Indiano é acusado de racismo após lançar creme que clareia a vagina

 

 

Um jovem casal indiano – de pele bem clara, é bom notar – passa o tempo na sala de casa. Ele lê o jornal, impassível. Ela, entre caras e bocas, demonstra a frustração pela desatenção do marido. Eis que entra em cena o creme clareador Clean and Dry Intimate Wash, que não só tem ph balanceado como clareia a pele de moçoilas atormentadas por uma vagina insuficientemente branca. Et voilà: a paixão e a alegria voltam a reinar entre os pombinhos.

A inacreditável publicidade do creme, produto da multinacional indiana de cosméticos Midas Care, tem causado polêmica na Índia e repercutido em sites do mundo todo, por ser considerado que há racismo. A jornalista Cinzia Gubbini comenta em seu blog no site do jornal italiano il manifesto que o mercado de cremes clareadores tem forte impacto na Índia, no Sri Lanka e no Paquistão. Também em países europeus, com uma grande população de imigrantes africanos e asiáticos, os cremes são um grande sucesso – mesmo que na Itália sejam ilegais e um comerciante tenha sido preso no início de abril em Gênova por vendê-los.

A empresa indiana se defende: “A função clareadora é somente uma das muitas qualidades do produto”. Na revista indiana Open, um diretor de filmes publicitários e peças de teatro afirma que “se você tem duas belas garotas, uma com a pele clara e outra com a pele escura, você vê melhor as feições da garota de pele clara. Isto porque ela reflete mais a luz.”

A jornalista se pergunta: “mas qual é o problema de clarear a minha vagina, se eu estiver com vontade? Qual é o problema de comercializar um produto que, como sublinha a Midas Care, ‘é um ótimo produto’ (tem até ph balanceado)? Qual é o problema de difundir a ideia de que a cor da pele influi sobre a sua beleza – e não só, mas também sua felicidade, sua capacidade de se sentir bem consigo mesma e de atrair o seu namorado? E qual é o problema se já não basta clarear o rosto, mas agora queremos clarear também a vagina? Nenhum problema?”

Se os absurdos destacados por Cinzia já não fossem o suficiente, estudos indicam que o uso deste tipo de cosmético pode causar má-formação fetal, e estes cremes geralmente contém uma substância chamada hidroquinona, banida em alguns países, como a França, por riscos de câncer.

Assista a publicidade do produto

 

 

 

Fonte: Agência Patricia Galvão

+ sobre o tema

Brancos, vamos falar de cotas no serviço público?

Em junho expira o prazo da lei de cotas nos...

Em junho, Djavan fará sua estreia na Praia de Copacabana em show gratuito

O projeto TIM Music Rio, um dos mais conhecidos...

O precário e o próspero nas políticas sociais que alcançam a população negra

Começo a escrever enquanto espero o início do quarto...

Estado Brasileiro implementa políticas raciais há muito tempo

Neste momento, está em tramitação no Senado Federal o...

para lembrar

Após apontar racismo em prova, ex-aluna da UFF é denunciada à Justiça

Quatro anos após denunciar por racismo uma professora do...

OAB reage a ataque ao Nordeste no Twitter

Alessandra Duarte Universitária de SP que iniciou ofensas deverá...

Salvador terá postos fixo e móvel para denúncias de racismo no carnaval

Posto fixo irá operar na sede no Procon, no...

Twitter: Giácomo Mancini destilou críticas ao trabalho de Glória Maria

Por: Miguel Arcanjo Prado Giácomo Mancini, repórter do Jornal Nacional,...
spot_imgspot_img

Quanto custa a dignidade humana de vítimas em casos de racismo?

Quanto custa a dignidade de uma pessoa? E se essa pessoa for uma mulher jovem? E se for uma mulher idosa com 85 anos...

Unicamp abre grupo de trabalho para criar serviço de acolher e tratar sobre denúncias de racismo

A Unicamp abriu um grupo de trabalho que será responsável por criar um serviço para acolher e fazer tratativas institucionais sobre denúncias de racismo. A equipe...

Peraí, meu rei! Antirracismo também tem limite.

Vídeos de um comediante branco que fortalecem o desvalor humano e o achincalhamento da dignidade de pessoas historicamente discriminadas, violentadas e mortas, foram suspensos...
-+=