Programação discute o combate ao racismo em municípios do Pará

Dia Nacional de Combate ao Racismo é comemorado no dia 13 de maio.
Período de seminários inicia a partir desta quarta-feira, 7.

 

Cinco municípios paraenses vão participar de uma programação diversa referente ao Dia Nacional de Combate ao Racismo, comemorado no dia 13 de maio, até o próximo dia 16 deste mês. As atividades da Semana Integrada de Combate ao Racismo são em escolas estaduais e foram iniciadas na terça-feira (7). Palestras, oficinas, caminhadas públicas e debates sobre os males do racismo para a sociedade fazem parte das ações.

O objetivo da programação, organizada pela Coordenadoria de Educação para a Promoção da Igualdade Racial (Copir) / Secretaria de Estado de Educação (Seduc), é denunciar a ocorrência deste tipo de preconceito e os malefícios desta prática para a sociedade. Os debates, que ocorrem em Belém, Castanhal, Curuçá, Salvaterra e Soure, buscam formas e estratégias de identificar, combater e superar o racismo.

A programação começa em Soure e em Salvaterra, no Marajó, e segue até o dia 9. Na capital paraense a programação será no dia 13, na escola Esther Bandeira Gomes, com uma feira cívica que trará como tema: “Escola cidadã contra o preconceito racial”. As ações que encerram a programação serão realizadas em Curuçá, com a palestra “Os 10 anos da Lei 10.639″: apresentação de experiências de implementação da educação para as relações étnico-raciais”.

Entre as finalidades do projeto pedagógico está a mobilização e sensibilização da comunidade escolar pela superação do racismo.

Leia Também:

Racismo Brasil

 

Fonte: G1

+ sobre o tema

Garcilaso será julgado por racismo contra Tinga sem apresentar defesa

Time peruano tinha até a última segunda...

Snap cria filtro Bob Marley e é acusado de racismo

Os filtros do Snapchat estão na moda, mas nem...

Fã de Pantera é acusado de racismo por família de Michael Jackson

De acordo com o site TMZ.com, membros da família...

para lembrar

Legalização dos jogos e cassinos: Sou a favor!

por Sérgio Martins para o Portal Geledés Na minha família...

‘Por que a guerra?’, perguntou Einstein a Freud em 1932

Quando o grupo Judias e Judeus pela Democracia São...

Orlando Silva: “luta contra o racismo não é da esquerda ou da direita, é da civilização”

O deputado federal Orlando Silva (PCdoB-SP), afirmou em entrevista...

Reivindicado há 50 anos, quilombo da Sacopã é reconhecido pelo governo federal

Quilombo da Sacopã: documentação era reivindicada há 50 anos....
spot_imgspot_img

Da neutralidade à IA decolonial

A ciência nunca esteve isenta das influências e construções históricas e sociais do colonialismo. Enquanto a Revolução Industrial é frequentemente retratada como o catalisador...

O papel de uma líder branca na luta antirracista nas organizações 

Há algum tempo, tenho trazido o termo “antirracista” para o meu vocabulário e também para o meu dia a dia: fora e dentro do...

Mortes pela polícia têm pouca transparência, diz representante da ONU

A falta de transparência e investigação nas mortes causadas pela polícia no Brasil foi criticada pelo representante regional para o Escritório do Alto Comissariado...
-+=