda continua para que a empresa se desculpe publicamente e altere também os cartazes e peças nas lojas.

corpo perfeito4 corpo perfeito3 corpo perfeito2 corpo perfeito
As garotas pedem também que a Victoria’s Secret se comprometa a não usar esse tipo de marketing no futuro. Elas afirmam que ele é prejudicial à autoestima feminina.

Corpo perfeito? Já passou a época dos estereótipos. Cada um tem o seu e pode ser imensamente feliz com ele. A propaganda não deve ditar a maneira como escolhemos viver.

+ sobre o tema

“Leite e Ferro”, primeiro longa de Cláudia Priscila, estreia em 25 de novembro

"Leite e Ferro", primeiro longa de Cláudia Priscila, estreia...

Expulso de casa por ser gay, jovem divulga vídeo de briga com os pais

Pais evocam argumentos bíblicos para dizer que filho gay...

Criolo e as lições contra homofobia

Kleber Cavalcante Gomes, conhecido como Criolo, é um artista...

Meu sonho é ser imortal

Em 120 anos, nenhuma mulher negra ocupou uma cadeira...

para lembrar

Mulheres negras contam sua história é lançado na 3ª Conapir

Autoras dos ensaios e redações que compõem a publicação...

Onde estão as mulheres negras na produção cultural? A Tsika Cultural te responde

A equipe da Tsika Cultural decidiu propor uma importante reflexão sobre...

Hoje na História, 26 de agosto é Dia Internacional da Igualdade Feminina

Sabia que, até 1934, mulheres casadas só podiam trabalhar...
spot_imgspot_img

Mortalidade materna de mulheres pretas é o dobro de brancas e pardas, diz estudo

Mulheres pretas têm quase duas vezes mais risco de morrer durante o parto ou no puerpério que mulheres pardas e brancas, segundo um estudo da Unicamp (Universidade Estadual...

Plataforma Mães Negras debate impactos do peso na vida profissional

A Plataforma Mães Negras do Brasil, startup (empresa emergente) de impacto social, cujo objetivo é a promoção do desenvolvimento socioeconômico de mães negras, promove nesta quarta-feira...

Mãe Hilda de Jitolú, a matriarca do Ilê Aiyê

Em 1988, quando uma educação afrocentrada ou antirracista ainda não estava no imaginário brasileiro, uma mulher preta que nunca frequentou a escola abriu sua casa, em Salvador (BA)...
-+=