Jovem de 16 anos recebe R$ 45 milhões em ofertas de bolsas universitárias nos EUA e se aproxima de recorde

Enviado por / FonteBBC, por Sam Cabral

Um estudante de 16 anos do estado da Louisiana, nos EUA, recebeu mais de US$ 9 milhões (aproximadamente R$ 45 milhões) em ofertas de bolsas universitárias.

Dennis Barnes, que está cursando o último ano na International High School de Nova Orleans, se candidatou em agosto do ano passado a 200 faculdades em todo o país.

Até agora, ele foi aceito em 125 instituições — e vai aguardar as respostas das demais antes de decidir em qual se matricular.

As ofertas de bolsas de estudos podem fazer com que Barnes bata um novo recorde nacional em breve.

“Meu objetivo é alcançar US$ 10 milhões”, disse ele à rede de televisão local WWL-TV, que noticiou pela primeira vez a quantia em ofertas acumulada pelo estudante.

Com isso, Barnes seria capaz de quebrar um recorde americano estabelecido há três anos por outra estudante da Louisiana, Normandie Cormier.

Cormier, que frequentou a Universidade Xavier de Louisiana, uma instituição historicamente negra, e agora está concluindo o mestrado na Universidade do Estado da Louisiana, recebeu US$ 9,4 milhões em ofertas de bolsa de cerca de 140 instituições em 2019.

De acordo com o jornal britânico The Guardian, ela buscou o reconhecimento do Guinness Book, o livro dos recordes mundiais, pela proeza — e, embora a organização não tenha encontrado ninguém com mais ofertas de bolsa nos Estados Unidos, não foi capaz de estabelecer se ela havia quebrado um recorde mundial dadas as diferenças globais entre sistemas de ensino superior.

Barnes disse à WWL-TV que seu perfil de rede social “bombou” quando a notícia do seu feito se espalhou.

Ele é presidente da National Honors Society, tem uma média de notas (GPA) praticamente perfeita, é fluente em espanhol e já está buscando créditos universitários na Southern University em Nova Orleans.

O ato de se candidatar a tantas instituições não foi “tão pesado como a maioria das pessoas poderia pensar”, ele acrescentou.

“Comecei no início do ano letivo e, por um longo período de tempo, fui me candidatando.”

Em um comunicado divulgado por sua escola, Barnes disse que planeja obter um diploma duplo em ciência da computação e justiça criminal — e vai anunciar no próximo mês qual faculdade pretende frequentar.

Ele deu um conselho aos colegas que estão se candidatando: “O caminho para um futuro de sucesso é planejar com antecedência, fazer contatos com os parceiros universitários e saber que, se você pode ver seu objetivo, você pode atingir sua meta”.

+ sobre o tema

Michelle Obama

Michelle LaVaughn Robinson Obama é a esposa do 44º...

Exposição na Biblioteca Parque do Rio lembra trajetória de Martin Luther King

A mostra itinerante Martin Luther King – Legado &...

Hoje na História, 1972: É absolvida militante negra Angela Davis

Angela Yvonne Davis, militante negra, antiga professora de filosofia...

Rosa Parks “Melhor andar com dignidade que rodar na humilhação”

Aos olhos e ouvidos de todo o mundo, a...

para lembrar

Estudantes protestam contra exigência do Enem para Ciência sem Fronteiras

Nova regra para concorrer a bolsas de estudo no...

USP assina acordo experimental para participar do Enade

Além da prova, a universidade estadual paulista participará das...

A campanha dos professores para denunciar Paes e Cabral

Charge do Vitor Teixeira, via Facebook do site do SEPE,...
spot_imgspot_img

Estudo mostra que escolas com mais alunos negros têm piores estruturas

As escolas públicas de educação básica com alunos majoritariamente negros têm piores infraestruturas de ensino comparadas a unidades educacionais com maioria de estudantes brancos....

Educação antirracista é fundamental

A inclusão da história e da cultura afro-brasileira nos currículos das escolas públicas e privadas do país é obrigatória (Lei 10.639) há 21 anos. Uma...

Faculdade de Educação da UFRJ tem primeira mulher negra como diretora

Neste ano, a Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) tem a primeira mulher negra como diretora. A professora Ana...
-+=