Lançamento do guia de enfrentamento do racismo institucional

O Geledés Instituto da Mulher Negra e o Centro Feminista de Estudos e Assessoria (CFEMEA) têm o prazer de convidá-la a participar do lançamento do Guia de Enfrentamento ao Racismo Institucional e do Texto Conceitual sobre Racismo Institucional,a realizar-se no dia 9 de maio de 2013, quinta-feira, às 14:30hs, na sede da Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde-OPAS/OMS, no Setor de Embaixadas Norte (SEN) Lote 19, Brasília/DF.

Os produtos são o resultado de um processo de construção coletiva que agregou organizações feministas e antirracistas brasileiras, órgãos do Governo Federal e o Sistema das Nações Unidas no país. O objetivo das publicações é o de oferecer novos elementos para a construção de diagnósticos, planos de ação e indicadores que permitam o enfrentamento do racismo institucional e de contribuir para a criação de um ambiente favorável à formulação e à implementação de políticas públicas equitativas.

A presença de vocês será fundamental para o fortalecimento dessa iniciativa de combate ao racismo.

Atenciosamente,

Nilza Iraci (Geledés) e Nina Madsen (CFEMEA)

+ sobre o tema

STF volta a proibir a apreensão de menores sem o devido flagrante nas praias do Rio

Após audiência realizada na manhã desta quarta-feira, em Brasília, o STF determinou...

Adolescente denuncia mulher por agressão e injúria racial em Rio Preto

Um adolescente de 13 anos denunciou ter sofrido injúria...

para lembrar

Série de fotos histórica escancara o racismo nos EUA da década de 1950

Se o ano de 1956 pode hoje parecer distante...

Presidente de clube é condenado por racismo

-Fonte: Jornal de Uberaba - Presidente de um clube...

Ator global vai à polícia após filha ser alvo de racismo

Do Pragmatismo PoliticoAtor Bruno Gagliasso prestou queixa na Delegacia...

Racismo e opressão no governo italiano

Por Marina Fuser*   Novos escândalos colocam o primeiro-ministro italiano de...
spot_imgspot_img

Quanto custa a dignidade humana de vítimas em casos de racismo?

Quanto custa a dignidade de uma pessoa? E se essa pessoa for uma mulher jovem? E se for uma mulher idosa com 85 anos...

Unicamp abre grupo de trabalho para criar serviço de acolher e tratar sobre denúncias de racismo

A Unicamp abriu um grupo de trabalho que será responsável por criar um serviço para acolher e fazer tratativas institucionais sobre denúncias de racismo. A equipe...

Peraí, meu rei! Antirracismo também tem limite.

Vídeos de um comediante branco que fortalecem o desvalor humano e o achincalhamento da dignidade de pessoas historicamente discriminadas, violentadas e mortas, foram suspensos...
-+=