Jay-Z diz que discutir homossexualidade da mãe em música melhorou relação entre eles: ‘mudou a dinâmica’

A faixa “Smile”, do álbum 4:44 (2017), de Jay-Z, fala sobre a sexualidade da mãe do cantor, Gloria Carter. De acordo com o astro do rap, sua mãe estava relutante em assumir publicamente a homossexualidade na música do filho, mas abordar o assunto melhorou o relacionamento entre os dois. 

Em recente aparição no programa The Shop: Uninterrupted, Jay-Z revelou que, inicialmente, sua mãe não queria se expôr dessa maneira, mas mudou a decisão. “Quando ela ouviu essa música pela primeira vez, ela ficou super defensiva.” relembrou o rapper. 

“Eu estava em Los Angeles e ela voou para lá. Nós conversamos sobre isso [a música] e ela disse: ‘Não,” relatou Jay-Z. “Então, quando ela veio me visitar em Los Angeles novamente, ela escreveu um poema em um bloco de notas da American Airlines e me entregou.”, contou o astro sobre receber permissão da mãe para abordar o tema na canção. 

“Isso mudou a dinâmica do nosso relacionamento”, concluiu Jay-Z. 

Em “Smile”, Gloria Carter lê o seguinte verso ao fim da música: “Viver na sombra parece o lugar seguro para se estar. Nenhum dano para eles, nenhum dano para mim. Mas, a vida é curta e é hora de ser livre. Ame quem você ama, porque a vida não é garantida.”

As informações são da NME

+ sobre o tema

Pessoas trans hoje ocupam lugares inimagináveis, afirma deputada Erika Hilton

A deputada federal eleita por São Paulo Erika Hilton, do...

EUA: policial é filmado espancando mulher negra e desarmada

Nas imagens, o patrulheiro rodoviário uniformizado dá mais de...

Califórnia é o 1º estado dos EUA a punir discriminação contra cabelos afro

Depois da cidade de Nova York criar uma lei...

Netflix demite Kevin Spacey de ‘House of Cards’ após denúncias de assédio

A empresa e a produtora da série vão avaliar...

para lembrar

74% das mulheres encarceradas são mães e cumprem pena em estrutura masculinizada

Especialistas e parlamentares criticaram em audiência na Câmara o...

Rede atraía brasileiros para prostituição na Espanha pela internet

Grupo trabalhava com homens, mulheres e travestis na cidade...
spot_imgspot_img

O mapa da LGBTfobia em São Paulo

970%: este foi o aumento da violência contra pessoas LGBTQIA+ na cidade de São Paulo entre 2015 e 2023, segundo os registros dos serviços de saúde. Trata-se de...

Grupos LGBT do Peru criticam decreto que classifica transexualidade como doença

A comunidade LGBTQIA+ no Peru criticou um decreto do Ministério da Saúde do país sul-americano que qualifica a transexualidade e outras categorias de identidade de gênero...

TSE realiza primeira sessão na história com duas ministras negras

O TSE realizou nesta quinta (9) a primeira sessão de sua história com participação de duas ministras negras e a quarta com mais ministras...
-+=