Jovens do Estado do Rio de Janeiro se preparam para Rio+20

As mobilizações para a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20) já começaram. No Rio de Janeiro, estado que sediará o evento mundial, ativistas realizarão, de 12 a 15 de abril, o 1° Encontro de Formação de Jovens Rumo à Rio+20: Olhares da Juventude. O encontro está marcado para ocorrer na cidade de Armação de Búzios com a participação de jovens de várias regiões do estado.

Caio Lisboa, integrante do Coletivo Búzios Jovem e um dos organizadores do evento, explica que a intenção é reunir as juventudes do Rio de Janeiro para discutir sobre a Rio+20 e os temas que estão na pauta da Conferência internacional, como erradicação da pobreza, economia verde e governança global. “O jovem tem que estar envolvido para fortalecer o debate, inserir a juventude no debate”, comenta.

A expectativa, de acordo com ele, é que o Encontro consiga reunir cerca de 150 jovens de todo o estado. Durante quatro dias, participarão de formações, mobilizações e articulações para a Rio+20. “É um evento preparatório. Vamos traçar metas, objetivos, planejar, refletir [sobre a Conferência das Nações Unidas] para mobilizar em ações”, afirma.

Caio reforça a importância da atuação da juventude neste momento. De acordo com ele, a Rio+20 acontece quando ainda “há pouco o que celebrar”. Caio lembra que, 20 após a Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e Desenvolvimento (ECO92), muitas metas estabelecidas naquele momento ainda não forma cumpridas. “A discussão entrou em pauta, mas ainda há muito a se fazer. Precisamos debater os ‘buracos’ não cumpridos”, observa.

Para isso, a participação da juventude, na visão do integrante do Coletivo Búzios Jovem, é fundamental, já que os efeitos das ações de hoje serão sentidos no futuro. “A importância da juventude [nesse espaço de discussão] é primordial. O ‘futuro é nosso’, as ações podem nos prejudicar diretamente no futuro”, comenta.

O1° Encontro de Formação de Jovens Rumo à Rio+20: Olhares da Juventude acontecerá entre os dias 12 e 15 de abril no Centro Municipal de Educação Integrada (Cemei), em Búzios (como também é chamada a cidade), no Rio de Janeiro. Durante os quatro dias, as/os participantes terão a oportunidade de trocar experiências, além de discutir sobre o papel da juventude na Rio+20 e na Cúpula dos Povos e traçar ações para os eventos. À noite, o momento de integração será na Praça Santos Dumont.

Rio+20

Duas décadas depois da Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e o Desenvolvimento (ECO92), presidentes e chefes de Estado e Governo de diversos países retornam ao Rio de Janeiro para debater sobre os planos na área do desenvolvimento sustentável na Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20).

O evento ocorrerá entre os dias 20 e 22 de junho na capital do Estado e se centrará em dois temas principais: “A economia verde no contexto do desenvolvimento sustentável e da erradicação da pobreza” e “A estrutura institucional para o desenvolvimento sustentável”.

Fonte: Correio do Brasil

+ sobre o tema

Justiça condena fazendeiro por escravizar 59 no Pará

por Leonardo Sakamoto Do Ministério Público Federal no Pará:...

MTE, SNJ e OIT apresentam Agenda Nacional de Trabalho Decente para Juventude

O Subcomitê de Trabalho Decente e Juventude se reúne...

Ministros de Direitos Humanos criam frente contra redução da maioridade penal

Titular da pasta e ministros dos governos FHC, Lula...

para lembrar

Defensoria Pública lança cartilha para pessoas em situação de rua

O objetivo da publicação é informar pessoas situação de...

Em encontro da ONU, representantes do movimento negro denunciam violações de direitos humanos no Brasil

Em encontro da ONU, representantes do movimento negro denunciam...

Proporção de pacientes jovens com câncer de mama dobra em uma década

A proporção de mulheres abaixo dos 40 anos com...
spot_imgspot_img

Evento do G20 debate intolerância às religiões de matriz africana

Apesar de o livre exercício de cultos religiosos e a liberdade de crença estarem garantidos pela Constituição brasileira, há um aumento relevante de ameaças...

Raça e gênero são abordados em documentos da Conferência de Bonn

A participação de Geledés - Instituto da Mulher Negra na Conferência de Bonn de 2024 (SB 60), que se encerrou na última quinta-feira 13,...

NOTA PÚBLICA | Em repúdio ao PL 1904/24, ao equiparar aborto a homicídio

A Comissão de Defesa dos Direitos Humanos Dom Paulo Evaristo Arns – Comissão Arns vem a público manifestar a sua profunda indignação com a...
-+=